alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE barcelona

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Barcelona não cogita recomprar Neymar, diz vice-presidente

    Barcelona não cogita recomprar Neymar, diz vice-presidente

    Por Richard Martin

    BARCELONA (Reuters) - O Barcelona não tem planos de recomprar Neymar do Paris St Germain, disse o vice-presidente do time, Jordi Cardoner, nesta sexta-feira, desmentindo reportagens segundo as quais os campeões espanhóis estão dispostos a cortejar o atacante do Brasil para que ele volte ao Camp Nou.

    Neymar conquistou dois títulos da liga espanhola e a Liga dos Campeões de 2015 em seus quatro anos no Barça, formando uma parceria letal com Luís Suárez e Lionel Messi, e partiu em julho de 2017 quando os gigantes de Paris aceitaram pagar sua cláusula de liberação.

    'Ninguém no conselho do Barça falou na possibilidade de trazer Neymar de volta, neste momento não podemos dar uma resposta porque ninguém sequer a mencionou', disse Cardoner à rádio SER da Catalunha nesta sexta-feira.

    Neymar, hoje com 26 anos, ajudou o PSG a conquistar uma trinca de troféus domésticos na França neste ano, mas sua temporada na França foi ofuscada por uma desavença pública com o colega Edinson Cavani por causa da cobrança de pênaltis e uma lesão no pé sofrida em março que o afastou pelo resto da campanha.

    Segundo a manchete de quarta-feira do jornal espanhol Mundo Deportivo, o jogador disse ao Barcelona que quer voltar por estar desiludido com a vida em Paris.

    'Foi ele quem partiu, seria diferente se não tivéssemos acreditado nele e agora o quiséssemos de volta, mas não é o caso', acrescentou Cardoner.

    'Se de fato quiséssemos contratá-lo o conselho teria que debatê-lo, mas até agora ninguém falou disso.'

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Barcelona relembra ataques islâmicos em meio a tensões políticas

    Barcelona relembra ataques islâmicos em meio a tensões políticas

    BARCELONA (Reuters) - Barcelona prestou homenagem nesta sexta-feira às vítimas de uma série de ataques de militantes jihadistas no ano passado que deixou 16 pessoas mortas, tendo como pano de fundo um ressentimento persistente com o tratamento dado pelo governo espanhol a uma iniciativa separatista da região circundante da Catalunha.

    Em 17 de agosto de 2017 um jovem lançou uma van alugada sobre uma multidão na região central da cidade, matando 14 pessoas e ferindo mais de cem no pior ataque na Espanha em mais de uma década. Outro homem morreu durante a fuga do agressor, e uma mulher foi morta em um ataque no dia seguinte na cidade turística litorânea de Cambrils.

    Multidões lotaram a praça central. O rei espanhol Felipe, a rainha Letizia e o primeiro-ministro Pedro Sánchez participaram da cerimônia. Um coral cantou e pessoas leram poesias em várias línguas.

    Na manhã desta sexta-feira parentes das vítimas, muitos em prantos, depositaram flores em um mosaico na famosa avenida Las Ramblas, cenário do ataque com a van.

    Familiares dos mortos pediram uma trégua nas tensões políticas causadas pela declaração de independência de outubro, que levou o governo espanhol a impor um controle direto sobre a região.

    A sociedade catalã está profundamente dividida na questão da independência –uma pesquisa de julho do Centro d'Estudis d'Opinio acompanhada atentamente mostrou que a proporção de catalães que querem um Estado independente é de 46,7 por cento.

    Sánchez vem trabalhando para desfazer a tensão com as autoridades da Catalunha desde que tomou posse em junho no lugar de Mariano Rajoy, cujo governo ordenou que a polícia reprimisse um referendo realizado em 1º de outubro.

    Mas o rei Felipe, que fez uma intervenção política incomum ao criticar a iniciativa separatista, foi recebido com salvas e vaias ao chegar, e um cartaz dizendo 'o rei espanhol não é bem-vindo nos países catalães' pendia de um edifício.

    Algumas das pessoas que compareceram aos eventos desta sexta-feira disseram não estar felizes com a presença do monarca.

    'Discordo totalmente', disse a funcionário administrativa Nati Puigbarraca. 'Todos nós sabemos o que aconteceu na Catalunha, existe uma situação política, mas vai além disso. Alguns de nós jamais perdoaremos o que aconteceu em 1º de outubro.'

    (Por Miguel Pereira)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. barcelona

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.