alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE inglaterra

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Croácia vence Inglaterra na prorrogação e enfrentará França na final da Copa do Mundo

    Croácia vence Inglaterra na prorrogação e enfrentará França na final da Copa do Mundo

    Por Mitch Phillips

    MOSCOU (Reuters) - A Croácia mostrou uma resiliência magnífica ao dar a volta por cima e derrotar a Inglaterra por 2 x 1 nesta quarta-feira, com o gol na prorrogação de Mario Mandzukic levando a seleção à sua primeira final de Copa do Mundo e gerando comemorações por todo o país.

    A Inglaterra parecia estar no caminho de sua primeira final desde 1966, ao abrir o placar com gol de falta de Kieran Trippier aos 5 minutos e dominou totalmente o primeiro tempo.

    Mas a Croácia, em sua primeira semifinal desde 1998, igualou com gol de Ivan Perisic aos 23 do segundo tempo e então se tornou o time mais perigoso.

    O jogo permaneceu empatado após 90 minutos, levando a Croácia para sua terceira prorrogação seguida, depois de ter derrotado a Dinamarca e a Rússia nos pênaltis.

    Mas ao invés de murchar, a seleção croata pareceu ter ganho energia e evitou uma terceira disputa de pênaltis quando Mandzukic marcou com um chute rasteiro aos 4 minutos do segundo tempo da prorrogação.

    Desde a semifinal dos sonhos em 1998, em sua primeira competição como uma nação independente, a Croácia fracassava em avançar da fase de grupos, com cada elenco fracassado subsequente sendo comparado aos heróis que disputaram a Copa na França.

    Este elenco, no entanto, superou o feito e terá a chance de vingar a derrota de 20 anos atrás quando enfrentar a França no domingo no estádio Luzhniki, em Moscou.

    Estamos merecidamente na final , disse o técnico croata Zlatko Dalic. O que os rapazes jogaram esta noite é fantasia, eles fizeram história. Nós não dissemos a nossa última palavra, ainda há mais um jogo pela frente. Se Deus quiser, seremos campeões do mundo.

    Como sempre, a Croácia mostrou fantástico espírito e confiança, indo à prorrogação em três partidas e mostrando recuperação após um primeiro tempo ruim contra a Inglaterra.

    A seleção inglesa teve um início perfeito quando Trippier cobrou uma incrível falta no ângulo.

    O gol foi o 12º da Inglaterra na competição, e o nono de bola parada, mas a seleção deveria ter acrescentado mais ao placar enquanto parecia estar completamente no comando.

    RECUPERAÇÃO

    A melhor chance para um segundo gol da Inglaterra foi desperdiçada por Jesse Lingard, que estava desmarcado quando chutou para fora quando um gol parecia certo.

    A Croácia era um sombra da equipe que massacrou a Argentina na fase de grupos, mas começou a firmar sua posição no jogo conforme a partida passou da marca de uma hora e a influência de Luka Modric cresceu.

    A Inglaterra pagou o preço destes erros quando Perisic mostrou grande determinação ao ficar na frente de Kyle Walker para receber um cruzamento de Sime Vrsaljko e, embora seu pé estivesse levantado e ele tenha olhado ansiosamente para o árbitro, Walker estava paralisado e houve algumas reclamações.

    Perisic poderia ter marcado outro quando chutou a bola na trave, e a zaga inglesa começava a perder forma.

    Foi um jogo diferente a partir daí, com a Croácia de repente jogando com precisão e propósito, se aproveitando das falhas inglesas, embora Kane tenha perdido uma chance de vencer o jogo nos acréscimos, quando cabeceou depois de cobrança de falta.

    A Inglaterra inicialmente se reorganizou bem na prorrogação, com Marcus Rashford apresentando mais velocidade e a Croácia ficou grata a Vrsajlko por salvar na linha do gol um cabeceio de John Stones.

    Mas foi a Croácia que deu o golpe final, quando Perisic ganhou de cabeça na beira da área, a Inglaterra perdeu concentração e a bola sobrou para Mandzukic, que chutou para superar o goleiro Jordan Pickford.

