Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Fundo para garantir perdas em reforma tributária pode quebrar o país, alerta Guedes

    Placeholder - loading - Ministro da Economia, Paulo Guedes. REUTERS/Adriano Machado
    Ministro da Economia, Paulo Guedes. REUTERS/Adriano Machado

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Marcela Ayres

    BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, classificou como imprudente a ideia de se instituir um fundo com recursos federais para garantir perdas de Estados e municípios com a reforma tributária, alegando que a União não é um 'saco sem fundo' e que é necessário ter juízo em um momento de fragilidade das contas públicas.

    Em fórum sobre a reforma tributária promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) nesta segunda-feira, o ministro defendeu que não é possível o governo dar garantias que não tem condições de executar, e alertou para os riscos fiscais.

    'Acabamos de aumentar 10% a nossa relação dívida/PIB, se nós anunciarmos que estamos criando mais fundos bancados pela União para garantir outros 2%, 3%, 4%, 5%, 6%, 8% do PIB, o Brasil terá dramáticos problemas de sustentabilidade fiscal. A União pode quebrar e vai faltar dinheiro para todo mundo, vamos entrar em rota de implosão fiscal', disse.

    'Estamos fazendo todo nosso esforço à beira de um vulcão, temos que ter muita responsabilidade fiscal', acrescentou.

    A criação do fundo tem sido colocada pelos entes regionais como uma necessidade para que possam aderir a um único tributo sobre o consumo, nos moldes de um imposto sobre valor agregado (IVA).

    Esse fundo seria alimentado pela União, e seu desenho viria no lugar do compartilhamento das receitas de royalties do petróleo, como chegou a propor a equipe econômica. A ideia dos Estados é que a compensação comece em 10,78 bilhões de reais em 2024, aumentando até chegar a 97 bilhões de reais em 2032, totalizando 485 bilhões de reais no período.

    Guedes argumentou nesta segunda-feira que o governo já aprovou 250 bilhões de reais em compartilhamento de receitas via Fundeb e mais 58 bilhões de reais pela lei Kandir.

    'Nenhum governo passado acertou a lei Kandir, nós fizemos acordo e acertamos. Ninguém deu mais provas de ser federalista, de ajudar os municípios, do que esse governo. Agora nós precisamos ter juízo, isso não é um saco sem fundo', disse.

    Sem dar detalhes, Guedes citou nesta segunda-feira os recursos do petróleo como saída para pagamento do vultoso endividamento decorrente dos gastos extraordinários com a crise do coronavírus.

    'Temos os recursos do petróleo, se quisermos não deixar dívida grande para as futuras gerações, vamos monetizar esses recursos', afirmou o ministro.

    IVA

    O ministro destacou que o governo gostaria de um imposto único sobre bens e serviços, mas que entende que não há como o Executivo fazer essa imposição.

    Foi dentro dessa lógica que o governo enviou ao Congresso, em sua primeira perna da reforma tributária, apenas a unificação de PIS e Cofins, que são federais, num imposto sobre valor agregado (IVA) que batizou de Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), disse Guedes.

    A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45, que já era analisada pelos parlamentares, também coloca o ICMS (estadual) e ISS (municipal) sob o guarda-chuva de um IVA mais amplo.

    'Criamos o nosso IVA dual para acoplar com o dos Estados e olhamos para os municípios com muita compreensão. Gostaríamos muito que estivéssemos todos juntos num imposto único, seria muito eficiente e nós apoiamos essa reforma ampla', disse Guedes.

    'Porém apoiamos também a decisão do prefeito: ele decide quando vem e se quer vir', complementou.

    Sobre os outros planos para a reforma tributária, o ministro reiterou que o governo não pretende aumentar impostos, mas realizar a troca de bases.

    Ele mencionou a desoneração da folha, ao falar da redução de alíquotas para que as empresas gerem empregos, e também citou a instituição de imposto sobre dividendos.

    PACTO FEDERATIVO

    O ministro também voltou a fazer um apelo pela desindexação do Orçamento, dentro da PEC do Pacto Federativo, alegando que este é o caminho para que o teto de gastos seja respeitado.

