alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Estudo volta a afirmar que alimentos processados encurtam a vida

    Mas, de acordo com especialistas, não precisamos ser alarmistas.

    Placeholder - loading - news single img

    1600

    Publicada em  

    Comer alimentos altamente processados pode encurtar sua vida, sugeriu um novo estudo, publicado no JAMA Internal Medicine. Pesquisadores rastrearam a dieta e a saúde ao longo de oito anos de mais de 44 mil homens e mulheres franceses, com idade média de 58 anos no início do estudo.

    Cerca de 29% da ingestão de energia do grupo era alimentos ultraprocessados. Esses alimentos incluíam macarrão e sopas instantâneos, cereais matinais, barras e bebidas energéticas, nuggets de frango e muitas outras refeições prontas, lanches embalados contendo numerosos ingredientes e fabricados usando processos industriais.

    Ao longo do estudo, pouco mais de 600 mortes aconteceram principalmente devido ao câncer e a doenças cardiovasculares. Mesmo após o ajuste para muitas características de saúde, socioeconômicas e comportamentais, o estudo constatou que para cada aumento de 10% no consumo de alimentos ultraprocessados, houve um aumento de 14% no risco de morte.

    Os autores sugerem que o processamento a alta temperatura pode formar contaminantes, que os aditivos podem ser carcinogênicos e que a embalagem de alimentos preparados pode levar à contaminação.

    "Esta é uma associação, e não podemos provar que é causal", disse uma co-autora, Mathilde Touvier, diretora de pesquisa do Inserm, o centro de pesquisa em saúde pública da França. "As pessoas podem ter medo e pensar que vão morrer se comerem esses alimentos", ela disse, "mas não precisamos ser alarmistas"

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

     

    1. Home
    2. noticias
    3. estudo volta a afirmar que …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.