alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Michigan é o primeiro estado dos Estados Unidos a proibir cigarro eletrônico

    A proibição aconteceu nesta semana.

    Placeholder - loading - news single img
    Cigarro eletrônico (Foto: Pixabay)

    Publicada em  

    Nesta semana, Michigan se tornou o primeiro estado dos EUA a proibir a venda de cigarros eletrônicos com vaporizadores de nicotina aromatizados. Alguns críticos vêm afirmando que estes produtos podem ser os principais responsáveis pela epidemia de cigarros eletrônicos por jovens.

    "Como governador, minha prioridade número um é manter nossos filhos em segurança", disse a governadora Gretchen Whitme em comunicado nesta quarta-feira. “E agora, as empresas que vendem produtos vaping estão usando sabores de doces para prender as crianças com nicotina e alegações enganosas para promover a crença de que esses produtos são seguros. Isso acaba hoje”, finalizou.

    Uma pesquisa mostra que estes produtos com sabor são mais atraentes para os mais jovens do que para os adultos – o vaping é um hábito que cerca de um quinto dos EUA estudantes do ensino médio relataram no ano passado. Em março, a Food and Drug Administration propôs a proibição de venda de produtos aromatizados em lojas de varejo sem restrição de idade.

    A decisão também proíbe a publicidade que usa termos como 'limpo', 'seguro' e 'saudável', que perpetuam a crença de que esses produtos são inofensivos, de acordo com um comunicado do escritório de Whitmer.

    O quão prejudicial ou inofensivo é o cigarro eletrônico é uma fonte de grande debate na comunidade médica. Como aquecem a nicotina líquida, em vez de queimar tabaco, os cigarros eletrônicos produzem menos produtos químicos e subprodutos que causam câncer do que os cigarros tradicionais. Isso pode torná-los uma alternativa melhor que os cigarros - mas a maioria dos médicos concorda que eles não são totalmente seguros.

    Pesquisas preliminares sugerem que eles podem aumentar o risco de doenças cardíacas e pulmonares, e as autoridades federais de saúde estão atualmente investigando mais de 200 doenças respiratórias aparentemente associadas ao vaping.

    A proibição de emergência de Michigan deve entrar em vigor nos próximos 30 dias e durará seis meses antes de ser potencialmente renovada por mais seis meses, relata o Washington Post.

    Para entender melhor toda a polêmica que gira em torno do cigarro eletrônico, a Antena 1 já abordou o tema aqui.

     

    1. Home
    2. noticias
    3. michigan e o primeiro estado …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.