alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE africa

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia China oferece mais U$60 bi à África, mas recusa 'projetos de vaidade'

    China oferece mais U$60 bi à África, mas recusa 'projetos de vaidade'

    Por Christian Shepherd e Ben Blanchard

    PEQUIM (Reuters) - O presidente da China, Xi Jinping, ofereceu mais 60 bilhões de dólares em financiamento à África nesta segunda-feira e cancelou algumas dívidas de nações africanas mais pobres, mas desaconselhou o direcionamento de fundos para 'projetos de vaidade'.

    Ao discursar na abertura de uma grande cúpula com líderes africanos, Xi prometeu um desenvolvimento que as pessoas do continente possam ver e tocar, mas que também será ecológico e sustentável.

    A China negou estar praticando uma diplomacia de 'armadilha de dívidas', e a oferta de dinheiro adicional de Xi vem na sequência de uma promessa de outros 60 bilhões de dólares feita na cúpula anterior, sediada pela África do Sul três anos atrás.

    Falando aos líderes africanos no Grande Salão do Povo em Pequim, Xi disse que os próximos 60 bilhões incluirão 15 bilhões de dólares de ajuda, empréstimos sem juros e empréstimos facilitados, uma linha de crédito de 20 bilhões de dólares, um fundo especial de 10 bilhões de dólares para o desenvolvimento China-África e um fundo especial de 5 bilhões de dólares para importações da África.

    Empresas chinesas serão incentivadas a investir não menos de 10 bilhões de dólares no continente nos próximos três anos, disse.

    As dívidas governamentais de países africanos pobres e endividados derivada dos empréstimos sem juros da China com vencimento no final de 2018 serão canceladas, além daquelas de nações em desenvolvimento no interior do continente e de pequenas ilhas-nações, afirmou Xi.

    'A cooperação China-África deve dar aos povos chinês e africano benefícios tangíveis e sucessos que podem ser vistos, que podem ser sentidos', disse.

    Pequim desenvolverá 50 projetos de desenvolvimento ecológico e proteção ambiental na África, com foco na mudança climática, na desertificação e na proteção da vida selvagem, explicou o presidente chinês.

    Ele prometeu, sem dar detalhes, que a China criará um fundo de paz e segurança e um fórum relacionado, continuando a oferecer assistência militar gratuita à União Africana.

    Autoridades chinesas se comprometeram a ser mais cuidadosas para que os projetos sejam sustentáveis. A China defende a continuidade dos empréstimos à África com o argumento de que o continente ainda precisa de desenvolvimento de infraestrutura custeado por dívidas.

    Ao falar em um fórum anterior, Xi disse que seu país tem que ser mais cauteloso com o destino do dinheiro.

    'A cooperação da China com a África está voltada claramente aos grandes gargalos no desenvolvimento. Os recursos para nossa cooperação não devem ser gastos em projetos vaidosos, mas em locais onde contam mais'.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia França reage a apresentador de TV que disse que 'África venceu a Copa do Mundo'

    França reage a apresentador de TV que disse que 'África venceu a Copa do Mundo'

    PARIS (Reuters) - O apresentador sul-africano de um programa de televisão popular Trevor Noah discutiu pela internet com o embaixador francês nos Estados Unidos depois de brincar dizendo que a África, não a França, venceu a Copa do Mundo da Rússia.

    A vitória da seleção francesa multicultural diante da Croácia na final de domingo em Moscou repercutiu em todo o mundo, sendo comemorada na França e em outros locais como um triunfo da diversidade, mas incitando ofensas racistas em alguns lugares.

    'A África venceu a Copa do Mundo', disse o comediante Noah, apresentador do The Daily Show, em um segmento da atração de fim de noite nesta semana. 'Entendo, eles têm que dizer que foi o time francês. Mas olhem esses caras. Você não consegue esse bronzeado passeando no sul da França, meus amigos'.

    Entre os 23 jogadores franceses no Mundial, 15 têm ascendência africana, de Camarões ao Congo e Mali, mas só dois deles nasceram na África e se mudaram para a França quando ainda eram crianças de colo.

    O comentário de Noah provocou reações raivosas na França, onde políticos de extrema-direita vêm criticando a seleção há tempos por ter muitos negros, e uma repreensão do embaixador francês nos Estados Unidos, Gérard Araud.

    'Ao chamá-los de time africano, parece que você está negando seu caráter francês. Isso, mesmo de brincadeira, legitima a ideologia que afirma a brancura como a única definição de francês', escreveu Araud em uma carta publicada na conta de Twitter da embaixada francesa.

    Na noite de quarta-feira, Noah respondeu ao diplomata.

    'Quando digo 'africano' não estou dizendo-o para privá-los de seu caráter francês, estou dizendo-o para incluí-los em minha africanidade', afirmou, depois de ler a carta no programa.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Conheça o lago Assal

    Conheça o lago Assal

    De longe, o cenário parece ser composto por águas tropicais e areia branca. Mas, na realidade a formação da paisagem se diferencia e muito disso. Primeiro porque a parte branca vista na fotografia não é areia e sim sal. Fora as outras peculiaridades, como, o fato da formação ter ocorrido na cratera de um vulcão extinto.

    Ele está localizado na região de Tadjourah, fronteira à região de Dikhil, no Djibouti, na África.



    Bem quente e salgado

    O lago atinge temperaturas de 52 ° C  no verão, entre maio e setembro.

    Segundo uma reportagem da emissora inglesa BBC, graças à alta taxa de evaporação, o nível de salinidade de suas águas é bem avantajado. Possuindo, então, cerca de 34.8% de concentração salina. Ele tem 10 vezes mais sal do que a água do mar.

    Com isso, atinge a segunda posição no ranking de lagos mais salgados, perdendo apenas para Don Juan Pond, na Antártica, o qual tem 47% ou mais em se tratando de nível de salinidade.


    Muito benéfico  

    Assim como o mar morto, o alto índice de sal presente no lago pode oferecer benefícios para a saúde. A água é rica em minerais, como o magnésio. Podendo, também, ser utilizada para limpar, revitalizar e acalmar a pele. E para o tratamento de dores musculares e artrite reumatoide.

    Um tesouro

    Em 2015, a região foi nomeada pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade. De qualquer forma, o lugar é considerado um verdadeiro “tesouro”.


    Tradição

    Há uma tradição antiga, certas pessoas costumam usar o sal como moeda de troca. Por isso, raspam e escavam o sal da costa do lago. Depois, o material é, geralmente,  transportado  para a Etiópia em troca de carvão, café e outros produtos. No passado o mesmo era feito, mas haviam outras mercadorias envolvidas no processo de escambo.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. africa

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.