Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Novo medicamento promete revolucionar tratamento do câncer de próstata

    Já utilizado para o tratamento da doença nas mamas e no pulmão, ele é capaz de identificar as células do tumor pelo seu DNA.

    Placeholder - loading - news single img
    Lupa aumentando a palavra "câncer" em um jornal (Foto: Pixabay)

    Publicada em  

    O olaparibe pode se tornar um tratamento revolucionário para o câncer de próstata. Trata-se do primeiro remédio geneticamente direcionado para combater a doença, afirmam especialistas.

    O medicamento de precisão já é usado pelo NHS, no Reino Unido, para o câncer de ovário e é considerado revolucionário pelos oncologistas. Em ensaios, ele diminuiu o crescimento do tumor em homens com câncer de próstata avançado.

    Especialistas dizem que ele poderá ser disponibilizado aos pacientes nos próximos dois anos.

    Medicina de precisão

    O olaparibe, também chamado Lynparza, atua visando e matando células cancerígenas com código genético defeituoso, poupando células normais com DNA saudável. Não funciona para todos com câncer de próstata, mas é eficaz para alguns homens com a doença, dizem os pesquisadores.

    Os pacientes podem ser testados para ver se eles têm os erros genéticos que a droga pode atacar - genes defeituosos de reparo do DNA, incluindo BRCA1 e BRCA2.

    Essa abordagem de precisão significa que os pacientes com maior probabilidade de benefício serão tratados, poupando-os de possíveis efeitos colaterais de outros medicamentos que podem não funcionar tão bem para eles.

    Os médicos compararam o olaparibe com outros dois medicamentos para próstata comumente prescritos (tratamentos hormonais chamados abiraterona e enzalutamida). O primeiro pareceu atrasar o crescimento do câncer em meses, o que significa que os homens possam sobreviver por mais tempo, mesmo quando sua doença está avançada. Eles estarão monitorando os pacientes para confirmar isso.

    Sobre câncer de próstata

    Um em cada oito homens será diagnosticado com câncer de próstata durante a vida. Afeta principalmente homens com mais de 50 anos e o risco aumenta com a idade.

    Nem todos esses tumores precisam de tratamento imediato. Se o câncer está em um estágio inicial e não causa sintomas, os médicos podem sugerir um monitoramento cuidadoso.

    Alguns casos são mais agressivos e precisam de tratamento, mas podem ser curados se detectados precocemente. Outros casos só podem ser diagnosticados numa fase tardia, quando o câncer se espalhou e não pode ser curado.

    Todos os tratamentos, incluindo o olaparibe, podem ter efeitos colaterais.

    O professor Johann de Bono, do Instituto de Pesquisa do Câncer de Londres, que coliderou o estudo, disse ser “essencial que nos tornemos mais inteligentes na maneira como tratamos o câncer de próstata, para que todo homem receba o tratamento que será necessário e que trará maior benefício para eles".

    O Dr. Matthew Hobbs, da instituição de caridade Prostate Cancer UK, disse que “o resultado extremamente empolgante representa uma revolução no tratamento do câncer de próstata. Finalmente, traz o medicamento contra o câncer de próstata para o século XXI, oferecendo-nos, pela primeira vez, uma terapia que faz uso de testes genéticos do tumor para descobrir quais homens serão beneficiados”.

    "Esse tipo de abordagem de medicina de precisão já é usada para tratar outros tipos de câncer, e esperamos que o olaparib se torne o primeiro de muitos tratamentos para o câncer de próstata, com base nesse tipo de entendimento detalhado do tumor de um homem".

    O professor Nicholas James, da Cancer Research UK, disse que “ajustar o tratamento do câncer de acordo com as falhas genéticas específicas de um tumor é uma parte essencial do tratamento de câncer de mama, pulmão ou pele, para citar alguns, e nos ajudou a oferecer aos pacientes os tratamentos mais eficazes”.

    As informações são da BBC News.

    1. Home
    2. noticias
    3. novo medicamento promete …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.