    “Nós trabalhamos o mais duro que pudemos... isto dói, isto dói muito e irá doer por muito tempo”, disse Kane, capitão da Inglaterra.

    “Nós criamos algumas boas chances quanto estávamos com vantagem de 1 x 0, talvez nós tenhamos ficado muito atrás, mas nós não tivemos pressão suficiente”, acrescentou. “Há muitas coisas que poderíamos ter feito melhor”.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Dois britânicos são envenenados com agente nervoso Novichok perto de onde espião russo foi atacado

    Dois britânicos são envenenados com agente nervoso Novichok perto de onde espião russo foi atacado

    Por Henry Nicholls

    AMESBURY, Inglaterra (Reuters) - Dois cidadãos britânicos estão em condição grave no hospital nesta quarta-feira após terem sido envenenados com o agente nervoso Novichok, o mesmo que envenenou um ex-agente russo e sua filha em março, informou a principal autoridade antiterrorismo do Reino Unido.

    Os britânicos, uma mulher de 44 anos e um homem de 45, foram hospitalizados após serem encontrados adoentados no sábado em Amesbury, a poucos quilômetros de Salisbury, onde o ex-agente duplo Sergei Skripal e sua filha, Yulia, foram atacados em março.

    “Eu recebi resultados de testes (do centro militar de pesquisas) de Porton Down que mostram que as duas pessoas foram expostas ao agente nervoso Novichok”, disse Neil Basu, autoridade antiterrorismo mais sênior do Reino Unido, a repórteres.

        A unidade policial antiterrorismo do Reino Unido agora está comandando a investigação, embora Basu tenha dito ser incerto como as duas pessoas entraram em contato com o agente nervoso ou se elas foram especificamente miradas.

        Amesbury fica a 11 quilômetros de Salisbury, onde os Skripal foram encontrados inconscientes em 4 de março.

        A polícia isolou ao menos cinco áreas diferentes, incluindo um parque e uma propriedade em Salisbury, e uma farmácia e um centro comunitário da igreja batista em Amesbury, embora autoridades da saúde tenham dito que o risco à população é baixo.

    O Reino Unido acusou a Rússia de envenenar Skripal com o agente nervoso Novichok, no primeiro ataque com tal arma química em solo europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

        O ataque provocou a maior expulsão do Ocidente de diplomatas russos desde a Guerra Fria, conforme aliados na Europa e nos Estados Unido apoiaram o ponto de vista da primeira-ministra britânica, Theresa May, de que Moscou é responsável ou havia perdido controle do agente nervoso.

        A Rússia negou qualquer envolvimento e sugeriu que o Reino Unido havia realizado o ataque para provocar histeria anti-Rússia. 

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Inglaterra bate Colômbia nos pênaltis e vai às quartas de final contra Suécia

    Inglaterra bate Colômbia nos pênaltis e vai às quartas de final contra Suécia

    Por Mitch Phillips

    MOSCOU (Reuters) - A Inglaterra finalmente acabou com a maldição dos pênaltis ao vencer a Colômbia por 4 x 3, nesta terça-feira, depois de empate por 1 x 1 nas oitavas de final da Copa do Mundo, em jogo em que os colombianos fizeram seu gol de empate nos acréscimos do segundo tempo.

    A seleção inglesa havia perdido todos os três confrontos decididos por pênaltis em Copa do Mundo e três de quatro na Eurocopa, mas venceu nesta terça, quando Mateus Uribe e Carlos Bacca desperdiçaram suas cobranças, deixando para Eric Dier chutar o pênalti decisivo e converter.

    Foi a primeira vez que a Colômbia esteve envolvida em uma disputa de pênaltis na Copa do Mundo e a equipe chegou a abrir vantagem quando Jordan Henderson errou seu chute - mas, desta vez, a sorte sorriu para a Inglaterra.

