alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE espanha

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Nunca aprovei as atividades do Wikileaks, diz presidente do Equador

    Nunca aprovei as atividades do Wikileaks, diz presidente do Equador

    Por Sonya Dowsett

    MADRI (Reuters) - O presidente do Equador, Lenín Moreno, disse nesta sexta-feira que nunca apoiou as atividades de vazamento lideradas pelo fundador do Wikileaks, Julian Assange, indicando o desejo de seu governo de acabar com a longa estadia de Assange em sua embaixada de Londres.

    Moreno confirmou uma reportagem de 15 de julho do jornal londrino Sunday Times segundo a qual o Equador e o Reino Unido estão conversando para tentar encerrar a estadia de Assange na embaixada, onde o ativista conseguiu se asilar em 2012.

    O presidente do Equador disse que uma eventual retirada de Assange da representação diplomática teria que ser feita corretamente e por meio de um diálogo, mas não mostrou simpatia pela agenda política de Assange como vazador de documentos confidenciais.

    'Jamais fui a favor da atividade do senhor Assange', disse Moreno durante um evento em Madrid.

    O australiano Assange buscou refúgio na embaixada equatoriana para evitar uma extradição à Suécia, onde seria interrogado a respeito de alegações de crimes sexuais que sempre negou.

    As alegações foram descartadas desde então, mas Assange seria preso pela polícia britânica se deixasse a embaixada por violar os termos de sua condicional.

    Assange acredita que isso abriria caminho para uma extradição aos Estados Unidos, onde é buscado pela publicação de uma grande quantidade de segredos diplomáticos e militares dos EUA no site WikiLeaks.

    Moreno se pronunciou em Madri, onde se encontrou com o rei Felipe e o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, após uma visita de três dias ao Reino Unido.

    Quando indagado se conversou com o governo britânico sobre Assange em sua visita recente, Moreno respondeu que os dois países mantêm contato permanente a respeito do assunto.

    'A única pessoa com a qual nunca conversei é o senhor Assange', acrescentou.

    O impasse diplomático sobre a permanência de Assange na representação equatoriana está chegando ao fim, disse uma fonte próxima do criador do Wikileaks na segunda-feira.

    Mas fontes dos governos britânico e equatoriano minimizaram as insinuações de qualquer ação iminente para romper o impasse.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Rússia derrota Espanha nos pênaltis e vai às quartas de final da Copa do Mundo

    Rússia derrota Espanha nos pênaltis e vai às quartas de final da Copa do Mundo

    Por Karolos Grohmann

    MOSCOU (Reuters) - A anfitriã Rússia derrotou a Espanha por 4 x 3 nos pênaltis graças a duas defesas do goleiro Igor Akinfeev neste domingo, avançando às quartas de final da Copa do Mundo.

    O goleiro de 32 anos defendeu cobranças de Koke e Iago Aspas após ambos times marcarem dois gols cada, no que foi a primeira disputa de pênaltis da Rússia em uma Copa do Mundo e levou o time às quartas após um empate em 1 x 1 durante os 120 minutos.

    Mas as tensões estavam altas na disputa de pênaltis para os 78 mil espectadores no estádio Luzhniki, com todos os quatro cobradores russos mantendo as cabeças frias e o moscovita Akinfeev, que jogou somente pelo CSKA de Moscou em toda sua carreira, conseguindo afastar a tentativa de Koke.

    Ele então defendeu com o pé a cobrança de Aspas, levando a torcida à loucura.

        “No segundo tempo, nós estávamos tentando defender. Nós esperávamos por pênaltis e foi isto que aconteceu, graças a Deus”, disse Akinfeev. “Nós estamos fazendo uma Copa do Mundo fantástica”.

    Foi uma eliminação dolorosa para Espanha e seu técnico, Fernando Hierro, que assumiu o comando no último minuto para substituir Julen Lopetegui, demitido na véspera do torneio após aceitar a oferta do Real Madrid para ser técnico do clube.

    “Nós fizemos tudo possível”, disse o capitão da Espanha, Sergio Ramos, que marcou seu pênalti. “É difícil, muito doloroso”.

    A Espanha, que nunca derrotou um anfitrião em Copas do Mundo ou Euros, conseguiu abrir o placar aos 12 minutos, quando Sergei Ignashevich, de 38 anos, se enrolou com Ramos perto da trave, fazendo com que a bola batesse em seu calcanhar para marcar o 10º gol contra no torneio.

