Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

Oposição protocola requerimento para criação da CPI do MEC no Senado

Placeholder - loading - Edifício do Ministério da Educação, em Brasília 23/03/2022 REUTERS/Ueslei Marcelino
Edifício do Ministério da Educação, em Brasília 23/03/2022 REUTERS/Ueslei Marcelino

Publicada em  

Atualizada em  

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), anunciou que o requerimento de criação de uma CPI para apurar denúncias de corrupção no Ministério da Educação foi protocolado nesta terça-feira com 30 assinaturas.

Na véspera, Randolfe havia dito que o requerimento tinha 28 assinaturas, mas tinha expectativa de conseguir mais até esta manhã, o que acabou se concretizando.

Protocolado o pedido na Secretaria-Geral da Mesa do Senado, as assinaturas dos senadores agora serão conferidas. O pedido de criação é então lido em plenário, momento a partir do qual conta-se um prazo para a eventual retirada de assinaturas: até a meia-noite do dia da leitura.

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) tem pouco poder de punir eventuais envolvidos, mas pode causar estragos à imagem e ao capital político, um dos principais temores do governo diante da proximidade das eleições.

A oposição começou a se mobilizar pela coleta de assinaturas para a criação da CPI após as primeiras denúncias, que vieram à tona no final de março, sobre eventual tráfico de influência e suposta cobrança de propina por parte de pastores --que teriam trânsito na pasta a pedido do presidente Jair Bolsonaro-- para a liberação de recursos, a destinação irregular de verbas e superfaturamento em compra de ônibus.

Parte das suspeitas de irregularidades recaem sobre o agora ex-ministro da pasta Milton Ribeiro, que chegou a ser preso preventivamente pela Polícia Federal na semana passada. Ribeiro e outros suspeitos foram liberados por um desembargador do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1).

Essa não é a primeira vez que Randolfe alcança o mínimo exigido de apoio para a criação dessa CPI, que é de 27 assinaturas. Pouco antes do feriado de Páscoa, o senador anunciou ter conseguido 27 assinaturas, mas o número foi reduzido após intensa atuação do governo.

A prisão do ex-ministro, no entanto, deu força novamente à tentativa de criação da CPI.

BASE ALIADA

Numa tentativa de se contrapor ao pedido da oposição, o líder do governo no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), enviou um ofício ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), em que cobra que ele faça a leitura de outro pedido de CPI, de obras inacabadas do MEC entre os anos de 2006 e 2018 -- a maior parte em gestões petistas.

A intenção de aliados do Palácio do Planalto é tentar atrasar ou até mesmo inviabilizar a CPI do MEC sobre o governo Bolsonaro às vésperas das eleições.

O governista alegou que o pedido para se criar essa comissão foi apresentado em 12 de abril com as 27 assinaturas, número mínimo regimental para sua apresentação.

'Nessa linha, a omissão da leitura do mencionado Requerimento fere o direito dos parlamentares que apoiam o pleito. Trata-se de garantia que decorre da cláusula do Estado Democrático de Direito. Por esse motivo, a sua efetividade não pode estar condicionada à vontade, senão daqueles senadores que firmaram o pedido de CPI e que cumpre todos os requisitos constitucionais', disse Portinho, no documento.

'Levando em consideração que cada senador poderá ocupar 1 (um) assento em no máximo 2 (duas) CPIs, é de suma importância que a leitura, instalação e indicação dos membros para a sua composição obedeça a ordem cronológica de apresentação dos respectivos Requerimentos, sob pena de ferir princípios constitucionais, em especial o Princípio da Isonomia', completou.

Na prática, se isso ocorrer, pode ser que a CPI apresentada por governistas venha a ser instalada antes que a da oposição.

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia Dia dos Pais: artigos de luxo para presentear

Dia dos Pais: artigos de luxo para presentear

No segundo domingo de agosto celebramos no Brasil o Dia dos Pais, com intuito de prestigiar e homenagear a figura paterna que é tão especial na vida de um filho. Com certeza é uma das datas comemorativas mais especiais.

Além de desfrutar da companhia de seu pai, um presente sempre é uma boa pedida. Porém são tantas opções, que selecionamos itens das marcas de luxo mais renomadas para te ajudar a escolher o presente perfeito. Afinal, seja qual for o estilo do seu pai, uma pessoa especial merece um presente especial.   

Bulgari

A Bulgari, traz muitas opções de relógios, anéis e pulseiras excêntricas. O Octo Finissimo, um relógio de design audacioso e alta precisão, sintetizando com sofisticação e simplicidade, reúne a criatividade do design italiano e o talento da relojoaria, perfeito para o pai amante dos relógios!

Já o anel da coleção B.Zero1, inspirado no anfiteatro mais famoso do mundo – o Coliseu – e a pulseira Serpenti Viper, ambos em ouro branco 18K, são ótimas opções para os mais modernos. 

  

Bottega Veneta

A seleção da Bottega Veneta conta com itens super descolados e práticos. A sandália Band é feita 100% em borracha, fazendo dela extremamente confortável.

A Padded Tech Cassette (versão mais esportiva da Padded Cassette) carrega o Intrecciato em uma versão macro em nylon, com o tamanho ideal para acomodar a carteira e as chaves de forma estilosa e segura.

Por fim, a capinha de AirPod em silicone, que também possui o padrão do Intrecciato da marca, é o item perfeito para os pais apaixonados por tecnologia. 

  

Salvatore Ferragamo

A marca italiana, Salvatore Ferragamo, possui peças para os mais variados estilos. Para o pai de negócios, uma pasta de trabalho em couro caramelo com o fecho Gancini prateado, um item elegante para acrescentar no dia a dia do seu pai.

Para o pai jovial, um High-top Sneaker, tênis de cano alto inspirado nos anos 90 com um padrão Gancini em 3D, branco, discreto e versátil.

E por fim, para o pai mais moderno, que adora seguir uma moda, um óculos de sol com armação modelo Navigator em aro de metal e detalhe colorido na ponte que confere um toque de estilo. 

  

TAG Heuer

A relojoaria suíça TAG Heuer apresenta opções luxuosas surpreendentes. O TAG Heuer Aquaracer Professional 300 Orange Diver, é robusto, recém-lançado e perfeito para os amantes do esporte.

O TAG Heuer Carrera é sofisticado, forte e contemporâneo, e representa a expressão mais elegante do Carrera.

Já o TAG Heuer Connected Golf Edition é o novo e redesenhado relógio da linha Connected. Feito para os golfistas e para oferecer o máximo em elegância e desempenho esportivo no Green, o relógio adiciona tecnologia a cada tacada. 

  

Christian Louboutin

Para finalizar essa lista com chave de ouro, nada mais especial do que presentear com opções de Christian Louboutin, grife francesa famosa por seus sapatos com sola em um luxuoso tom de vermelho.

O tênis em cano alto Louis Velour se sobressai com um tom vinho em textura de veludo, disponível por R$ 6.140. A bota Our Georges traz um solado tratorado com detalhe de fivela em CL – remetendo a Christian Louboutin - disponível por R$8.560.

Para os mais clássicos a o mocassim tradicional vem com um toque de uma das assinaturas de Louboutin, os spikes, disponível por R$6.510. 

 Dados retirados do release da assessoria de imprensa Suporte Comunicação.


Veja também: #TBT:JOHN LENNON GRAVAVA SEU ÚLTIMO ÁLBUM, “DOUBLE FANTASY”, EM 1980

AS 5 CAPAS DE ÁLBUM MAIS ICÔNICAS DA HISTÓRIA

1 D
  1. Home
  2. noticias
  3. oposicao protocola …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.