    Os ingleses abriram o placar na partida com Harry Kane, de pênalti, aos 12 do segundo tempo, seu sexto gol no torneio, e a Inglaterra parecia estar no caminho da classificação até que Yerry Mina marcou o gol de empate aos 48 minutos, de cabeça.

    Foi a primeira vitória da Inglaterra em um jogo eliminatório desde 2006, o que garantiu ao time uma vaga nas quartas de final contra a Suécia, que esteve longe de impressionar ao vencer a Suíça por 1 x 0 também nesta terça-feira.

    Depois vem uma potencial semifinal contra a anfitriã Rússia ou a Croácia.

    As esperanças da Colômbia sofreram um grande revés antes do início do jogo, quando o meia-atacante James Rodríguez foi descartado por causa de uma lesão na panturrilha, e, sem ele, a equipe adotou uma postura defensiva e pouco ameaçou.

    A Inglaterra sempre foi o time mais determinado em campo. Os sul-americanos estavam tentando segurar a pressão da rival, mas cometeram pênalti quando Carlos Sánchez agarrou Kane, o artilheiro da Copa, dentro da área.

    Depois de quatro minutos de paralisação, com reclamações dos colombianos, Kane manteve a calma e acertou sua terceira cobrança de pênalti no Mundial da Rússia.

    Quando Juan Cuadrado chutou uma boa chance por cima do travessão, a 10 minutos do final da partida, era um sinal de que haveria mais emoção.

    O goleiro da seleção da Inglaterra Jordan Pickford fez uma excelente defesa em chute longo de Uribe, mas na cobrança de escanteio - o primeiro da Colômbia no jogo - Mina subiu para marcar e empolgou os torcedores colombianos.

    Dier, reserva da Inglaterra, perdeu a melhor chance da prorrogação, ao cabecear por cima do gol, mas ele compensou de forma enfática com a penalidade decisiva.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bélgica fica com liderança ao bater Inglaterra por 1 x 0 e vai enfrentar Japão

    Bélgica fica com liderança ao bater Inglaterra por 1 x 0 e vai enfrentar Japão

    KALININGRADO, Rússia (Reuters) - Um belo gol de Adnan Januzaj no segundo tempo deu à Bélgica uma vitória por 1 x 0 sobre a Inglaterra nesta quinta-feira, e uma campanha perfeita na primeira fase da Copa do Mundo, deixando os ingleses com a segunda colocação do Grupo G.

    A Bélgica agora enfrenta o Japão em Rostov-on-Don na segunda-feira, enquanto a Inglaterra encara a Colômbia em Moscou na terça-feira nas oitavas de final. Uma vitória na próxima fase colocará Brasil ou México no caminho da Bélgica, e a Inglaterra enfrentaria Suécia ou Suíça.

    Bélgica e Inglaterra pouparam vários jogadores titulares e, apesar das chances criadas, os torcedores se perguntaram se as equipes estavam dispostas a aceitar o segundo lugar para ter uma tabela teoricamente mais fácil.

    No entanto, aos seis minutos do segundo tempo, Januzaj, de 23 anos, bateu da entrada da área e acertou um bonito chute no alto do goleiro inglês Jordan Pickford.

    A Inglaterra desperdiçou uma oportunidade com Marcus Rashford aos 21 minutos do segundo tempo, quando ele disparou para fora ao ficar cara a cara com o goleiro Courtois.

    Com o atacante Harry Kane e outros sete de fora, a Inglaterra não conseguiu reagir.

    O técnico da Bélgica, Roberto Martínez, colocou Thomas Vermaelen como lateral-direito, após lesão, e mandou a campo o zagueiro Vincent Kompany, perto do final. Desta forma, todos os 20 jogadores de linha da seleção belga já jogaram na Rússia.

    (Reportagem de Alastair Macdonald)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Inglaterra garante classificação ao golear Panamá por 6 x 1

    Inglaterra garante classificação ao golear Panamá por 6 x 1

    NIZHNY NOVGOROD, Rússia (Reuters) - Harry Kane marcou três gols e a Inglaterra se classificou para as oitavas de final da Copa do Mundo ao golear o Panamá por 6 x 1 em partida pelo Grupo G da Copa do Mundo neste domingo.

