alexametrics
Conectando

    Maior parte da população tem acesso a propagandas e ações contra o cigarro

    A Lei Antifumo entrou em vigor em dezembro de 2014, ela proíbe o consumo do produto em locais fechados.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou recentemente um relatório sobre o cigarro. Segundo o texto, há um aumento no número de países mobilizados em campanhas políticas para o controle do tabagismo, através de advertências gráficas nos produtos e proibições de publicidade.

    A organização informou que aproximadamente 63 por cento da população mundial (4,7 bilhões de pessoas) estão protegidas por pelo menos uma medida pública contra o tabagismo.

    O número, segundo a OMS, quadruplicou desde 2007, quando apenas 1 bilhão de pessoas conheciam projetos contra o cigarro. Mesmo assim,, a indústria segue dificultando os esforços dos governos para aplicar as intervenções, segundo o informe publicado.

    "Os governos de todo o mundo não devem perder tempo em não incorporar todas as disposições do Convênio Marco para o Controle do Tabaco em seus programas e suas políticas nacionais", disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

    Vigiar o consumo de tabaco e as políticas de prevenção, proteger a população da fumaça do cigarro, oferecer ajuda para o abandono do tabagismo, advertir os perigos do cigarro, fazer cumprir as proibições sobre publicidade, promoção e patrocínio do tabaco e aumentar os impostos sobre o tabaco são as estratégias de apoio às medidas de redução estabelecidas em 2008.

    O cigarro é o quarto produto com mais impostos no Brasil. A Lei Antifumo entrou em vigor em dezembro de 2014 e proíbe o consumo do produto em locais fechados. A medida mais recente anunciada pela Anvisa, em maio deste ano, pretende deixar ainda mais fortes e claros os avisos nos maços, com frases mais impactantes.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.