alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    O primeiro resfriado de um bebê

    Se o pequeno tiver diferentes bactérias no nariz, estudo indica que ele pode melhorar de forma mais veloz

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Pesquisa do exterior, publicada no ERJ Open Research, apontou que bebês que nascem com uma grande variedade de bactérias no nariz podem se recuperar mais rapidamente do primeiro resfriado.


    O achado poderá ajudar a combater os resfriados comuns, causados por vírus. Mas, os cientistas visam entender como a doença pode ser afetada por bactérias naturais no trato respiratório.

    O estudo pode indicar o porquê as crianças, que ficam muito resfriadas, têm mais risco de desenvolver asma depois.

    Segundo o Dr Roland P Neumann da Universidade Hospital da Criança, em Basel, na Suíça, o trato respiratório é a casa de uma grande variedade de bactérias e eles estão começando a entender que os tipos e números delas- chamadas de microbiota – podem influenciar na saúde respiratória.

    Os estudiosos se basearam em amostras colhidas de 167 bebês.

    O material foi coletado quando os pequenos desenvolveram os sintomas do primeiro resfriado – e depois de novo, três semanas depois.

    Os cientistas analisaram os itens testando a presença do vírus respiratório, como o resfriado comum, e os tipos e números de bactérias presentes. Eles, também consideraram outros fatores que podem afetar os problemas respiratórios.

    Os pesquisadores têm sugerido duas possíveis explicações para isso:  

    1- A presença de certas bactérias ocasiona inflamação e piora os sintomas


    2- Um grupo mais diverso de bactérias oferece efeito protetivo contra infecções respiratórias

     

    1. Home
    2. noticias
    3. o primeiro resfriado de um …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.