alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE honduras

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Centenas de hondurenhos partem a caminho dos EUA em nova caravana

    Centenas de hondurenhos partem a caminho dos EUA em nova caravana

    SAN PEDRO SULA, Honduras (Reuters) - Centenas de emigrantes de Honduras iniciaram na segunda-feira uma longa caminhada para o norte como parte de uma nova caravana destinada aos Estados Unidos, apesar de uma onda anterior de centro-americanos ter sido incapaz de entrar rapidamente no território norte-americano.

    Caravanas de imigrantes da América Central têm se tornado um ponto de conflito no debate sobre a política imigratória dos EUA, à medida que o presidente norte-americano, Donald Trump, permanece inflexível em sua decisão de impedir a entrada dos imigrantes.

    Na segunda-feira, imagens de televisão mostraram centenas de pessoas reunidas na violenta cidade de San Pedro Sula balançando bandeiras de Honduras, à medida que começavam a jornada de semanas ou até meses para atingir a fronteira dos Estados Unidos com o México.

    Entre 600 e 800 hondurenhos se juntaram à caravana, de acordo com estimativa de Miroslava Serpas, chefe de questões migratórias do centro de pesquisa de direitos humanos Ciprodeh, que acompanha o grupo.

    No último mês de outubro, uma outra caravana de imigrantes deixou Honduras composta por homens, mulheres e crianças, que, em sua maioria, diziam fugir da pobreza e da violência de gangues enraizada no país.

    Enquanto cerca de 2.500 pessoas dessa caravana permanecem na cidade de fronteira de Tijuana, no México, mais de 7 mil retornaram a Honduras, de acordo com autoridades do país.

    (Reportagem de Jorge Cabrera e Gustavo Palencia)

    0

    0

    10

    1 S

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Dois imigrantes de Honduras são assassinados no México, dizem autoridades

    Dois imigrantes de Honduras são assassinados no México, dizem autoridades

    Por Christine Murray e Lizbeth Diaz

    CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Os corpos de dois imigrantes hondurenhos jovens assassinados foram encontrados na cidade fronteiriça mexicana de Tijuana no final de semana, disseram autoridades na terça-feira, ressaltando os perigos enfrentados por centro-americanos que tentam entrar ilegalmente nos Estados Unidos.

    A Procuradoria de Tijuana disse em um comunicado que está investigando as mortes dos dois jovens, que parecem ter sido esfaqueados e estrangulados. Acredita-se que as vítimas tinham cerca de 16 ou 17 anos, disse a Procuradoria.

    As vítimas, que estavam morando em um abrigo para imigrantes jovens em Tijuana, seguiam para outro abrigo quando foram interceptadas por pessoas que aparentemente pretendiam assaltá-las, segundo a procuradoria. Um terceiro garoto sobreviveu.

    O incidente não parece ter relação com o crime organizado, disse Jorge Alvarez Mendoza, um procurador de Tijuana.

    Milhares de imigrantes centro-americanos chegaram a Tijuana nos últimos meses com a esperança de ingressar nos EUA. Muitos estão esperando no México enquanto solicitam asilo através de um sistema conhecido como 'medição', que limita quantos podem fazer solicitações a cada dia.

    Não foi possível determinar de imediato se as vítimas planejavam pedir asilo.

    O México e os EUA estão debatendo a possibilidade de enviar imigrantes centro-americanos nos EUA de volta ao México enquanto seus pedidos de asilo são processados.

    A proposta foi muito criticada por grupos de direitos humanos, que dizem que manter postulantes a asilo nas cidades fronteiriças mexicanas os coloca em perigo. Não houve nenhum avanço desde que a iniciativa foi noticiada pela mídia.

    Alden Rivera, embaixador de Honduras no México, disse que os adolescentes eram hondurenhos e que o ataque que os vitimou aconteceu na tarde de sábado.

    'No momento, tudo que podemos dizer é que os três meninos foram levados a um lugar', disse Rivera à Reuters. 'Dois deles foram assassinados brutalmente e um deles é um sobrevivente do incidente que está sendo protegido pelas autoridades mexicanas'.

