alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE desculpas

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro pede desculpas por comentários sobre imigrantes

    Bolsonaro pede desculpas por comentários sobre imigrantes

    Por Lisandra Paraguassu

    WASHINGTON (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro pediu desculpas nesta terça-feira pelo comentário que fez na véspera em entrevista à Fox News e reconheceu que se equivocou ao afirmar que a maioria dos imigrantes que vão para os Estados Unidos não têm boas intenções ao ingressarem no país.

    Em entrevista coletiva em Washington, após se reunir com o presidente dos EUA, Donald Trump, Bolsonaro disse que boa parte dos imigrantes que vão para solo norte-americano tem sim boas intenções.

    'Foi um equívoco meu. A maior parte tem boas intenções, a menor parte não tem. Foi um equívoco da minha parte, peço desculpas aí. Agora, tem muita gente que está de forma ilegal aqui e isso é uma questão de política interna deles, não é nossa', disse Bolsonaro do lado de fora da Blair House, onde está hospedado durante sua estadia na capital dos EUA.

    'Me desculpe aí, mais uma vez o equívoco, o ato falho cometido ontem.'

    Na entrevista desta terça, Bolsonaro também disse que não discutiu em profundidade com Trump sobre a Organização Mundial do Comércio (OMC), após o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmar que os EUA querem que o Brasil deixe uma lista de beneficiados da OMC em troca do apoio norte-americano à entrada brasileira na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

    Em entrevista ao lado de Bolsonaro após a reunião entre ambos, Trump disse que os EUA apoiam a entrada brasileira na OCDE.

    'OCDE já é um desejo há algum tempo da classe empresarial, produtiva brasileira. Então ele realmente disse que estão prontos para nos apoiar e fazer com que o Brasil mude de patamar', disse o presidente.

    Questionado sobre a situação na Venezuela, Bolsonaro disse que a diplomacia será usada em primeiro lugar e 'até as últimas consequências' para resolver a crise política, econômica e social no país vizinho. Ele se recusou a comentar se tratou reservadamente com Trump sobre uma eventual ação militar na Venezuela.

    O presidente lembrou ainda que a China, que atualmente trava uma guerra comercial com os EUA, é o principal parceiro comercial do Brasil e disse que visitará o país asiático no segundo semestre deste ano.

    Na entrevista, Bolsonaro também defendeu o acordo firmado para que os Estados Unidos usem comercialmente a base de lançamentos de foguetes de Alcântara, no Maranhão, alegando que ela estava ociosa e que poderá gerar ganhos para o Brasil.

    'A base de Alcântara para nós, no momento, está sendo ociosa. Pior, está sendo deficitária. A entrada deles ajuda que possamos catapultar a base. É vantajoso para nós', avaliou.

    O presidente também saiu em defesa da decisão brasileira de isentar turistas norte-americanos de visto de entrada no Brasil, argumentando que a medida poderá aumentar os ganhos do setor de turismo no país.

    'O visto, olha só, a gente não vê nenhum americano indo para o Brasil para ganhar estabilidade via CLT, buscar emprego lá. Há uma diferença. Alguém tem que ceder em primeiro lugar, estender as mãos em primeiro lugar. Fomos nós', comentou.

    1

    0

    48

    4 D

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Maradona pede desculpas à Fifa depois de falar em 'roubo monumental' contra Colômbia

    Maradona pede desculpas à Fifa depois de falar em 'roubo monumental' contra Colômbia

    MOSCOU (Reuters) - Diego Maradona pediu desculpas à Fifa nesta quinta-feira, por meio de seu advogado, por ter dito que a vitória da Inglaterra sobre a Colômbia nas oitavas de final da Copa do Mundo foi um roubo monumental e que o árbitro Mark Geiger não esteve à altura da partida.

    Maradona fez comentários criticando com dureza o árbitro do jogo, o que provocou uma resposta severa da parte da Fifa.

    Diego Maradona se desculpa ao presidente (da Fifa Gianni) Infantino por suas frases sobre a Fifa e tem absoluto respeito pela instituição e pelo trabalho dos árbitros , disse nesta quinta-feira seu advogado, Matías Morla, em sua conta de Twitter.

    Na noite de quarta-feira a Fifa disse que reprovava energicamente os comentários do ex-astro argentino.

    Após os comentários de Diego Armando Maradona... a Fifa reprova energicamente as críticas sobre o comportamento dos responsáveis pela partida, que considera haver sido positivo em um encontro duro e muito emocionante , disse o organismo em um comunicado.

    Também considera que os comentários adicionais e insinuações feitas são completamente impróprios e infundados , disse.

    A Inglaterra venceu o jogo na disputa de pênaltis depois de 120 minutos marcados por discussões entre os jogadores, reclamações ao árbitro e simulações de lesões.

    Maradona disse que isso deve ser denunciado... isso não pode ficar assim, é um erro fatal, não importa que quem diga seja o Maradona... Eu disse a Infantino 'venho (à Fifa) se mudarmos tudo... E hoje vi um roubo monumental no campo. Peço desculpas a todo o povo colombiano' .

    0

    0

    53

    8 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. desculpas

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.