    'Se você tem um teto e não tiver as paredes, que são as reformas, o teto cai. E se você tem um teto, e o chão sobe, porque as despesas obrigatórias estão indexadas, é questão de tempo, vão furar teto também', disse.

    Guedes afirmou que a aprovação da PEC seria ato de coragem do Legislativo, já que abriria caminho para a classe política reassumir o orçamento pela desvinculação, desindexação e desobrigação de gastos.

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia 6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    Sample é um termo bastante conhecido no mundo da música, especialmente por compositores, cantores e gravadoras. Mas a verdade é que isso talvez seja algo que esteja guardado apenas para os profissionais da área. Sendo assim, esta matéria foi preparada para informar o leitor, com uma linguagem fácil para todos tenham conhecimento.

    A criação de uma música é muito mais complicada e detalhada do que o ouvinte comum acha. O glamour para os cantores e bandas, como premiações, discos de ouro e platina são apenas o final de um trabalho longo e extenso. Como, sabemos que para uma produção de música, uma equipe com vários profissionais é acionada.

    Para entender o sample, devemos voltar lá na origem do artificio, que teve notoriedade na década de 80, justamente com o crescimento das músicas eletrônicas e os arranjos, em versões de remix.

    Por mais moderno que possa parecer, uma técnica de samplear as faixas musicais são muito mais antigas do que pensamos. As primeira tentativas e estudos originaram o termo, surgiram na década de 40.

    Os franceses teóricos da música Pierre Schaefer e Pierry Henry, foram os pioneiros na preparação da chamada Musique Concrèt, que em resumo é arte de modificar um som.

    Como o próprio diz, o significado de Sample, do inglês para o português é basicamente “amostra”, e essa amostra é uma forma utilizada pelos produtores, em uma criação musical. Diferente do remix, o sample é uma base de um faixa já existente. Para deixar mais fácil para o entendimento.

    Quando um musico pega um violão para compor as primeiras notas de uma obra, ele levará para uma gravadora e produtor musical, e incluir aquele curto trecho instrumental na canção. Essa gravação do violão é uma amostra fica gravada, para o inicio da criação.

    O Sample não está limitado apenas nas gravações instrumentais, mas as vozes são muito presentes também. Muitos produtores usam de uma musica já existente para a elaboração de uma nova.

    Por isso, em algumas situações, é notório quando o ouvinte aprecia uma canção, e assemelha a mesma com outra. Assim, ‘samplear’ pode ser considerado uma forma de homenagear o criador.

    Músicas que utilizam sample

    Madonna - 'Hung Up'

    Do ritmo conhecido e apreciado por muitos, o single ‘Gimme ,Gimme, Gimme’ da banda aclamada ABBA, a diva Madonna, não economizou na homenagem ao grupo sueco. ‘Hung Up’ virou de fato um sucesso em 2005, e talvez poucos sabiam dessa similaridade.



    Confira a versão do ABBA:



    Beyoncé - 'All Night'

    A base feita pela estrela Beyoncé em ‘All Night’ foi de fato uma bela combinação com ‘Spottieottiedopaliscious’. A canção original veio da dupla de rappers americanos, Outkast.



    Confira a versão da dupla Outkast:



    Jennifer Lopez - 'Jenny From The Block'

    O grupo americano de hip hop, The Beatnuts, emprestou um de seus exemplares, ‘Watch Out Now’, para a cantora, compositora e atriz Jennifer Lopez. A batida presente na canção da J.Lo é mais um exemplo da utilização do sample. E vale ressaltar que isso não falta de criatividade, e sim uma admiração e homenagem.



    Confira a versão do grupo The Beatnuts:



    Ariana Grande - '7 Rings'

    Ariana Grande voltou ao passado e utilizou 'My Favorite Things', do clássico 'A Noviça Rebelde' em sua música "7 Rings".    

    16 H
    1. Home
    2. noticias
    3. fundo para garantir perdas em …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.