alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Saiba como evitar maiores transtornos por causa do fim do horário de verão

    O término do horário de versão é neste fim de semana.

    Placeholder - loading - news single img

    41

    Publicada em  

    Quem vive nos estados onde os relógios tiveram de ser adiantados há pouco mais de três meses, deve agora fazer o contrário, atrasando os ponteiros em uma hora à meia-noite de domingo.

    Apesar de parecer uma mudança pequena, ela pode afetar no funcionamento do organismo, impactando o nosso bem-estar e saúde. "As pessoas pensam que vão ganhar uma hora, acabam ficando acordadas uma hora a mais e perdem o controle do horário de ir dormir. Acabam dormindo menos de sábado para domingo e de domingo para segunda-feira", explica o médico John Araujo, professor titular de Cronobiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

    O sono tem um "efeito reparador" para o nosso corpo, principalmente para o cérebro. Portanto, o acúmulo de deficit de sono tem "os mesmos efeitos de estar embriagado", diz Araujo. "Afeta nossa capacidade de atenção e concentração, reflexos e destreza motora e aumenta a chance de haver acidentes".

    Felizmente, é mais fácil se acostumar ao fim do horário de verão do que ao começo dele. Segundo a neurologista Andrea Barcelar, presidente da Associação Brasileira do Sono, o mesmo acontece quando viajamos. " É mais simples se acostumar com um novo fuso horário e dormir mais tarde quando vamos para oeste, rumo aos Estados Unidos, por exemplo, do que dormir mais cedo quando vamos para o leste, na direção da Europa".

    Mas se você costuma sentir incômodo com a troca de horários, algumas dicas podem ajudar:

    Não programe muitas coisas à noite no fim de semana e, se possível, escureça a casa. "A claridade inibe o sono. Se você estimular um sono precoce, vai estar mais desperto na segunda-feira", diz Araujo.

    A televisão, o computador e o celular devem ser evitados, porque a luz azul na retina atrasa a produção de melatonina, o hormônio do sono.

    Evite atividade física à noite, já que se exercitar ativa o sistema nervoso central, o que nos deixa excitados e dificulta dormir mais cedo.

    Adiante também em uma hora a última refeição, que não deve ser pesada e feita no máximo duas horas antes de deitar para não ir dormir com o estômago cheio demais.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

     

    1. Home
    2. noticias
    3. saiba como evitar maiores …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.