alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE bala

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bancada da Bala acertou com Maia flexibilizar estatuto do desarmamento após eleição, diz Fraga

    Bancada da Bala acertou com Maia flexibilizar estatuto do desarmamento após eleição, diz Fraga

    RIO DE JANEIRO (Reuters) - Representantes da chamada Bancada da Bala no Congresso Nacional fecharam um acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para pautar após a eleição do próximo domingo a flexibilização do estatuto do desarmamento, disse o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), que afirmou que os pontos que podem ser flexibilizados têm a benção do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), que lidera as pesquisas.

    Segundo Fraga, a flexibilização prevê, por exemplo, o fim da obrigatoriedade de uma permissão de um delegado da Polícia Federal para que uma pessoa possa ter porte de arma. Outro ponto a ser flexibilizado é o que trata da posse de arma em áreas rurais.

    O parlamentar disse ainda que o texto que deve ser pautado deve reduzir de seis para três o número de armas que uma pessoa pode ter.

    “O Rodrigo Maia aceitou e vai pautar depois das eleições com essa flexibilização. Não queremos acabar com o estatuto do desarmamento… hoje a lei prevê a posse de seis armas e vamos reduzir para três. Não há esse ânimo de armar a população brasileira”, garantiu Fraga após se reunir ao lado de outros parlamentares da bancada da segurança púbica com Maia no Rio de Janeiro em um hotel cinco estrelas, na Barra da Tijuca, que fica a poucos metros da casa de Bolsonaro.

    “Tem um ponto hoje que dá problema... A posse depende do delegado e quem decide, e isso temos que tirar esse poder do delegado”, disse Fraga. 'Outros requisitos estão mantidos para ter a posse, como fazer exame psicotécnico, ter curso de tiro e comprovar que não tem antecedentes... se cumprir você tem direito de ter a posse.'

    No caso do porte de arma no campo, a ideia é permitir que um morador rural tenha direito à posse de arma de fogo dentro dos limites de sua propriedade mas, fora dela, seria porte ilegal de arma.

    'O campo não tem 190, não tem atenção da polícia como o urbano tem. O cidadão tem o direito de se defender”, disse o deputado.

    Após a reunião, integrantes da bancada da segurança pública foram à pé até a casa de Bolsonaro para um encontro com o candidato, ao lado do deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que deverá assumir a Casa Civil em eventual governo Bolsonaro.

    “Ao longo de 28 anos o Bolsonaro trabalhou no Congresso ao lado desse grupo aqui. Uma bancada aguerrida e que tem compromisso com a vida das pessoas', disse Onyx.

    (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Em primeiro vídeo da campanha, Alckmin visa Bolsonaro e diz que problemas não se resolvem 'na bala'

    Em primeiro vídeo da campanha, Alckmin visa Bolsonaro e diz que problemas não se resolvem 'na bala'

    SÃO PAULO (Reuters) - O primeiro vídeo para a propaganda eleitoral do candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, divulgado nesta quinta-feira, visou os eleitores do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, ao afirmar que os problemas do país não serão resolvidos 'na bala'.

    O vídeo mostra uma sequência de problemas do país, como desemprego, falta de saneamento, analfabetismo, filas na saúde e fome, cada um deles simbolizado por um objeto que é detonado por um tiro de arma de fogo.

    Na peça, um copo com a palavra 'desemprego' é destroçado por um projétil. Uma bolsa de sangue com os dizeres 'filas na saúde' tem o mesmo destino, assim como livros que formam a palavra 'analfabetismo', um jarro de água onde se lê 'falta de saneamento' e uma melão com a palavra 'fome' têm o mesmo destino.

    Aparece na tela então uma criança e, em vez de a bala atingir a cabeça da menina, aparecem os dizeres 'Não é na bala que se resolve', encerrando o vídeo de um minuto.

    Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de voto no cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tem defendido uma flexibilização nas regras para obtenção de porte de arma e em entrevista nesta semana defendeu que policiais que matam mais criminosos devem ser condecorados.

    Alckmin terá o maior tempo do horário da propaganda de rádio e TV, que se inicia no sábado para os candidatos a presidente.

    O tucano, que tem encontrado dificuldades para crescer na preferência do eleitorado, terá também o maior número de inserções durante a programação normal das emissoras, que começam a ser veiculadas já na sexta-feira.

    No final da tarde desta quinta, Bolsonaro foi ao Twitter para rebater o vídeo da campanha tucana.

    'Sobre 'não é na bala que se resolve': Flores não garantem a paz. Que os 'santos' que repetem este bordão deixem de andar com carro blindado e seguranças armados que passo a acreditar em suas propostas', disse o candidato do PSL em sua rede social.

    Ele se referiu a 'santo', o suposto codinome de Alckmin na planilha de propinas da Odebrecht, descoberta pela operação Lava Jato. O tucano nega ter o codinome e cita que um delator da empreiteira afirmou que o apelido não é uma referência ao ex-governador.

    Ao comentar a postagem de Bolsonaro, uma fonte ligada à campanha de Alckmin afirmou, sob condição de anonimato, que o tucano não anda de carro blindado e não usava deste expediente nem mesmo quando era governador de São Paulo.

    (Reportagem de Eduardo Simões)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. bala

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.