alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE emirados

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Em meio a tensões com o Irã, petroleiros sauditas estão entre os atingidos na costa dos Emirados Árabes

    Em meio a tensões com o Irã, petroleiros sauditas estão entre os atingidos na costa dos Emirados Árabes

    Por Rania El Gamal e Bozorgmehr Sharafedin

    DUBAI/LONDRES (Reuters) - A Arábia Saudita disse nesta segunda-feira que dois de seus navios petroleiros estavam entre as embarcações atingidas na costa dos Emirados Árabes Unidos, e descreveu o incidente como uma tentativa de minar a segurança da oferta de petróleo bruto em meio às tensões entre os Estados Unidos e o Irã.

    Os Emirados Árabes Unidos disseram no domingo que quatro embarcações comerciais foram sabotadas perto do Emirado de Fujairah, um dos maiores centros de abastecimento do mundo, pouco depois do estreito de Hormuz. A natureza do ataque não foi descrita e nem quem estaria por trás.

    Os Emirados Árabes Unidos identificaram na segunda-feira as embarcações como dois petroleiros sauditas de propriedade da empresa de transportes Bahri , uma barca de abastecimento de bandeira dos Emirados e um petroleiro norueguês.

    A proprietária da embarcação norueguesa, a Thome Ship Management, disse que o navio foi 'atingido por um objeto não identificado'. Imagens vistas pela Reuters mostravam um buraco no casco na linha da água, e com o metal retorcido e virado para dentro.

    Uma testemunha da Reuters disse que mergulhadores estavam inspecionando os navios. A agência estatal de notícias dos Emirados Árabes disse que o porto de Fujairah operava normalmente.

    O Irã, envolvido em uma crescente guerra verbal contra os Estados Unidos sobre sanções econômicas e a presença militar dos Estados Unidos na região, se manifestou para se isentar da autoria do possível ataque nesta segunda-feira.

    O Ministro das Relações Exteriores do Irã chamou os incidentes de 'preocupantes e terríveis' e pediu uma investigação.

    Um importante parlamentar disse que 'sabotadores de um outro país' poderiam estar por trás do ato, depois de dizerem no domingo que o incidente mostrava que a segurança dos países do Golfo Persa era frágil.

    Uma autoridade norte-americana familiarizada com informações de inteligência dos Estados Unidos disse que o Irã era um dos principais suspeitos de ter perpetrado os ataques mas que os Estados Unidos não tinham provas conclusivas.

    'Isso se encaixa no modus operandi deles', disse a autoridade em condição de anonimato, sugerindo que as declarações do Irã se distanciando do incidente eram uma tentativa de 'deixar a água mais turva'.

    O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, compartilhou informações sobre a 'intensificação' das ameaças do Irã durante encontros com seus equivalentes da UE e com o chefe da Otan em Bruxelas, segundo o representante especial dos EUA para o Irã, Brian Hook, disse a jornalistas.

    Hook se negou a dizer se acreditava que o Irã tinha um papel no caso, ou se Pompeo culpava o Irã. Ele disse que os Emirados Árabes buscaram ajuda dos Estados Unidos na investigação e que Washington estava contente em ajudar.

    O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã Abbas Mousavi disse que o incidente nos Emirados 'tem um impacto negativo sobre a segurança de transportes marítimos' e pediu que os países da região 'estejam vigilantes contra os planos desestabilizadores de agentes externos', segundo informou a agência de notícias semi-oficial ISNA.

    0

    0

    34

    6 D

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Emirados Árabes Unidos perdoam acadêmico britânico condenado à prisão perpétua

    Emirados Árabes Unidos perdoam acadêmico britânico condenado à prisão perpétua

    Por Stanley Carvalho

    ABU DHABI/DUBAI (Reuters) - Os Emirados Árabes Unidos perdoaram nesta segunda-feira um acadêmico britânico condenado à prisão perpétua por espionagem, acatando um pedido de clemência de sua família minutos depois de divulgarem um vídeo no qual ele supostamente confessa ser membro da agência de inteligência britânica MI6.

    O presidente dos Emirados Árabes Unidos emitiu o perdão como parte de uma concessão de clemência a mais de 700 prisioneiros para marcar o aniversário do país, de acordo com um comunicado divulgado pela agência estatal de notícias WAM.

    O perdão entrou em vigor imediatamente, e Matthew Hedges, doutorando de 31 anos da Universidade Durham que ficou detido durante mais de seis meses, poderá deixar o país 'assim que as formalidades forem finalizadas', disse o comunicado.

    O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido saudou a decisão, dizendo que o governo britânico não concordava com as acusações feitas contra Hedges, mas que agradece aos Emirados Árabes Unidos por resolverem a questão rapidamente.

    Na sexta-feira o país disse estar trabalhando em uma 'solução amistosa' para a questão, dias após Londres descrever a condenação como profundamente decepcionante.

    Hedges estava detido desde 5 de maio, quando foi preso no Aeroporto Internacional de Dubai ao final de uma visita de pesquisa de duas semanas.

    Minutos antes de o perdão ser anunciado um porta-voz do governo mostrou a jornalistas um vídeo em que Hedges supostamente confessa ser um membro do MI6 que pesquisava sistemas militares que os Emirados Árabes Unidos estão comprando.

    No vídeo Hedges disse que usou sua condição de doutorando como disfarce para abordar fontes.

    Sua família e sua universidade o descreveram como um pesquisador talentoso que entrou em choque com o sistema de segurança e justiça dos Emirados Árabes Unidos. Já o país o retratou como um espião britânico que recebeu um julgamento justo por delitos graves de espionagem.

    'A família e eu saudamos a notícia do perdão presidencial, e mal podemos esperar para Matt voltar para casa', disse a esposa de Hedges, Daniela Tejada, após o indulto.

    2

    0

    20

    5 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. emirados

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.