Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Heinz faz recall de produtos com presença de bactérias

    244 caixas de "milho verde tetra recart 200g", da marca Quero tiveram que ser devolvidas à fabricante

    Placeholder - loading - news single img
    Os milhos fabricados em 8/01/2020 podem náuseas, vômitos e infecção intestinal. Crédito da imagem: iStock

    Publicada em  

    A fabricante de produtos alimentícios Heinz Brasil convocou seus clientes a devolverem 244 caixas do produto "milho verde tetra recart 200g", da marca Quero por risco de presença de bactérias. Geralmente, o “recall” é feito quando a empresa detecta algum defeito na fabricação.

    De acordo com a companhia, os milhos enlatados - fabricados em 8/01/2020 entre 06:30 e 23:00 e válidos até 31/07/2021 – possuem possíveis bactérias que podem causar náuseas, vômitos e infecção intestinal, principalmente em pessoas com baixa imunidade.

    A bactéria presente no lote L08 Val 07/2020 foi detectada ainda na fábrica, por isso, a empresa logo fez um comunicado de recall voluntário em seu próprio site.

    Até o momento, não houve queixa ou caso de contaminação.

    Em nota, a Heinz “recomenda que os produtos envolvidos nesta campanha não sejam consumidos". A fabricante ainda reitera que os produtos afetados serão substituídos gratuitamente, entrando em contato com a empresa através do SAC ou do site da companhia.

    Vale lembrar que em maio de 2017, a Heinz Brasil anunciou um recall de mais de 22 mil unidades de molho de tomate. A empresa anunciou que os produtos não estavam de acordo com as regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

    No entanto, a inconformidade dos produtos alimentícios retirados dos clientes foi divulgada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça e Segurança Pública que constataram a “existência de fragmentos de pelo de roedor acima do limite máximo de tolerância".

    Na época, a Senacon informou que após perícia o resultado foi insatisfatório ao detectar matéria estranha indicativa de risco à saúde humana.

    Essa situação já havia acontecido um ano antes, quando a Anvisa interditou um lote de extrato de tomate da Heinz. A Agência de Vigilância Sanitária encontrou pelos de roedores em amostras do produto.

    No mesmo ano, 2016, a Anvisa também proibiu a venda e distribuição de quatro marcas de extrato de tomate: Amorita, Predilecta, Aro e Elefante. A intervenção aconteceu pelo mesmo motivo: resíduo de ratos.

    O molho de tomate do lote 030903 da Pomarola, com validade até 31 de agosto de 2017, também tinha pelo de rato.

    Em casos como esses, o Procon (Proteção e Defesa do Consumidor) orienta que os consumidores que encontrarem sujeira, objetos ou qualquer outro problema nos alimentos comprados têm direito ao ressarcimento do valor. O cliente também pode denunciar o caso à Vigilância Sanitária local, responsável por analisar o lote do produto e suspender a comercialização se necessário.

    1. Home
    2. noticias
    3. heinz faz recall de produtos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.