Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Festival de Jazz de Montreux confirma datas e revela line-up

    Icônico evento suíço retorna com poucos casos de COVID-19 no país

    Placeholder - loading - Festival de Jazz de Montreux: Foto/divulgação
    Festival de Jazz de Montreux: Foto/divulgação

    Publicada em  

    O icônico Festival de Jazz de Montreux irá retornar este ano, após o cancelamento decorrente a COVID-19 no ano passado. Com datas já marcadas, este ano o emblemático evento tomará a proposta de ser menor, mas igualmente único, como em todas as edições passadas. A Suíça, conta, atualmente, com uma média de casos na semana de mais de mil infecções provocadas pelo coronavírus.

    O Festival de Jazz de Montreux é uma das principais portas de entrada para o destaque internacional de um músico desconhecido, além de ser um antro de músicas de cunho “vintage” e alternativas, que valorizam diversas expressões de arte, junto das performances musicais. Com local marcado às margens do Lago Léman, em Montreux, Suíça, o evento foi fundado por Claude Nobs, Géo Voumard e René Langel, em 1967.

    Um dos principais artistas citados no line-up é o cantor francês Yoann Lemoine, conhecido pelo pseudônimo Woodkid. O artista é consagrado em toda a indústria do entretenimento por realizar discos com conceitos complexos, que somam a arte pós-moderna com gêneros músicas pensados para encaixar de maneira brilhante em seus álbuns. O músico está engajado na promoção do disco “S16”, lançado em 2020.

    Além de Woodkid, o emblemático cantor Rag’n’Bone Man, também fará parte do line-up deste ano, que apostou em músicos menores para compor o festival, mas com devida importância na cena de música independente. Além deles, a fantástica musicista Arlo Parks, e o icônico cantor italiano Zucchero, também farão apresentações em Montreux. Para mais informações, clique aqui.

    Veja também:

    Vacina e shows: 2021 pode ser ano decisivo para indústria de espetáculos

    Ultra Music Festival voltará a Miami

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    Neste mês de setembro foi lançado Cry Macho, o mais novo filme do consagrado ator e diretor, Clint Eastwood. Mesmo com 91 anos e com uma certa fragilidade na aparência, o astro se mostra incansável, chegando a montar a cavalo e cavalgar em uma cena. “Trate o cavalo como um amigo e ele vai cuidar de você", disse sobre a tensão sentida por todos no set ao verem um homem dessa idade subir no animal.

    No longa, Clint assume o papel de Mike Milo, um ex-peão de rodeio que está velho e bem distante de seus dias de glória. Devendo um favor a seu chefe, Mike aceita a tarefa de resgatar seu filho, Rafo, de sua mãe abusiva. O único porém é que o garoto mora no México.

    A obra, baseada no livro homônimo de 1975 escrito por N. Richard Nash, já teve outras diversas tentativas frustradas de adaptação para as telonas, das quais se destacam duas: uma que seria estrelada por Roy Scheider (ator de Tubarão) em 1991 e uma por Arnold Schwarzenegger em 2011, após seu mandato como governador da Califórnia. 

    Durante a produção, que sofreu com a pandemia do coronavírus, houve um grande susto com a ocorrência de um caso de infecção entre uma das atrizes - que, felizmente, era um falso positivo e não atrapalhou o processo de filmagem.

    Cry Macho está em cartaz nos cinemas e disponível no serviço de streaming HBO Max. Veja o trailer:

    Clint Eastwood e sua trajetória em Hollywood

    Eastwood começou sua carreira em 1955, mas ascendeu ao estrelato com seus papéis em filmes de faroeste, como a consagrada Trilogia dos Dólares do diretor italiano Sergio Leone, com Por um Punhado de Dólares (1964), Por uns Dólares a Mais (1965) e Três Homens em Conflito (1966)

    Tal como em suas últimas realizações como diretor, como Gran Torino (2008) e A Mula (2018), ele aproveita para refletir a relação entre o Clint ícone - imponente e classicamente sério - e o Clint homem, agora mais velho e com a simples preocupação de contar uma história.

    Dê play no vídeo abaixo para conferir os trailers de Gran Torino (2008) e A Mula (2018):

    ‘Gran Torino’ (2008) 



    ‘A Mula’ (2018)

    35 min
    1. Home
    2. noticias
    3. festival de jazz de montreux …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.