alexametrics
Conectando

    Quem tem doença autoimune tem mais chances de desenvolver Alzheimer

    De acordo com o Relatório Mundial de Alzheimer, a cada três segundos, uma pessoa é diagnosticada com a doença.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    A cada três segundos, uma pessoa é diagnosticada com demência no mundo. Ainda de acordo com o Relatório Mundial de Alzheimer, o problema deve triplicar até 2050.

    Pesquisadores da Universidade de Oxford se debruçaram sobre a patologia e descobriram que quem tem uma disfunção autoimune apresenta maior probabilidade de padecer do mal.

    Os pesquisadores coletaram dados de hospitais britânicos entre 1998 e 2012, que abrangiam mais de 1,8 milhão de pacientes com uma das 25 condições autoimunes estudadas. Em média, esses indivíduos possuíam um risco 20% maior de sofrerem de demência.

    Algumas doenças apresentaram uma ligação mais forte com os problemas de memória que outras. A ligação mais notável foi com a esclerose múltipla, que aumentava em 97 por cento o risco de déficits cognitivos. Já a psoríase foi ligada a um aumento de 29 por cento na possibilidade de ser diagnosticado com demência.

    A investigação também revelou que os participantes com artrite reumatoide pareciam estar protegidos contra a perda das capacidades mentais. A hipótese dos médicos é que isso acontece pelo uso de anti-inflamatórios não esteroides, que já foram relacionados à redução do risco de Alzheimer em pesquisas anteriores.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

     

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.