alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Sarampo é problema no Congo e no Brasil

    Os dois países veem na vacinação uma solução para o surto da doença.

    Placeholder - loading - news single img
    Seringa para vacinação (Foto: Pixabay)

    2349

    Publicada em  

    Segundo a BBC News, mais de 800 mil crianças serão alvo de vacinação na República Democrática do Congo, depois que um surto de sarampo matou mais de 3.500 pessoas este ano. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o governo congolês pretendem realizar o programa de emergência em todo o país em pouco mais de uma semana.

    A OMS diz que a epidemia é a maior e mais rápida do mundo, matando mais pessoas congolesas este ano que o Ebola. Apesar das rodadas anteriores de imunizações, a doença se espalhou para todas as partes do país.

    A falta de acesso rotineiro às vacinas e cuidados de saúde contribuiu para o problema.  

    O sarampo é uma doença viral altamente infecciosa que às vezes pode levar a sérias complicações de saúde, incluindo infecções nos pulmões e no cérebro.

    No Brasil

    O Brasil registrou mais de 4 mil casos confirmados da doença em 19 estados, nos últimos 90 dias, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na quarta-feira. O número representa um aumento de 13% em relação ao último monitoramento, com Ceará e Paraíba integrando a lista de estados com transmissão ativa do sarampo.

    A incidência em menores de 1 ano de idade é dez vezes maior do que na população em geral. A cada 100 mil habitantes, 64 crianças nessa faixa etária obtiveram confirmação para o sarampo. A segunda faixa etária mais atingida é de 1 a 4 anos. Três das quatro mortes por sarampo registradas neste ano foram de crianças menores de 1 ano e uma de um indivíduo de 42 anos, segundo divulgado pela Agência EBC.  

    A maior parte dos casos confirmados está concentrada em 168 municípios de São Paulo, principalmente na região metropolitana. Em seguida, estão Rio de Janeiro, Pernambuco e Minas Gerais, com 22 casos em cada estado; Santa Catarina, com 12; Paraná, 13; Rio Grande do Sul, 7; Ceará e Paraíba, com 5 casos em cada estado; Maranhão, Goiás e Rio Grande do Norte, com 4 casos cada; Distrito Federal e Pará, com 3 casos cada; Mato Grosso do Sul e Piauí, com 2 cada; e, Espírito Santo, Bahia e Sergipe, cada estado com um caso confirmado da doença. 

    Por isso, o governo federal realizará uma nova campanha nacional de vacinação contra o sarampo. Segundo o Ministério da Saúde, ela será dividida em duas etapas, que devem acontecer em outubro e novembro deste ano.

    1. Home
    2. noticias
    3. sarampo e problema no congo e …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.