Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Posse em Washington normalmente é uma festa, desta vez é uma cidade fantasma com soldados

    Placeholder - loading - Local da posse do democrata Joe Biden na Presidência dos EUA, em Washington 19/01/2021 Susan Walsh/Pool via REUTERS
    Local da posse do democrata Joe Biden na Presidência dos EUA, em Washington 19/01/2021 Susan Walsh/Pool via REUTERS

    Publicada em  

    Por David Lawder e Jonathan Landay

    WASHINGTON (Reuters) - Washington é uma fortaleza armada, cercada por arame farpado e por 25.000 soldados da Guarda Nacional antes da posse do presidente eleito, Joe Biden, na quarta-feira, um forte contraste com as cerimônias anteriores, quando a capital dos Estados Unidos era palco de dias de celebração.

    A pandemia de Covid-19 já havia cancelado os bailes tradicionais. Agora, o National Mall está fechado ao público devido às ameaças de violência de grupos que atacaram o Capitólio dos EUA em 6 de janeiro. Quase nenhum público testemunhará pessoalmente a passagem de poder.

    'É como uma cidade fantasma, mas com soldados', disse Dana O'Connor, que caminhou com o marido passando por barreiras de concreto perto da Casa Branca no domingo. 'É assustador. Parece sobrenatural.'

    As posses anteriores chegaram a atrair mais de um milhão de espectadores ao National Mall, para assistir à cerimônia em telas gigantes de televisão e ao novo presidente desfilando a pé do Capitólio até a Casa Branca. Bailes e festas em salões de convenções e hotéis em toda a cidade homenageavam os convidados com champanhe e música de estrelas de primeira linha.

    As posses presidenciais são normalmente eventos de alta segurança, com detectores de metal nos principais pontos de entrada, zonas restritas com identificação e a Guarda Nacional complementando a atuação de autoridades locais e federais. Mas o nível de precaução este ano não tem precedentes.

    A prefeita de Washington, Muriel Bowser, disse no domingo que as autoridades não tinham escolha a não ser aumentar a segurança após o ataque mortal ao Capitólio.

    'Não queremos ver barreiras. Definitivamente, não queremos ver soldados armados em nossas ruas. Mas temos que adotar uma postura diferente', afirmou Bowser no programa 'Meet the Press', da NBC.

    A cidade verá pouco do aumento de 107 milhões de dólares em receita de impostos que uma semana de posse normalmente traz, estima o Downtown DC Business Improvement District.

    Para uma nação que se orgulha de ser uma referência para a democracia em todo o mundo, a posse de Biden parece tudo, menos uma transição pacífica de poder, disse Larry Sabato, diretor do Centro de Política da Universidade da Virgínia.

    'O mundo verá Biden empossado, no meio de um campo militar que não se pode distinguir da Zona Verde', declarou Sabato, referindo-se a uma área no centro de Bagdá que parecia uma fortaleza estabelecida após a Guerra do Iraque.

    Sabato compareceu a todas as posses desde a segunda de Richard Nixon em 1973, e ao juramento de Ronald Reagan em 1985, que foi realizado em ambiente fechado por causa do frio intenso. Mas ele não comparecerá a esta.

    O Serviço Secreto incorporou o termo 'Zona Verde' em seus mapas de segurança de posse, e os moradores do Distrito de Columbia começaram a usar o apelido para a vasta área restrita que vai de dois quarteirões a leste do Capitólio até o Rio Potomac a oeste do Lincoln Memorial.

    O Distrito de Columbia, um dos locais com mais eleitores democratas proporcionalmente dos Estados Unidos, garantiu uma votação de 92% para Biden em novembro, tornando a situação atual ainda mais dolorosa para muitos residentes.

    (Reportagem de David Lawder, Jonathan Landay e Katy Daigle)

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia 6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    Sample é um termo bastante conhecido no mundo da música, especialmente por compositores, cantores e gravadoras. Mas a verdade é que isso talvez seja algo que esteja guardado apenas para os profissionais da área. Sendo assim, esta matéria foi preparada para informar o leitor, com uma linguagem fácil para todos tenham conhecimento.

    A criação de uma música é muito mais complicada e detalhada do que o ouvinte comum acha. O glamour para os cantores e bandas, como premiações, discos de ouro e platina são apenas o final de um trabalho longo e extenso. Como, sabemos que para uma produção de música, uma equipe com vários profissionais é acionada.

    Para entender o sample, devemos voltar lá na origem do artificio, que teve notoriedade na década de 80, justamente com o crescimento das músicas eletrônicas e os arranjos, em versões de remix.

    Por mais moderno que possa parecer, uma técnica de samplear as faixas musicais são muito mais antigas do que pensamos. As primeira tentativas e estudos originaram o termo, surgiram na década de 40.

    Os franceses teóricos da música Pierre Schaefer e Pierry Henry, foram os pioneiros na preparação da chamada Musique Concrèt, que em resumo é arte de modificar um som.

    Como o próprio diz, o significado de Sample, do inglês para o português é basicamente “amostra”, e essa amostra é uma forma utilizada pelos produtores, em uma criação musical. Diferente do remix, o sample é uma base de um faixa já existente. Para deixar mais fácil para o entendimento.

    Quando um musico pega um violão para compor as primeiras notas de uma obra, ele levará para uma gravadora e produtor musical, e incluir aquele curto trecho instrumental na canção. Essa gravação do violão é uma amostra fica gravada, para o inicio da criação.

    O Sample não está limitado apenas nas gravações instrumentais, mas as vozes são muito presentes também. Muitos produtores usam de uma musica já existente para a elaboração de uma nova.

    Por isso, em algumas situações, é notório quando o ouvinte aprecia uma canção, e assemelha a mesma com outra. Assim, ‘samplear’ pode ser considerado uma forma de homenagear o criador.

    Músicas que utilizam sample

    Madonna - 'Hung Up'

    Do ritmo conhecido e apreciado por muitos, o single ‘Gimme ,Gimme, Gimme’ da banda aclamada ABBA, a diva Madonna, não economizou na homenagem ao grupo sueco. ‘Hung Up’ virou de fato um sucesso em 2005, e talvez poucos sabiam dessa similaridade.



    Confira a versão do ABBA:



    Beyoncé - 'All Night'

    A base feita pela estrela Beyoncé em ‘All Night’ foi de fato uma bela combinação com ‘Spottieottiedopaliscious’. A canção original veio da dupla de rappers americanos, Outkast.



    Confira a versão da dupla Outkast:



    Jennifer Lopez - 'Jenny From The Block'

    O grupo americano de hip hop, The Beatnuts, emprestou um de seus exemplares, ‘Watch Out Now’, para a cantora, compositora e atriz Jennifer Lopez. A batida presente na canção da J.Lo é mais um exemplo da utilização do sample. E vale ressaltar que isso não falta de criatividade, e sim uma admiração e homenagem.



    Confira a versão do grupo The Beatnuts:



    Ariana Grande - '7 Rings'

    Ariana Grande voltou ao passado e utilizou 'My Favorite Things', do clássico 'A Noviça Rebelde' em sua música "7 Rings".    

    16 H
    1. Home
    2. noticias
    3. posse em washington …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.