Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Pesquisador de HIV diz que não contaria com vacina contra coronavírus tão cedo

    Placeholder - loading - news single img
    Cientista examina células com Covid-19 durante pesquisa de vacina em laboratório em São Petersburgo, na Rússia 20/05/2020 REUTERS/Anton Vaganov

    Publicada em  

    Por Alessandra Galloni

    (Reuters) - Um cientista norte-americano de renome disse na quarta-feira que o governo não deveria esperar que uma vacina bem-sucedida contra a Covid-19 seja desenvolvida em breve ao decidir se relaxa ou não as restrições impostas para conter a pandemia.

    William Haseltine, pesquisador pioneiro de projetos de câncer, HIV/Aids e genoma humano, disse que a melhor abordagem agora é administrar a doença por meio do rastreamento cuidadoso das infecções e de medidas rígidas de isolamento quando ela começa a se disseminar.

    Embora uma vacina contra a Covid-19 possa ser desenvolvida, disse ele, 'eu não contaria com isso'.

    Vacinas desenvolvidas anteriormente para outros tipos de coronavírus não conseguiram proteger as membranas mucosas do nariz, por onde o vírus costuma entrar no corpo, disse.

    Mesmo sem um tratamento ou uma vacina eficiente, o vírus pode ser controlado pela identificação das infecções ao se encontrar pessoas que foram expostas e isolá-las, explicou. Ele fez um apelo para que as pessoas a usem máscaras, lavem as mãos, limpem superfícies e mantenham a distância.

    Ele ainda disse que a China e alguns outros países asiáticos usaram esta estratégia com sucesso, enquanto Estados Unidos e outras nações não fizeram o suficiente para 'isolar à força' todos os que foram expostos ao vírus.

    China, Coreia do Sul e Taiwan se saíram melhor na contenção das infecções, disse, enquanto EUA, Rússia e Brasil se saíram pior.

    Os testes de vacinas experimentais da Covid-19 em animais conseguiram reduzir a carga viral em órgãos como pulmões, mas as infecções permaneceram, detalhou.

    Para o tratamento, pacientes vêm recebendo plasma rico em anticorpos doado por pessoas que se recuperaram da Covid-19, e farmacêuticas estão trabalhando para produzir versões refinadas e concentradas deste soro.

    Conhecidos como globulina hiperimune, estes produtos estão 'onde os primeiros tratamentos verdadeiros estarão', disse Haseltine, prevendo sucesso também na pesquisa de anticorpos monoclonais que detectam e neutralizam a capacidade do vírus de entrar nas células humanas.

    ((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. pesquisador de hiv diz que …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.