alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE haddad02turno

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Após 1º turno difícil, campanha de Haddad se reorganiza para enfrentar Bolsonaro

    Após 1º turno difícil, campanha de Haddad se reorganiza para enfrentar Bolsonaro

    Por Lisandra Paraguassu

    BRASÍLIA (Reuters) - Depois de chegar ao segundo turno com o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, em uma votação difícil, a campanha do petista Fernando Haddad começa a se reorganizar para reagrupar apoios, agregar novos nomes à coordenação política e mexer no discurso para enfrentar o ex-capitão do Exército, que abriu 17 pontos de vantagem na votação deste domingo.

    Nos próximos três dias, o partido começa uma séria de reuniões que devem mexer na comunicação do candidato e no comando da campanha para tentar reverter a vitória de Bolsonaro nas próximas três semanas.

    Já nesta segunda-feira, o ex-ministro Jaques Wagner, que se elegeu senador pela Bahia, chega a São Paulo para se integrar ao comando da campanha. Considerado um hábil negociar, Wagner foi escalado para começar as conversas com outros partidos e tentar atrair apoios formais a Haddad.

    Neste domingo, o próprio candidato ligou para Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado na disputa, e Guilherme Boulos (PSOL), além de ter recebido um telefonema de Marina Silva (Rede), quando se preparava para lhe telefonar. No entanto, a soma dos candidatos de centro-esquerda -mesmo acrescidos do PSB, que tende a declarar apoio a Haddad- não chega ao necessário para bater Bolsonaro.

    Um dos coordenadores da campanha de Haddad, o deputado federal Emídio de Souza (SP), afirma que a prioridade é o campo de centro-esquerda e 'juntar o campo democrático', mas admitiu que o PT vai começar a telefonar para presidentes de outros partidos políticos.

    'Acordos partidários vão ter que ser pensados', disse.

    Emídio avalia que o movimento das últimas 48 horas foi muito forte e 'ter resistido a ele e ter chegado no segundo turno foi importante'. 'Tem um recado claro aí das urnas', afirmou.

    'MAIS HADDAD, MENOS LULA'

    A mudança, no entanto, vai além de tentar ampliar as negociações para formar, como disse o próprio Haddad, uma frente democrática. Parte da coligação quer dar mais voz ao candidato, e ter 'mais Haddad e menos Lula', como disse à Reuters uma fonte que participa do conselho político da campanha.

    Um grupo petista resiste à ideia de deixar o ex-presidente, preso em Curitiba, em segundo plano. O fato de Haddad ter perdido um percentual de votos para Bolsonaro na Região Nordeste, fortalece a ideia de que Lula ainda pode ter peso na campanha.

    No entanto, um grupo que cresce defende que Haddad precisa tomar controle da campanha e caminhar para o centro democrático e se colocar como uma alternativa clara a uma candidatura 'pouco democrática' como Bolsonaro.

    Ainda assim, Haddad irá nesta segunda-feira, como primeiro ato depois do primeiro turno, visitar Lula em Curitiba, onde o ex-presidente está preso desde o dia 7 de abril, acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Sua primeira entrevista como candidato no turno deverá ser feita em frente à Superintendência da Polícia Federal.

    Novos nomes devem se agregar à coordenação, como o de Wagner, que tende a se alinhar com uma proposta mais moderada.

    O partido deve investir ainda em uma atuação mais forte nas redes sociais. Na reta final, a quantidade de notícias falsas usada contra a campanha de Haddad cresceu exponencialmente e a avaliação na campanha é que o partido reagiu tarde. Apenas na última semana.

    'Vamos mudar nossa política de rede. Teve uma disseminação de fake news absurda. O TSE não agiu para combater', disse Emídio.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. haddad02turno

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.