alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    Prefeito de Salvador defende adiamento do carnaval na cidade se não houver vacina para a Covid-19 até novembro

    Buscando evitar ondas de contágio do novo coronavírus, ACM Neto sugeriu que as festividades sejam adiadas para os meses de maio ou junho de 2021

    Placeholder - loading - news single img
    Pronunciamento de ACM Neto feito em Salvador no dia 13/07 - Foto/Divulgação

    Publicada em  

    Se uma vacina contra o novo coronavírus não for disponibilizada no Brasil até o mês de novembro, o carnaval de Salvador poderá ser adiado na capital baiana. É o que defendeu ontem (13) o prefeito da cidade, ACM Neto, alertando para a importância de que a festa só aconteça quando a prefeitura puder garantir segurança à saúde das pessoas, sem correr o risco de promover ondas de contágio da Covid-19.

    Veja mais: Inscrições de voluntários para teste de vacina contra o novo coronavírus já estão abertas em SP

    "Se não houver uma vacina ou se não houver uma clareza em relação à imunidade coletiva até o mês de novembro, então pode ser que a prefeitura não tenha elementos de segurança para manter o carnaval", declarou em coletiva à imprensa. "Caso cheguemos ao mês de novembro sem segurança plena para realizar o carnaval em fevereiro, eu acredito que ninguém vai autorizar que a festa aconteça, eu não autorizaria", acrescentou ACM.

    O prefeito sugeriu que os festejos típicos da cidade sejam adiados para os meses de maio ou junho de 2021, mas sem prejudicar o calendário das festas de São João, celebrações de valor cultural especialmente significativo na região Nordeste.

    "Penso eu que seria uma boa alternativa nós discutirmos o adiamento do carnaval para o final do mês de maio ou começo do mês de junho, sem que ele conflite com o calendário junino", disse. "A gente sabe que os festejos juninos do nordeste são fortes e também não acho que seja justo planejar o carnaval de forma a prejudicar o São João, que já não aconteceu neste ano. O ideal seria buscar o calendário em 2021, quem sabe até identificando feriados que possam ser utilizados, e aí a gente tem a condição de organizar um calendário para o carnaval".

    ACM também declarou que vai dialogar com prefeitos de capitais como São Paulo e Rio de Janeiro com o objetivo de planejar um calendário comum para o carnaval no país.

    Participe do grupo Coronavírus Brasil e receba as principais notícias sobre o assunto em primeira mão.

    1. Home
    2. noticias
    3. prefeito de salvador defende …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.