alexametrics
Conectando

    Pequenas medidas melhorariam muito as nossas faculdades mentais.

    Praticar exercícios físicos aumenta qualidade do cérebro

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    A prática regular de exercícios físicos fortalece tanto a massa muscular quanto a cinzenta. “As revisões científicas apontam que a prática diminui o risco de comprometimento cognitivo leve em 35 por cento e o de Alzheimer em 51 por cento”, contextualiza Andrea Camaz Deslandes, profissional de educação física e coordenadora do Laboratório de Neurociência do Exercício da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

    Andrea salienta, entretanto, que não se trata apenas de prevenir doenças. A atividade física também aprimora o funcionamento de um cérebro considerado saudável desde a juventude.

    As células nervosas ganham potência ao serem estimuladas por uma vida movimentada. Em uma análise de oito estudos com voluntários acima de 40 anos, pesquisadores da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, concluíram que o fato de a pessoa não gastar o dia inteiro sentada já está associado a uma melhor performance em testes cognitivos – e a uma menor chance de desenvolver demência.

    Pequenas medidas melhorariam muito as nossas faculdades mentais, como levantar-se da cadeira a cada 30 minutos para dar alguns passos, valorizar as atividades leves, como subir escadas, e checar se não é possível cumprir determinadas tarefas em pé ou mesmo andando.

    Tanto modalidades aeróbicas, como a caminhada ou bicicleta, quanto a musculação conferem destreza à cabeça. E, apesar de as primeiras parecerem ligeiramente mais eficazes, a combinação das duas trouxe melhores resultados.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.