Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    OMS faz reunião para avaliar nova variante e adverte contra restrições de viagem

    Placeholder - loading - Logo da OMS do lado de fora de sede da entidade em Genebra 06/04/2021 REUTERS/Denis Balibouse
    Logo da OMS do lado de fora de sede da entidade em Genebra 06/04/2021 REUTERS/Denis Balibouse

    Publicada em  

    Por Stephanie Nebehay

    GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou os países, nesta sexta-feira, contra a imposição precipitada de restrições de viagens relacionada à nova variante B.1.1.529 da Covid-19, dizendo que as nações devem adotar uma 'abordagem científica e baseada no risco'.

    Uma reunião a portas fechadas de especialistas em Genebra, convocada pela OMS, começou ao meio-dia (horário local) para avaliar a nova variante B.1.1.529 da Covid-19 e designá-la como uma variante de interesse ou uma variante de preocupação, disse o porta-voz Christian Lindmeier.

    Autoridades globais reagiram com alarde nesta sexta-feira à nova variante do coronavírus detectada na África do Sul, com a UE e o Reino Unido entre aqueles que endureceram os controles na fronteira, enquanto cientistas buscam descobrir se a mutação é resistente às vacinas.

    'Neste ponto, a implementação de medidas (restritivas) de viagens está sendo advertida contra', disse Lindmeier em uma coletiva de imprensa da ONU em Genebra. 'A OMS recomenda que os países continuem aplicando uma abordagem científica e baseada no risco ao implementar medidas (de restrição) de viagem.'

    Levaria várias semanas para determinar a transmissibilidade da variante e a eficácia das vacinas e tratamentos contra ela, disse ele, observando que 100 casos da variante foram confirmados até agora.

    As pessoas devem continuar usando máscaras sempre que possível, evitar grandes aglomerações, ventilar as salas e manter a higiene das mãos, acrescentou Lindmeier.

    Mike Ryan, diretor de emergência da OMS, elogiou as instituições de saúde pública sul-africanas por captarem o sinal da nova variante, reportado à agência da ONU em 11 de novembro.

    Mas ele alertou que, embora alguns países tenham sistemas posicionados para isso, a situação em outros lugares muitas vezes não é clara.

    'Portanto, é realmente importante que não haja respostas automáticas aqui. Especialmente em relação à África do Sul', disse ele. 'Porque vimos no passado, no minuto em que há qualquer menção a qualquer tipo de variante, todo mundo começa a fechar fronteiras e restringir viagens.'

    Maria van Kerkhove, líder técnica da OMS no combate à Covid-19, disse que já foram encontradas quase 100 mutações da variante.

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. oms faz reuniao para avaliar …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.