Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Painel da FDA prepara terreno para autorização da vacina da Moderna

    Placeholder - loading - news single img
    31/10/2020 REUTERS/Dado Ruvic/Foto ilustrativa

    Publicada em  

    Por Manas Mishra e Manojna Maddipatla

    (Reuters) - Um painel de conselheiros externos da FDA, agência norte-americana de medicamentos e alimentos, endossou nesta quinta-feira o uso emergencial da vacina contra coronavírus da Moderna Inc’s, virtualmente assegurando uma segunda opção para a proteção contra a Covid-19 no país devastado pela pandemia.

    O comitê votou por 20 x 0, com uma abstenção, que os benefícios da vacina são maiores do que os seus riscos em pessoas com mais de 18 anos, uma semana depois de o mesmo painel apoiar a vacina similar da Pfizer Inc e da sua parceira alemã BioNTech SE, o que levou à autorização do uso emergencial da FDA um dia depois.

    A FDA deve conceder a autorização de uso emergencial entre a noite de quinta e a sexta-feira, dando mais uma esperança a um país que perdeu mais de 300.000 vidas para a Covid-19 --com um recorde diário de 3.580 mortes na quarta-feira-- e com uma alta de pacientes ameaçando sobrecarregar hospitais e funcionários da saúde dos EUA.

    A vacina da Moderna deve começar a ser distribuída assim que a FDA der a luz verde. O secretário de Saúde, Alex Azar, afirmou à emissora CNBC, na quinta-feira, que 5,9 milhões de doses foram separadas para os governadores e estão prontas para serem enviadas ao redor do país.

    As vacinas, no entanto, não são a panaceia porque demorarão meses para serem administradas em todo o país, onde o vírus está correndo solto e as medidas de saúde pública, como distanciamento social e uso de máscaras, são rejeitadas por grandes partes da população.

    Ao contrário da vacina da Pfizer, que vem com desafios complexos de distribuição porque precisa ser enviada e armazenada em 70 graus celsius negativos, a da Moderna não exige supercongeladores ou quantidades vastas de gelo seco, tornando mais fácil a distribuição em áreas remotas e rurais.

    Autoridades dos EUA disseram que esperam ter 40 milhões de doses das vacinas da Pfizer/BioNTech e Moderna até o fim do ano --o suficiente para inocular 20 milhões de pessoas. As duas vacinas tiveram efetividade de 95% na prevenção da doença em testes clínicos, sem nenhum problema de segurança sério.

    A primeira leva de doses deve ser reservada aos trabalhadores da saúde que tratam pacientes com Covid-19 e moradores vulneráveis e funcionários de casas de repouso.

    Documentos preparados por cientistas da FDA e publicados antes da reunião afirmavam que o regime de duas doses da vacina da Moderna foi muito efetivo na prevenção de Covid-19 e não causaram nenhum risco de segurança específico.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. painel da fda prepara terreno …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.