alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Novo estudo confirma os benefícios do abacate à saúde

    O enfoque do estudo foi a polpa da fruta, mas outras pesquisas já analisaram os efeitos das folhas, cascas, óleos e sementes.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo estudo publicado no jornal Phytotherapy Research, o consumo de abacate ajuda a prevenir fatores de risco para doenças cardíacas e diabetes, como pressão alta, nível alto de triglicérides e maior circunferência abdominal. A nova pesquisa levou em conta os resultados de 129 estudos já publicados. A maior parte deles envolvia o consumo da poupa da fruta, mas outros também analisaram os efeitos das folhas, cascas, óleos e sementes.

    Os especialistas concluíram que o consumo do abacate pode influenciar aspectos como o nível de colesterol ruim, o colesterol bom, triglicérides, colesterol total e fosfolipídeos. A fruta pode, em outras palavras, agir na prevenção dos sintomas da síndrome metabólica, que incluem fatores de risco para problemas cardíacos e diabetes.

    Considerado um superalimento pela maioria dos estudos, o recomendado é comer o abacate diariamente. Por ser rico em gordura saudável e bastante denso, o alimento proporciona maior saciedade, ajudando no combate ao acúmulo de gordura no abdômen. Além disso, o abacate também é uma boa fonte de antioxidantes, fibras, vitaminas e minerais.

    Além das formas mais comuns de consumo, como na vitamina ou no guacamole, é possível comer o alimento acompanhado de torradas e saladas, como recheio de sanduíches, omeletes e sopas.  O abacate ainda pode ser um substituto para a manteiga em receitas e sua cremosidade pode servir de base para sobremesas e pudins.

    O estudo analisou todas as partes da fruta, mas por enquanto o recomendado é consumir apenas a polpa. Ainda não se sabe o suficiente sobre a segurança em comer a semente e a casca.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. novo estudo confirma os …
    6. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.