Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Florence + The Machine é o Artista da Semana

    A banda de indie rock é liderada pela vocalista Florence Welch

    Placeholder - loading - news single img

    Publicada em  

    Florence + The Machine é o nome que a vocalista Florence Welch deu a sua banda. Desde a sua criação, recebeu uma grande quantidade de elogios da crítica desde e foi escolhida em 2008 como uma das favoritas da BBC 'Sound of 2009' - uma honra anteriormente concedida à artistas como Amy Winehouse, Duffy e Adele.

     

    Juntamente com a cantora estão os musicistas Dionne Douglas, Hazel Mills, Isabella Summers, Tom Monger, Loren Humphrey, Aku Orraca Tetteh, Cyrus Bayandor e Robert Ackroyd. De acordo com Welch, "O nome Florence and the Machine começou como uma piada interna que acabou saindo do controle. Eu fazia música com minha amiga, conhecida como Isabella Machine, enquanto eu era Florence Robot. Quando faltava cerca de uma hora para a minha primeira apresentação, eu ainda não tinha um nome, então eu pensei 'Ok, eu serei Florence Robot/Isa Machine', antes de notar que o nome era tão grande que me deixaria louca”.

     

    Quando Florence and The Machine começou, eles tocavam em pequenos bares na Inglaterra. Em algumas ocasiões, os membros de sua banda não compareciam aos shows, então Florence os fazia acapella.

     

    Em junho de 2008, Florence and The Machine lançou a canção “Kiss With A Fist” em vinil. Seu próximo lançamento foi em dezembro de 2008, com o single “Dog Days Are Over”. O terceiro single da banda “You Got The Love” foi lançado em janeiro de 2009.

     

    O álbum de estreia, intitulado Lungs, foi lançado dia 6 de julho de 2009 e foi um enorme sucesso comercial na Inglaterra - além de vender 3 milhões de cópias em todo o mundo. Mais tarde, o material alcançou a 14ª posição na Billboard 200.

     

    Lungs seguido por sua turnê oficial, a Lungs Tour, que durou de fevereiro de 2008 até julho de 2011, e passou por grandes festivais como o Festival de Glastonbury e o Coachella Festival.

     

    Em outubro de 2011, chegou às lojas o segundo disco, Ceremonials, que estreou em primeiro lugar no Reino Unido e em sexto lugar nos Estados Unidos. Fora isso, rendeu duas indicações ao Grammy Awards de 2012, por Melhor Álbum Vocal Pop e Melhor Performance de Grupo/Duo pelo single “Shake it Out”.

     

    Sua respectiva turnê, Ceremonials Tour, iniciou em outubro de 2011, e seguiu até setembro de 2013, passando pelo Rock in Rio 2013, no Rio de Janeiro

     

    Em 29 de maio de 2015, a banda lançou seu terceiro álbum de estúdio, How Big, How Blue, How Beautiful, que, assim como o seu predecessor, estreou no topo das paradas britânicas e foi o primeiro da banda a atingir o topo da Billboard 200 nos Estados Unidos.

    Após três anos, o grupo anunciou High As Hope, quarto disco que chegou às lojas em junho de 2018. O álbum foi produzido pela própria Florence Welch, ao lado de Emile Haynie e apresenta uma produção mais minimalista e despojada, e explora temas como mágoas, família e a descoberta de conforto na solidão. High As Hope alcançou a segunda posição das paradas dos Estados Unidos e Reino Unido e conta com singles como “Hunger”.

     

    O som de Florence and the Machine é descrito como uma combinação de vários gêneros, incluindo rock e soul. Lungs venceu o prêmio MasterCard British Album award no BRIT Awards de 2010. No 53º Grammy Awards, recebeu uma nomeação na categoria Artista Revelação.

    Escrito por Redação

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia 6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    Sample é um termo bastante conhecido no mundo da música, especialmente por compositores, cantores e gravadoras. Mas a verdade é que isso talvez seja algo que esteja guardado apenas para os profissionais da área. Sendo assim, esta matéria foi preparada para informar o leitor, com uma linguagem fácil para todos tenham conhecimento.

    A criação de uma música é muito mais complicada e detalhada do que o ouvinte comum acha. O glamour para os cantores e bandas, como premiações, discos de ouro e platina são apenas o final de um trabalho longo e extenso. Como, sabemos que para uma produção de música, uma equipe com vários profissionais é acionada.

    Para entender o sample, devemos voltar lá na origem do artificio, que teve notoriedade na década de 80, justamente com o crescimento das músicas eletrônicas e os arranjos, em versões de remix.

    Por mais moderno que possa parecer, uma técnica de samplear as faixas musicais são muito mais antigas do que pensamos. As primeira tentativas e estudos originaram o termo, surgiram na década de 40.

    Os franceses teóricos da música Pierre Schaefer e Pierry Henry, foram os pioneiros na preparação da chamada Musique Concrèt, que em resumo é arte de modificar um som.

    Como o próprio diz, o significado de Sample, do inglês para o português é basicamente “amostra”, e essa amostra é uma forma utilizada pelos produtores, em uma criação musical. Diferente do remix, o sample é uma base de um faixa já existente. Para deixar mais fácil para o entendimento.

    Quando um musico pega um violão para compor as primeiras notas de uma obra, ele levará para uma gravadora e produtor musical, e incluir aquele curto trecho instrumental na canção. Essa gravação do violão é uma amostra fica gravada, para o inicio da criação.

    O Sample não está limitado apenas nas gravações instrumentais, mas as vozes são muito presentes também. Muitos produtores usam de uma musica já existente para a elaboração de uma nova.

    Por isso, em algumas situações, é notório quando o ouvinte aprecia uma canção, e assemelha a mesma com outra. Assim, ‘samplear’ pode ser considerado uma forma de homenagear o criador.

    Músicas que utilizam sample

    Madonna - 'Hung Up'

    Do ritmo conhecido e apreciado por muitos, o single ‘Gimme ,Gimme, Gimme’ da banda aclamada ABBA, a diva Madonna, não economizou na homenagem ao grupo sueco. ‘Hung Up’ virou de fato um sucesso em 2005, e talvez poucos sabiam dessa similaridade.



    Confira a versão do ABBA:



    Beyoncé - 'All Night'

    A base feita pela estrela Beyoncé em ‘All Night’ foi de fato uma bela combinação com ‘Spottieottiedopaliscious’. A canção original veio da dupla de rappers americanos, Outkast.



    Confira a versão da dupla Outkast:



    Jennifer Lopez - 'Jenny From The Block'

    O grupo americano de hip hop, The Beatnuts, emprestou um de seus exemplares, ‘Watch Out Now’, para a cantora, compositora e atriz Jennifer Lopez. A batida presente na canção da J.Lo é mais um exemplo da utilização do sample. E vale ressaltar que isso não falta de criatividade, e sim uma admiração e homenagem.



    Confira a versão do grupo The Beatnuts:



    Ariana Grande - '7 Rings'

    Ariana Grande voltou ao passado e utilizou 'My Favorite Things', do clássico 'A Noviça Rebelde' em sua música "7 Rings".    

    15 H
    1. Home
    2. noticias
    3. florence the machine e o

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.