alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE febre

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro teve febre e está com pneumonia

    Bolsonaro teve febre e está com pneumonia

    SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro teve um episódio isolado de febre na noite de quarta-feira e teve detectada uma pneumonia que está sendo tratada por antibióticos, disse nesta quinta-feira o porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros.

    Segundo boletim médico do hospital Albert Einstein, onde Bolsonaro passou por uma cirurgia no dia 28 de janeiro, o presidente realizou exames de imagem e os resultados foram compatíveis com pneumonia.

    'O excelentíssimo presidente da República, Jair Bolsonaro, permanece internado na Unidade Semi-Intensiva do hospital Israelita Albert Einstein. Apresentou, ontem à noite, episódio isolado de febre sem outros sintomas associados, foi submetido à tomografia de tórax e abdome que evidenciou boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia', afirma o boletim desta quinta-feira.

    'Foi realizado um ajuste na antibioticoterapia e mantidos os demais tratamentos. Continua sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdome e recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral. Hoje, realizou exercícios respiratórios e caminhou no corredor', acrescentou o boletim.

    Em entrevista à imprensa no hospital, Rêgo Barros disse que a febre de Bolsonaro foi de 38 graus e que os médicos acrescentaram um novo antibiótico aos medicamentos ministrados ao presidente.

    'O presidente vem recebendo administração de antibióticos de amplo espectro. Os médicos acharam por bem acrescentar à antibioticoterapia um novo componente, uma nova droga, de forma que esse espectro possa ser ainda maior, e têm a convicção de que essa ação vai debelar essa pneumonia que foi encontrada em seu pulmão', disse o porta-voz.

    'Eles fizeram os exames tanto viral quando bacteriano e descartaram o viral. Então trata-se de uma questão bacteriana. Não sei se posso aprofundar um pouco mais, algumas causas podem ser a geradora dessa pneumonia, mas ficar na suposição não me parece adequado, de forma que eu não vou citar', acrescentou.

    Indagado, o porta-voz disse que não sentiu dos médicos um aumento da preocupação com o estado de saúde do presidente.

    Rêgo Barros disse ainda a jornalistas que Bolsonaro está com bom estado de ânimo e que, inclusive, fez brincadeiras com enfermeiras e com o operador da máquina de tomografia quando ele se submeteu ao exame na noite de quarta-feira.

    Em Brasília, o vice-presidente Hamilton Mourão procurou minimizar o assunto. Questionado se não seria o momento de voltar a assumir a Presidência, para que Bolsonaro possa se restabelecer com tranquilidade, Mourão foi sucinto: 'Não.'

    'Vamos aguardar o que é esta questão da pneumonia. O dado que tem ainda é incipiente, né? É normal quando a pessoa fica muito tempo deitada. Ambiente de hospital tem esse problema, então vamos aguardar', disse a jornalistas.

    No dia 28 de janeiro, Bolsonaro se submeteu a uma cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia e para reconstrução de seu trânsito intestinal que durou cerca de sete horas. Foi a terceira cirurgia a que ele se submeteu depois de sofrer uma facada em setembro do ano passado durante evento de campanha.

    O primeiro procedimento foi uma operação de emergência em Juiz de Fora (MG), onde ele sofreu o atentado, e posteriormente, já em São Paulo, ele teve de passar por nova cirurgia por conta de aderências na parede intestinal.

    O presidente tem despachado e assinado atos no hospital.

    (Por Eduardo Simões)

    0

    0

    30

    1 S

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro teve alta de temperatura e passou por drenagem de líquido ao lado do intestino, diz hospital

    Bolsonaro teve alta de temperatura e passou por drenagem de líquido ao lado do intestino, diz hospital

    SÃO PAULO (Reuters) - O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, teve elevação da temperatura, para 37,7°C, e foi submetido a drenagem de pequena coleção de líquido ao lado do intestino, 'sem intercorrências', informou boletim médico do hospital Albert Einstein, divulgado na tarde desta quinta-feira.

    Bolsonaro, líder das pesquisas de intenção de voto para a eleição de outubro, permanece internado na Unidade de Terapia Semi-Intensiva e 'apresenta boa evolução clínica e sem disfunções orgânicas'.

    'Devido à elevação da temperatura (37,7°C), foi realizada uma tomografia computadorizada de tórax e abdômen que evidenciou pequena coleção de líquido ao lado do intestino', informou boletim médico.

    'Foi submetido a uma drenagem dessa coleção guiada por imagem, sem intercorrências. Está com dreno no local e evolui sem dor.'

    Bolsonaro, que foi esfaqueado no último dia 6 e passou por duas cirurgias, continua recebendo dieta líquida por via oral com boa aceitação associada à nutrição endovenosa, de acordo com o hospital.

    O boletim médico sobre o estado de saúde de Bolsonaro, que vinha sendo divulgado diariamente por volta de 15h, foi distribuído pela assessoria de imprensa do hospital somente às 17h41 desta quinta.

    Duas fontes do hospital que não tratam diretamente o presidenciável, mas estão a par de seu estado de saúde, disseram à Reuters que os médicos coletaram o líquido que foi drenado das proximidades do intestino do presidenciável, e essa cultura será submetida a exame para verificar se Bolsonaro está sofrendo uma infecção.

    Após Bolsonaro ser submetido à primeira cirurgia, logo depois de ser esfaqueado ainda na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, os médicos que o operaram apontaram o risco de infecção, já que o golpe provocou um ferimento no intestino grosso do candidato, com vazamento de fezes para a cavidade abdominal, que foi tratado na intervenção cirúrgica.

    Além do ferimento no intestino grosso, a facada também provocou lesões em uma veia abdominal de Bolsonaro e em seu intestino delgado. Posteriormente, já no Albert Einstein, Bolsonaro foi submetido a nova cirurgia devido a uma aderência em seu intestino e de uma obstrução no local, que foram resolvidas na operação.

    Nesta segunda cirurgia, os médicos também detectaram o vazamento de secreção intestinal em uma dos pontos de sutura feitos na primeira operação, que também foi solucionado naquela intervenção feita em São Paulo.

    (Por Tatiana Ramil e Eduardo Simões; Reportagem adicional de Brad Brooks)

    0

    0

    33

    5 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. febre

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.