    0

    0

    9

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Trump ameaça cortar ajuda a Honduras devido a caravana de imigrantes

    Trump ameaça cortar ajuda a Honduras devido a caravana de imigrantes

    WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou cortar fundos de ajuda destinados a Honduras se o país da América Central não detiver uma caravana de pessoas que está seguindo para os EUA.

    'Os Estados Unidos informaram fortemente o presidente de Honduras que, se a grande caravana de pessoas que está rumando aos Estados Unidos não for detida e levada de volta a Honduras, não se dará mais dinheiro ou ajuda a Honduras, entrando em vigor imediatamente!', escreveu Trump no Twitter.

    Em meio a uma jornada rumo ao norte, mais de 3 mil imigrantes cruzaram de Honduras para a Guatemala na segunda-feira depois de um confronto com um batalhão de choque da polícia e alertas de Washington para que os imigrantes não tentem entrar nos EUA ilegalmente.

    A multidão mais do que dobrou de tamanho desde sábado, quando cerca de 1.300 pessoas partiram do norte hondurenho para o que foi apelidado de 'Marcha do Imigrante', disse um organizador. Os imigrantes planejam buscar o status de refugiados no México ou atravessar para os EUA.

    A Reuters não conseguiu verificar de forma independente o número de participantes, mas imagens mostraram um grupo carregando mochilas e enchendo estradas próximas da fronteira, alguns acenando com a bandeira de Honduras.

    Países da América Central, de onde milhares de imigrantes fugiram nos últimos anos, estão sendo cada vez mais pressionadas pelo governo Trump para fazerem mais para conter a imigração em massa.

    (Por Doina Chiacu)

    0

    0

    9

    3 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Pai diz que menina hondurenha na capa da revista Time não foi separada da mãe

    Pai diz que menina hondurenha na capa da revista Time não foi separada da mãe

    Por Gustavo Palencia

    TEGUCIGALPA (Reuters) - A menina hondurenha que aparece vestida com um casaco rosa e chorando diante do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na capa da próxima edição da revista Time não foi separada de sua mãe na fronteira dos EUA, segundo um homem que diz ser o pai da criança.

    A impactante foto original, tirada no local de uma detenção na fronteira por John Moore, fotógrafo da Getty Images, se tornou uma das imagens emblemáticas de uma onda de reportagens sobre a política de separação de famílias do governo Trump.

    Dezenas de jornais e revistas de todo o mundo publicaram a foto, aprofundando a revolta que levou Trump a recuar na quarta-feira e dizer que as famílias não serão mais separadas.

    Minha filha se tornou um símbolo da... separação de crianças na fronteira dos EUA. Ela pode até ter tocado o coração do presidente Trump , disse Denis Valera à Reuters em uma entrevista por telefone.

    Valera disse que a menina e sua mãe, Sandra Sanchez, foram detidas juntas na divisa de McAllen, cidade do Estado do Texas onde Sandra pediu asilo, e que elas não foram separadas depois de serem detidas perto da fronteira.

    A vice-ministra das Relações Exteriores de Honduras, Nelly Jerez, confirmou o relato dos eventos feito por Valera.

    Ele disse ter ficado surpreso e aflito na primeira vez em que viu a foto de sua filha chorando na televisão. Ver o que estava acontecendo com ela naquele momento parte o coração de qualquer um .

    A foto foi usada em uma ação de arrecadação de fundos pelo Facebook que conseguiu mais de 17 milhões de dólares de donativos de quase meio milhão de pessoas para o Centro para Educação e Serviços Legais de Refugiados e Imigrantes (Raices), uma entidade sem fins lucrativos do Texas que oferece assistência legal a refugiados e imigrantes.

    A política imigratória de tolerância zero da gestão Trump levou à separação de 2.342 crianças de seus pais na fronteira EUA-México entre 5 de maio e 9 de junho.

    Vídeos de crianças separadas sentadas em jaulas, uma gravação de áudio de crianças chorando e a foto de Moore provocaram indignação mundial com as diretrizes de Trump.

    0

    0

    49

    7 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. honduras

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.