alexametrics
Conectando

    NOTÍCIAS SOBRE ciro

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Ciro defende margem de lucro de 3% para Petrobras em combustíveis e prevê medidas “duras e amargas”

    Ciro defende margem de lucro de 3% para Petrobras em combustíveis e prevê medidas “duras e amargas”

    SÃO PAULO (Reuters) - O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, defendeu nesta segunda-feira que 3 por cento é uma margem de lucro “razoável” para a Petrobras nos combustíveis e disse que medidas “duras e amargas” serão necessárias para tirar o que classificou de situação “pré-falimentar” do Brasil.

    “Na prática, o que eu faria? Substituir o preço especulativo estrangeiro, que hoje está em 80 dólares, por um preço nacional por um preço nacional razoável, que é o que todo mundo faz. Isso quer dizer, na prática, que o litro da gasolina estaria entre 2,80 e 3 reais comigo”, disse o presidenciável a jornalistas após dar palestra em evento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), em São Paulo.

    “Margem razoável para a Petrobras é de 3 por cento, que é o que o mundo concorrencial ganha. Não é lucro de 20 por cento, 30 por cento como o seu Pedro Parente fez agora”, respondeu Ciro, quando indagado o que considerava como margem razoável para a estatal nos combustíveis.

    Durante a palestra aos integrantes da Unica, Ciro voltou a defender seu lema da necessidade de reindustrializar o Brasil e disse que o país precisa de medidas “duras e amargas”. Ele defendeu um combate ao gasto público pelo lado dos gastos financeiros, mas “com cuidado” e sem desrespeitar contratos.

    “O que precisa ser feito no Brasil é duro e amargo”, “O Brasil está em situação patrimonial pré-falimentar”, avaliou.

    Ciro classificou o economista Paulo Guedes, conselheiro do presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, como um “liberal tosco de Chicago” que é contra todos tipo de subsídio, ao mesmo tempo que se disse amigo de Guedes. Para o pré-candidato do PDT, “acabou o subsídio, acabou o agronegócio”.

    O pedetista classificou ainda o tabelamento de preços como uma “excrescência” e defendeu um projeto nacional de desenvolvimento calcado na política externa e no incentivo à indústria de defesa. A fragilidade deste setor no Brasil, avaliou o pré-candidato do PDT, faz do país um “protetorado norte-americano”.

    LULA

    Questionado sobre sua expectativa para o julgamento da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) de recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pede a liberdade do petista, Ciro não se arriscou. Fundo de urna e cabeça de juiz ninguém sabe o que vem.

    Disse, no entanto, que torce para que Lula seja solto pois lamenta que um líder popular do calibre do ex-presidente esteja preso.

    Quando repórteres perguntaram se dará indulto ao petista caso seja eleito, Ciro pediu para ser indagado novamente sobre o tema se vencer o pleito.

    Lula está preso há mais de dois meses cumprindo pena pela condenação por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do Tríplex do Guaruja (SP). O ex-presidente alega inocência e ser alvo de perseguição política.

    Sobre eventuais negociações com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Ciro também desconversou, lembrando que o deputado é o pré-candidato do DEM à Presidência e que respeita essa posição.

    (Reportagem de Eduardo Simões)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Steinbruch quer ser vice de Ciro e só espera convite, diz fonte

    Steinbruch quer ser vice de Ciro e só espera convite, diz fonte

    Por Alberto Alerigi Jr. e Lisandra Paraguassu

    SÃO PAULO/BRASÍLIA (Reuters) - Presidente da Companhia Siderúrgica Nacional, o empresário Benjamin Steinbruch está pronto para encarar as próximas eleições como candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo pedetista Ciro Gomes, e espera apenas um convite formal, disse à Reuters uma fonte próxima ao empresário.

    Há cerca de uma semana, Steinbruch pediu seu afastamento do cargo de vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Antes, ainda na janela partidária, havia se filiado ao PP, já com vistas a um cargo público.

    Com o cenário eleitoral fragmentado e os partidos tentando fechar alianças de olho em tempo de propaganda eleitoral no rádio e televisão, o convite formal ao empresário ainda não veio, mas Steinbruch já foi consultado.

    O Ciro fez uma sondagem concreta a ele (Steinbruch)... Ainda não foi definido que será o vice na chapa, mas se ele for convidado, ele aceita , disse a fonte próxima ao empresário, na quarta-feira. Ele se sente muito honrado com o convite.

    Steinbruch é exatamente o perfil desejado por Ciro para seu vice-presidente.

    Ciro tem dito que o perfil que deseja para seu vice-presidente é alguém do setor produtivo e do Sul ou Sudeste. Ele acredita que é um complemento a seu perfil , disse à Reuters Cid Gomes, irmão do presidenciável e coordenador informal da campanha do pedetista. Mas o partido só vai tratar da Vice-Presidência depois de resolver as coligações.

    O PDT, no entanto, tem os olhos no PSB como seu principal possível aliado e pode terminar por oferecer a vaga de candidato a vice aos socialistas, se isso for necessário para fechar a aliança. Em conversa com a Reuters, o líder do PDT na Câmara, André Figueiredo (CE), admitiu que a vaga pode mesmo ir para o PSB e um nome possível seria o do ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda.

    O PSB tem sido nosso esforço maior porque o partido não tem candidato. É deselegante se tratar disso com um partido que já tem candidatura , disse Cid Gomes.

    O PP, na verdade, não tem candidatura própria, mas até agora estaria fechado com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). No entanto, de acordo com uma fonte do PP, Maia deve anunciar nos próximos dias sua desistência da candidatura presidencial, o que deixaria o PP livre para analisar novas alianças.

    A mesma fonte admite que o PP tem conversado não apenas com o DEM, mas com o MDB e com o PDT. A associação com Ciro Gomes tem uma vantagem direta para o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), candidato à reeleição em seu Estado, onde Ciro Gomes tem boa intenção de voto, mesmo que o viés de centro-esquerda do PDT divirja do PP, que é de centro-direita.

    RELAÇÃO PESSOAL

    A proximidade entre Steinbruch e Ciro Gomes ajuda nas conversas, ambos se conhecem há cerca de 30 anos. Além disso, o presidenciável já foi diretor da CSN e presidente da Transnordestina Logística, uma subsidiária da CSN, até maio de 2016, e atualmente mantêm conversas frequentes com Steinbruch.

    O empresário também defende temas semelhantes aos apoiados por Ciro, como redução dos juros da economia, ampliação do crédito e criação de uma política industrial.

    De acordo com a fonte próxima ao empresário, Steinbruch está disposto a entrar para a política, mesmo que não seja em um cargo de vice-presidente. Aceitaria, por exemplo, ser ministro da Indústria. Se for convidado para ministro, ele aceita , disse a fonte.

    O presidente do PDT, Carlos Lupi, confirmou as conversas com o PP. Uma aliança com o PSB não exclui o PP. Queremos uma aliança forte e que inclua o capital produtivo , disse à Reuters. Lupi, no entanto, repete Cid e afirma que uma conversa sobre a Vice-Presidência só será feita depois da aliança fechada, e a prioridade no momento é o PSB.

    Não se pode configurar o vice sem ter as alianças definidas. E a tendência que isso só seja acertado no limite da legislação eleitoral , explicou.

    Os partidos têm de 20 de julho a 5 de agosto para realizar as convenções partidárias que oficializarão as candidaturas e as coligações para a eleição de outubro.

    (Reportagem adicional de Ricardo Brito)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.