alexametrics
Conectando

    Entre os objetos estaria uma carta de término de namoro escrita por Tupac Shakur

    Madonna impede leilão de seus itens pessoais

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Após entrar com ação judicial em Nova Iorque, Madonna conseguiu impedir que 22 itens pessoais fossem leiloados pela casa de leilões Gotta Have It Collectibles. Entre os objetos estariam um par de calcinhas de cetim usada, um cheque, fotografias e uma escova que contém seu cabelo.

    O item que mais incomodava a artista, no entanto, era uma carta de 1995 em que o rapper Tupac Shakur terminava um relacionamento com ela. Nela, o músico anuncia o fim da relação por considerar que estaria prejudicando a sua carreira.

    “Sinto que devido à minha ‘imagem’ vou desapontar metade das pessoas que fizeram de mim aquilo que sou. Nunca quis magoar-te”, escreveu ele. Caso a carta de Tupac fosse à leilão, poderia chegar ao valor de 347 mil euros.

    Madonna alegou que os objetos foram adquiridos de maneira ilícita pela sua ex-assessora, Darlene Lutz, enquanto a ajudava em uma mudança de residência. "Parece óbvio que Darlene Lutz traiu minha confiança em uma intolerável tentativa de obter minhas posses sem meu conhecimento ou consentimento", afirmou a rainha do pop.

    A cantora ainda diisse ao juiz que considera ofensivo a venda de alguns itens, em especial da escova de cabelo. “Eu sei que o meu DNA pode ser extraído de um cabelo. É absurdo e ofensivo que o meu DNA possa ser vendido”, alegou a cantora de 58 anos.

    A casa Gotta Have It Collectibles está proibida de vender os objetos da artista o dia 6 de setembro, quando acontecerá outra audição do caso.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.