Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

Saiba mais sobre o aedes do bem; que está sendo liberado no Rio de Janeiro

O projeto 'Eliminar a Dengue', da Fiocruz, possui estrutura para produzir semanalmente 10 milhões de ovos do mosquito.

Placeholder - loading - Imagem da noticia "Saiba mais sobre o aedes do bem; que está sendo liberado no Rio de Janeiro"

Publicada em  

Fundação Oswaldo Cruz inicia nova fase de combate à dengue no Rio de Janeiro hoje. Cerca de 1,6 milhão de 'Aedes aegypti do bem', ou seja modificados, contendo bactéria Wolbachia, que reduz significativamente a propagação do vírus transmissor de doenças, serão soltos em bairros cariocas.

O projeto 'Eliminar a Dengue', que termina no final de 2018, conta com estrutura para produzir semanalmente 10 milhões de ovos do mosquito. A expectativa é que a liberação beneficie 2,5 milhões de habitantes.

A liberação em larga escala começa na Ilha do Governador. Também, serão soltos mosquitos modificados no Centro e nas zonas Norte e Sul da cidade. Nessa primeira fase, apenas, a Zona Oeste ficará de fora, de acordo com a prefeitura do Rio de Janeiro.


Segundo especialistas, o mosquito modificado consegue, a partir de sua reprodução, reduzir em 30% a incidência de epidemias nos locais onde foram liberados. Há dois anos atrás, algumas regiões do Rio de Janeiro usaram o método, e em um desses locais, isso impactou na redução de quase 100% de mosquitos com o vírus da dengue. Esse é um projeto australiano, que já foi implementado em 40 localidades no mundo e surtiu efeitos positivos, com a diminuição de epidemias dessas doenças.


De acordo com especialistas, os resultados no ambiente devem levar de três a cinco anos para aparecerem, pois dependem de inúmeros fatores. No entanto, pesquisadores, afirmam que população deve continuar a fazer a sua parte, evitando o acúmulo de água em poças ou recipientes,


Funcionamento


O aedes do bem propicia uma substituição gradativa da população dos mosquitos transmissores da doença. Nos cruzamentos dos mosquitos que têm a bactéria e dos mosquitos que não possuem esse diferencial, a Wolbachia é transmitida, o resultado é que os novos mosquitos passam a não ser transmissores de doenças, como a dengue, Zika e chikungunya.

Escrito por Redação

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia Adele conta a história de “Hello”

Adele conta a história de “Hello”

Adele, em entrevista à revista ELLE, contou as histórias de suas composições. A estrela dividiu suas inspirações e experiencias ao mergulhar na criatividade para criar as mais belas músicas.

“Eu acho que minhas letras provavelmente mudaram ao longo do tempo em questão de crescimento de vocabulário, considerando que comecei com 19 anos. Definitivamente eu li mais LINK desde aquela época, então acho que minha imaginação floresceu”, contou Adele.

“Eu lembro, quando tinha 19 anos, que eu usava muito a palavra ‘por que’. É tão preguiçoso. Uma vez eu estava em um estúdio com a Sia e ela medisse para não usar essa palavra assim, para não ser preguiçosa”.

Easy On Me

“Ela me fala sobre o quão perdida eu estava quando eu saí de meu casamento. Muitos amigos eu estavam comigo nesse período da sua vida disseram que eu tinha que pegar leve comigo e não me cobrar tanto de minhas decisões e coisas assim. Me diziam que eu tinha que me dar um tempo e era realmente isso”, contou a cantora sobre o processo para compor esse sucesso.

Hello

“A canção fala sobre um estranhamento comigo mesma. Eu falava da mudança que minha vida tinha sofrido com a fama e com a chegada de um filho. Quando um filho chega ele muda todas as suas perspectivas e essa música é sobre isso. É uma pergunta de quem sou eu, mas não me sinto mais assim”, explicou a cantora, que diz ser uma ótima canção

Chansing Paper

“Eu tinha terminado com meu namorado e correndo para arrumar uns papéis na cidade e ninguém estava atras de mim, falando de relacionamentos, então era só eu atrás dos papeis”, contou Adele

All I Ask

“Tão dramática, eu escrevi essa música com Bruno Mars e foi um dos melhores momentos da minha vida. Ela fala sobre como pessoas que se amam em um relacionamento podem acabar se odiando tanto. Ela também fala sobre o fechamento que precisa ter no final de uma relação”.

A cantora também falou de outras canções e você pode ver a entrevista inteira a baixo.

Veja também

GEORGE EZRA DIZ QUE PODE SE AFASTAR DOS HOLOFOTES DEPOIS DE SUA TURNÊ

“LINKEE”: JOGO GANHA NOVA VERSÃO DO CANTOR NICK JONAS

8 H
  1. Home
  2. noticias
  3. saiba mais sobre o aedes do

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.