Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Governo brasileiro parabeniza socialista Luis Arce por vitória eleitoral na Bolívia

    Placeholder - loading - news single img
    Presidente eleito da Bolívia Luis Arce durante entrevista à Reuters em La Paz 20/10/2020 REUTERS/Ueslei Marcelino

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Eduardo Simões

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores parabenizou no final da noite de sexta-feira o socialista Luis Arce por sua vitória na eleição presidencial da Bolívia, realizada no último domingo, e afirmou que o governo do presidente Jair Bolsonaro está disposto a trabalhar com as novas autoridades bolivianas.

    Arce venceu a eleição de domingo já no primeiro turno. Na segunda-feira, Carlos Mesa, que ficou com a segunda posição, reconheceu a vitória de Arce, que é do Movimento ao Socialismo (MAS), partido do ex-presidente Evo Morales. Também na segunda, a Organização dos Estados Americanos (OEA), que atuou como observadora no pleito, também apontou a vitória do socialista.

    A apuração oficial, entretanto, foi concluída somente na sexta e apontou vitória em primeiro turno de Arce com 55,1% dos votos.

    'O governo brasileiro felicita os senhores Luis Alberto Arce Catacora e David Choquehuanca por sua eleição à Presidência e Vice-Presidência do Estado Plurinacional da Bolívia e saúda o povo e o governo bolivianos pela realização do processo eleitoral em clima de tranquilidade e harmonia, para cujo êxito contribuiu a atuação independente do Tribunal Supremo Eleitoral na contagem oficial dos votos, bem como a atitude democrática e construtiva do governo da presidente Jeanine Áñez', afirma a nota do Itamaraty.

    'O governo brasileiro afirma sua disposição de trabalhar com as novas autoridades bolivianas com vistas à implementação de iniciativas de interesse comum e no âmbito dos laços de amizade, vizinhança e de cooperação que unem os dois países e seus povos.'

    A vitória de Arce representa a volta do MAS ao poder na Bolívia, depois de Morales, que governou o país por quase 14 anos, deixar o país no ano passado em meio a pressões e a protestos por causa da contestação de uma eleição que ele afirma ter vencido, mas críticos apontam que houve fraude. Morales afirma ter sido vítima de um golpe da direita.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. governo brasileiro parabeniza …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.