    A campeã do mundo de 2010 controlou o jogo com passes precisos, mas não conseguiu aumentar, uma vez que os russos defendiam com disciplina.

    A Rússia parecia, no entanto, estar sem força no ataque, com uma tentativa de Aleksanr Golovin sendo a única boa oportunidade, até um toque de mão de Gerard Piqué dar à seleção russa uma oportunidade de igualar de pênalti.

    O atacante Artem Dzyuba marcou o pênalti aos 41 minutos do primeiro tempo, em seu terceiro gol na competição, mandando o goleiro espanhol David de Gea para o lado errado e despertando a multidão.

    Faltou velocidade e ritmo no jogo mesmo após o intervalo, com os russos jogando sem um atacante tradicional após a substituição de Dzyuba.

    Apesar dos 75 por cento de posse de bola e mais de mil passes, o famoso tiki-taka espanhol raramente levou o time até a área e a equipe teve que esperar até os 40 do segundo tempo para testar Akinfeev, com um chute rasteiro de Andrés Iniesta, que começou a partida no banco.

    Já sem fôlego e com diversos jogadores com câimbras, a Rússia foi reduzida a defesas desesperadas na prorrogação, conforme a Espanha comandava a partida.

    Akinfeev fez outra defesa para afastar uma tentativa de Rodrigo após boa arrancada no segundo tempo da prorrogação, antes de seu tornar um herói nacional ao salvar duas cobranças de pênaltis e levar a seleção anfitriã às quartas de final.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Espanha busca empate com Marrocos e enfrentará Rússia nas oitavas de final

    Espanha busca empate com Marrocos e enfrentará Rússia nas oitavas de final

    Por Steve Keating

    KALININGRADO, Rússia (Reuters) - Iago Aspas saiu do banco de reservas para marcar nos acréscimos e garantir à Espanha um dramático empate em 2 x 2 com Marrocos nesta segunda-feira pelo Grupo B da Copa do Mundo, resultado que deu aos espanhóis a liderança da chave e uma vaga nas oitavas de final do torneio para enfrentar a Rússia.

    Quando Marrocos caminhava para conquistar sua primeira vitória no torneio, Aspas marcou o gol de empate depois de Youssef En-Nesyri colocar os marroquinos à frente aos 36 minutos da segunda etapa com um brilhante cabeceio.

    O gol de empate da Espanha foi originalmente anulado por impedimento, mas a decisão foi revertida após uma longa análise do Árbitro Assistente de Vídeo (VAR) em meio a cenas caóticas dentro de campo.

    A Espanha ficou com o primeiro lugar do grupo por ter marcado mais gols que Portugal, depois de os atuais campeões europeus terem empatado em 1 x 1 também nesta segunda, com o empate iraniano vindo nos acréscimos.

    Houve muita incerteza, não sabíamos se tínhamos terminado em primeiro até meus colegas de time me contarem , disse Aspas. O importante é que classificamos e que terminamos em primeiro no grupo.

    Todos aceitariam terminar em primeiro no grupo quando ele foi sorteado, então você tem que pensar sobre tudo que aconteceu (se referindo à demissão do técnico Julen Lopetegui às vésperas do torneio), mas simplesmente nos concentramos em trabalhar duro.

    O atacante marroquino Khalid Boutaib deu uma vantagem inicial ao time africano após erro da Espanha no meio-campo, mas Isco empatou ao receber passe dentro da pequena área de Andrés Iniesta.

    O Marrocos, já eliminado, voltou a marcar aos 36 minutos do segundo tempo, quando En-Nesyri subiu alto para cabecear, marcando o gol que parecia prestes a causar a primeira derrota da Espanha desde a Euro 2016. Mas Aspas garantiu a igualdade já nos acréscimos.

    A Espanha enfrentará a Rússia nas oitavas de final.

    Temos que ter autocrítica, não é assim, não podemos dar tantas oportunidades , disse o técnico da Espanha, Fernando Hierro, após a partida.

    Temos poder ofensivo, jogadores de qualidade, mas temos que ajustar as transições, em que as equipes com muito físico nos causam muito problema , acrescentou.

    O Marrocos surpreendeu os espanhóis com um jogo de muita intensidade.

    Deixamos a Copa do Mundo com a cabeça erguida , disse o meia do Marrocos Faycal Fajr. Nós demos tudo, defendemos nossas cores. As pessoas não conheciam o Marrocos antes da Copa do Mundo, demos um bom exemplo, e agora as pessoas conhecem o Marrocos.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. tags
    6. /
    7. espanha
    8. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.