alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    IGP-DI desacelera alta a 1,48% em junho, mas alimentos seguem pressionados, diz FGV

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Atualizada em

    (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) desacelerou a alta a 1,48 por cento em junho ante 1,64 por cento no mês anterior, mas os preços de alimentos seguiram pressionados, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira.

    O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI), que responde por 60 por cento do indicador todo, abrandou a alta para 1,67 por cento em junho, de 2,35 por cento no mês anterior, com destaque para o movimento nos preços de matérias-primas brutas. O aumento dos preços desses produtos ficou em 0,89 por cento em junho contra 2,80 por cento em maio.

    No varejo, o movimento foi contrário, uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-DI) avançou no período 1,19 por cento, ante elevação de 0,41 por cento em maio. O IPC-DI corresponde a 30 por cento do IGP-DI.

    A principal contribuição para o avanço da taxa do IPC partiu dos alimentos, que apuraram alta de 1,59 por cento no mês passado contra acréscimo de 0,24 por cento em maio. Nesta classe de despesa, o destaque foi para o item laticínios, cuja taxa de avanço passou de 1,60 para 5,70 por cento.

    O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI) registrou alta de 0,97 por cento no mês, sobre 0,23 por cento antes.

    O IGP-DI é usado como referência para correções de preços e valores contratuais. Também é diretamente empregado no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) e das contas nacionais em geral.

    (Por Paula Arend Laier)

    1. Home
    2. noticias
    3. igp di desacelera alta a 148 …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.