alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE auto

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia CEO da Nissan planeja encontro com chefe da Renault em Amsterdã, dizem fontes

    CEO da Nissan planeja encontro com chefe da Renault em Amsterdã, dizem fontes

    TÓQUIO/PARIS (Reuters) - O presidente-executivo da Nissan planeja se encontrar pessoalmente com o vice-presidente-executivo da parceira Renault em Amsterdã esta semana, disseram fontes à Reuters, em meio às tensões sobre o futuro da aliança entre as montadoras após a prisão do presidente do conselho Carlos Ghosn no mês passado.

    A reunião seria a primeira interação frente a frente entre Hiroto Saikawa, da Nissan, e Thierry Bolloré, da Renault, desde que Ghosn foi preso em 19 de novembro, em Tóquio.

    O encontro acontecerá paralelamente a conversas mensais entre os sócios e a Mitsubishi Motor, que também faz parte da parceria, que devem durar dois dias a partir desta terça-feira, segundo uma das fontes familiarizadas com o assunto.

    Saikawa, que sucedeu Ghosn na presidência-executiva no ano passado, planeja discutir na reunião com Bolloré possíveis mudanças na gestão e nas operações da parceria, com o objetivo de continuar a aliança, disse outra fonte próxima à administração da Nissan.

    As negociações em Amsterdã poderão proporcionar à Saikawa uma oportunidade para tentar convencer os executivos da Renault sobre a gravidade da alegada má conduta de Ghosn, descoberta durante uma investigação interna da montadora japonesa.

    O encontro acontece um dia depois que Saikawa rejeitou uma demanda da Renault por uma reunião extraordinária de acionistas que teria oferecido à montadora francesa uma chance de pesar sobre um substituto de Ghosn como presidente do conselho e em outras nomeações da diretoria da Nissan.

    Ghosn foi acusado na semana passada ao lado do suposto cúmplice Greg Kelly e da própria Nissan por não declarar 43 milhões de dólares em receita diferida que Ghosn recebeu como presidente-executivo.

    (Por Laurence Frost, Maki Shiraki e Norihiko Shirouzu)

    0

    0

    13

    5 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia França se movimenta para tirar Ghosn do comando da Renault, mas defende aliança

    França se movimenta para tirar Ghosn do comando da Renault, mas defende aliança

    Por Sudip Kar-Gupta e Chang-Ran Kim

    PARIS/TÓQUIO (Reuters) - O governo da França se movimentou nesta terça-feira para tirar Carlos Ghosn do comando do Renault, um dia após a prisão do executivo no Japão por alegações de má conduta financeira, mas tentou defender a aliança da montadora com a Nissan, abalada pelo escândalo.

    Ghosn, um dos líderes mais conhecidos da indústria automobilística, foi preso na segunda-feira depois que a Nissan Motor divulgou que ele cometeu irregularidades, incluindo declarações valores menores que os pagos a ele pelo grupo. A montadora japonesa planeja tirá-lo da presidência do conselho na quinta-feira.

    'Carlos Ghosn não está mais em posição de liderar a Renault', disse o ministro francês das Finanças, Bruno Le Maire, à rádio France Info, pedindo que o conselho da Renault se reúna 'nas próximas horas' para criar uma estrutura interina de gerenciamento.

    O Estado francês possui 15 por cento da Renault, que por sua vez detém 43,4 por cento da Nissan em uma complexa aliança concebida por Ghosn há quase 20 anos e que alguns analistas acreditam que pode se desintegrar sem que o executivo de 64 anos a conduza.

    O conselho da Renault se reunirá nesta terça-feira, disse um porta-voz da companhia. Fontes familiarizadas com o assunto disseram à Reuters que discutiriam a substituição temporária de Ghosn.

    'Não exigimos a saída formal de Ghosn do conselho de administração por uma simples razão, que é a de que não temos nenhuma prova e seguimos o devido procedimento legal', disse Le Maire.

    Ele disse que entraria em contato com seu colega japonês sobre o assunto, e que a parceria da Renault com a Nissan era do interesse da França e do Japão, e de ambas as empresas.

    'A Renault está enfraquecida, o que torna tudo mais necessário para agir rapidamente', disse Le Maire.

    As ações da Renault recuavam 2 por cento por volta das 09:50 (horário de Brasília). As ações da Nissan fecharam em baixa de 5,45 por cento, enquanto as da Mitsubishi Motors, o terceiro membro da aliança, caíram quase 7 por cento.

    (Reportagem adicional de Sam Nussey e Leigh Thomas)

    0

    0

    16

    6 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. auto

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.