alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE dialogo

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia EUA aceitam diálogo com Pyongyang apesar de retomada de programa de mísseis

    EUA aceitam diálogo com Pyongyang apesar de retomada de programa de mísseis

    Por David Brunnstrom e Hyonhee Shin

    WASHINGTON/SEUL (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está aberto a conversas adicionais com Pyongyang a respeito da desnuclearização, disse seu conselheiro de Segurança Nacional nesta quinta-feira, apesar de relatos de que a Coreia do Norte está reativando partes de seu programa de mísseis.

    Novas atividades foram detectadas em uma fábrica que produziu os primeiros mísseis balísticos intercontinentais (ICBMs) norte-coreanos capazes de alcançar os EUA, relataram os jornais sul-coreanos JoongAng Ilbo e Donga Ilbo, citando parlamentares informados pelo Serviço de Inteligência Nacional na terça-feira.

    Nesta semana, dois centros de estudo dos EUA e a agência de espionagem de Seul disseram que a Coreia do Norte está reconstruindo uma instalação de lançamento de foguetes, levando Trump a dizer que ficaria 'muito, muito decepcionado com o presidente Kim' se isso for verdade.

    Os relatos sobre as atividades norte-coreanas causaram mais dúvidas sobre o futuro do diálogo que Trump vem buscando com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, depois que uma segunda cúpula dos dois líderes no Vietnã fracassou na semana passada.

    O conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, disse nesta quinta-feira que Trump ainda está aberto a conversas adicionais com a Coreia do Norte sobre a desnuclearização.

    'O presidente obviamente está aberto a conversar novamente. Veremos quando isso pode ser marcado ou como pode ser arranjado', disse Bolton em uma entrevista à Fox News.

    'Temos muitas maneiras de obter informações. Estudaremos a situação cuidadosamente. Como o presidente disse, seria muito, muito decepcionante se eles estiverem tomando esta direção.'

    0

    0

    14

    2 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Maduro rejeita novas eleições, mas diz que está pronto para o diálogo

    Maduro rejeita novas eleições, mas diz que está pronto para o diálogo

    Por Ali Kucukgocmen

    ISTAMBUL (Reuters) - O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, rejeitou um ultimato internacional para convocar eleições dentro de oito dias e disse que o líder da oposição, Juan Guaidó, violou a Constituição do país ao declarar-se presidente.

    Em entrevista à CNN da Turquia neste domingo, Maduro disse estar aberto ao diálogo e que um encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, é improvável, mas não impossível.

    Washington, que reconheceu Guaidó como líder, pediu no sábado que o mundo 'escolha um lado' na Venezuela e se desconecte financeiramente do governo de Maduro.

    Com Maduro, a Venezuela mergulhou numa crise econômica, social e política, com escassez de alimentos, uma inflação que deve subir para 10 milhões por cento este ano e protestos, que levou a uma emigração em massa.

    Reino Unido, Alemanha, França e Espanha disseram que reconhecerão Guaidó se Maduro não convocar novas eleições dentro de oito dias, um ultimato que a Rússia considera 'absurdo' e que o chanceler venezuelano chamou de 'infantil'.

    Washington, Canadá, assim como a maioria dos países latino-americanos, incluindo o Brasil, e muitos países europeus classificaram as eleições do segundo mandato de Maduro, em maio passado, como fraudulentas.

    Maduro mantém a lealdade das Forças Armadas, embora o principal adido militar da Venezuela aos Estados Unidos tenha desertado para o lado de Guaidó no sábado.

    1

    0

    21

    3 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Premiê da Espanha promete apoiar diálogo na Venezuela

    Premiê da Espanha promete apoiar diálogo na Venezuela

    LIMA (Reuters) - O prêmie da Espanha, Pedro Sánchez, durante sua primeira visita à América Latina desde que assumiu o cargo em junho, prometeu apoiar todos os esforços por um diálogo para encerrar a crise política e econômica na Venezuela.

    Sánchez iniciou sua viagem na segunda-feira pelo Chile, um dos muitos países da região que têm recebido venezuelanos fugindo da hiperinflação e da escassez de recursos básicos que abalam a Venezuela do presidente socialista Nicolás Maduro.

    'É uma crise que tem crescido por algum tempo na Venezuela e que nós, com certeza, vemos com grande preocupação', disse Sánchez em coletiva de imprensa em Santiago, ao lado do presidente chileno, Sebastián Piñera, um grande crítico de Maduro.

    Mas Sánchez reforçou que a Espanha, que já colonizou grande parte da América Latina, não tem nenhuma intenção de interferir em assuntos internos da região.

    'A Venezuela precisa começar um diálogo com si mesma... para encontrar uma solução para essa crise política. E, com certeza, a comunidade internacional precisa acompanhar esse diálogo', disse Sánchez. 'Eu garanto que a Espanha será muito ativa nisso'.

    Diversos países da América Latina, incluindo Chile, Peru, México, Argentina e Brasil, têm pedido que Maduro realize reformas democráticas e aceite auxílios humanitários para deter um crescente êxodo de venezuelanos pela região.

    Nesta terça-feira, Sánchez viajará à Bolívia, antes de visitar Colômbia e Costa Rica.

    (Reportagem de Antonio de la Jara)

    0

    0

    12

    8 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. dialogo

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.