alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE democratas

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Primária democrata de Nova York opõe governador Cuomo a atriz Cynthia Nixon

    Primária democrata de Nova York opõe governador Cuomo a atriz Cynthia Nixon

    Por Jonathan Allen

    NOVA YORK (Reuters) - Os eleitores democratas de Nova York decidirão nesta quinta-feira se o governador Andrew Cuomo merece um terceiro mandato ou deveria ser substituído na chapa do partido pela atriz e ativista Cynthia Nixon, candidata estreante de esquerda.

    A disputa pela indicação democrata é o teste mais recente para os candidatos da esquerda energizada do partido no momento em que os democratas almejam retomar o controle do Congresso norte-americano e engrossar suas fileiras em governos estaduais do país nas eleições de 6 de novembro.

    No início da atual campanha, Alexandria Ocasio-Cortez e Ayanna Pressley derrotaram democratas servindo há tempos no Congresso nas primárias de Nova York e Massachusetts ressaltando sua oposição ao presidente republicano Donald Trump.

    Cynthia espera repetir esse sucesso no que descreve como sua campanha insurgente a governadora.

    Embora os contornos da corrida democrata de Nova York pareçam semelhantes aos das surpresas nas disputas pelo Congresso, Cynthia, mais conhecida por seu papel premiado com o Emmy na série da HBO 'Sex and the City', vem aparecendo com frequência nas pesquisas de opinião 30 pontos ou mais atrás de Cuomo.

    Se Cuomo vencer terá grande vantagem contra o republicano Marc Molinaro, executivo do condado de Dutchess, na eleição geral de novembro.

    'Estas foram grandes exceções à regra, e para derrotar o ocupante do cargo em uma primária você precisa tirar muitas cartas boas no baralho', disse Patrick Egan, professor de política da Universidade de Nova York, em uma entrevista.

    A disputa em Nova York vem se tornando cada vez mais agressiva e cara -- Cuomo já gastou 18 milhões de dólares, e Cynthia 1,6 milhão, de acordo com cifras estaduais. A atriz, que nunca exerceu um cargo público, disse que a experiência de Cuomo não se traduziu em boa governança, e o governador disse que ela é inexperiente e ingênua a respeito da política de Nova York na prática.

    Em um debate acalorado do mês passado, Cuomo pediu que Cynthia parasse de interrompê-lo, ao que ela respondeu: 'Você pode parar de mentir?'

    Cuomo, de 60 anos, tem a política no DNA por ser filho de Mario Cuomo, figura pública de carreira longa que também governou Nova York. Ex-funcionário do governo Clinton, ele controla a máquina partidária estadual e obteve o apoio de membros do establishment da sigla.

    Cynthia, de 52 anos, se apresenta como uma socialista democrata e defensora de causas como o acesso ao aborto, mais financiamento às escolas e direitos iguais para gays e lésbicas. Descrevendo-se como uma mulher 'queer', ela disse refletir melhor a diversidade das fileiras partidárias do que seu oponente homem, heterossexual e branco.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Democratas prometem ser implacáveis com indicado de Trump à Suprema Corte

    Democratas prometem ser implacáveis com indicado de Trump à Suprema Corte

    Por Lawrence Hurley

    WASHINGTON (Reuters) - Senadores democratas dos Estados Unidos planejam pressionar duramente o indicado do presidente Donald Trump para a Suprema Corte, Brett Kavanaugh, devido às opiniões dele a respeito do aborto e do poder presidencial em sabatinas que começam nesta terça-feira, mas a confirmação do juiz conservador parece provável.

    Os colegas republicanos de Trump detêm uma pequena maioria no Senado, por isso podem aprovar Kavanaugh se permanecerem unidos. Até agora não há sinais de deserção, e a Casa deve aprovar o nome do novo integrante da Suprema Corte até o final do mês.

    As sabatinas, que devem durar quatro dias, dão aos democratas uma chance de confrontar Kavanaugh antes das eleições parlamentares de novembro.

    'Vai sair faíscas nessa audiência. Faíscas voarão, e o ambiente irá esquentar', disse o senador democrata Richard Blumenthal, membro do comitê judiciário que se reunirá para as audiências.

    Trump indicou Kavanaugh, de 53 anos, para o lugar de Anthony Kennedy, que anunciou sua aposentadoria em 27 de junho aos 81 anos. Ele é o segundo indicado de Trump a um posto vitalício na maior instância do Judiciário do país. No ano passado o presidente indiciou o juiz Neil Gorsuch, parte de seu empenho em tornar os tribunais mais conservadores.

    Os liberais temem que Kavanaugh proporcione um quinto voto decisivo na corte de nove juízes para reverter ou enfraquecer o histórico caso Roe x Wade de 1973, que legalizou o aborto em toda a nação.

    Sem Kennedy, a corte está dividida entre conservadores e liberais. Kennedy era um conservador convicto, mas que se alinhou aos liberais em alguns temas, como o aborto e os direitos dos gays.

    Além das questões sociais, Kavanaugh também deve ser questionado sobre como vê a investigação de presidentes no cargo e o inquérito em curso do procurador especial Robert Mueller a respeito da interferência da Rússia na eleição presidencial de 2016 e de um possível conluio entre Moscou e a campanha de Trump.

    Kavanaugh trabalhou durante quatro anos com Kenneth Starr, procurador independente que investigou o ex-presidente democrata Bill Clinton nos anos 1990. Kavanaugh também passou mais de cinco anos trabalhando para o presidente republicano George W. Bush.

    Como juiz, ele estabeleceu uma reputação sólida como conservador a partir de 2006 no influente Tribunal de Apelações do Circuito de Columbia.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. democratas

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.