    O resultado, uma vitória recorde para a Inglaterra em um jogo de Copa do Mundo, significa que a equipe garantiu vaga na fase eliminatória com um jogo de antecedência, junto com a Bélgica, que também tem seis pontos. O estreante Panamá está eliminado, assim como a Tunísia.

    A Inglaterra estava com 5 x 0 no intervalo, depois de se aproveitar ao máximo de uma fraca defesa panamenha. Um cabeceio de John Stones, um pênalti cobrado por Kane e um belo arremate da entrada da área de Jesse Lingard colocaram os ingleses em vantagem.

    Stones marcou de novo em jogada bem trabalhada em cobrança de falta e uma segunda penalidade para Kane asseguraram os 5 x 0 no primeiro tempo.

    O capitão da Inglaterra, agora o artilheiro do torneio com cinco gols, completou seu hat-trick quando um chute de Ruben Loftus-Cheek desviou no atacante do Tottenham aos 18 minutos do segundo tempo.

    Kane se tornou apenas o terceiro jogador da Inglaterra a fazer três gols em um jogo de Copa do Mundo depois de Geoff Hurst na final de 1966 e Gary Lineker contra a Polônia em 1986.

    O Panamá fez o gol de honra aos 32 minutos por intermédio de Felipe Baloy - o primeiro gol do país centro-americano em uma Copa do Mundo.

    (Reportagem de Simon Evans)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Harry Kane marca duas vezes e Inglaterra consegue vencer Tunísia por 2 x 1

    Harry Kane marca duas vezes e Inglaterra consegue vencer Tunísia por 2 x 1

    Por William Schomberg

    VOLGOGRADO (Reuters) - O capitão da Inglaterra Harry Kane marcou duas vezes, a última delas nos acréscimos do segundo tempo, e garantiu a vitória de sua seleção por 2 x 1 sobre a Tunísia na partida de estreia na Copa do Mundo nesta segunda-feira. 

    Quando parecia que a Inglaterra iria estender seu histórico de partidas decepcionantes em Copas do Mundo, Kane escorou para o gol de cabeça na segunda trave após um desvio em cobrança de escanteio aos 46 minutos do segundo tempo. 

    A Inglaterra havia prometido iniciar sua campanha no ataque e partiu para cima da Tunísia desde o início do jogo do grupo G, com seus jogadores de vermelho correndo e ocupando os espaços abertos do campo. 

    Kane colocou a Inglaterra na frente aos 11 minutos, quando o goleiro da Tunísia Mouez Hassen fez uma boa defesa de uma cabeçada de John Stones mas deu o rebote para o atacante, que não desperdiçou. 

    Com 1 x 1 no placar tínhamos o plano de ir para cima, mas não nos abrirmos para os contra-ataques , disse o técnico da Inglaterra, Gareth Southgatge. No final a pressão cresceu e cresceu. Fizemos as coisas certas, tomamos boas decisões e merecemos a vitória.  

    A Tunísia veio à Rússia com a reputação de ser difícil de ser atacada. Em vez disso, a seleção norte-africana esteve aberta por repetidas vezes e foi atacada pela Inglaterra desde o início, especialmente pelo lado direito com Kieran Trippier. 

    Apesar do gol no início, a Inglaterra não foi eficiente na frente do gol na noite quente às margens do rio Volga, com alguns de seus jogadores incomodados por nuvens de mosquitos. 

    A Inglaterra pagou o preço pelo desperdício quando os tunisianos, que mal tinha começado a pressionar, receberam um pênalti no final da primeira etapa. O zagueiro Kyle Walker girou o braço para trás e acertou Fakhereddine Ben Youssef no rosto e o juiz colombiano Wilmar Roldan marcou a penalidade. 

    Ferjani Sassi, depois de aparecer sussurrando uma oração para si mesmo, bateu com força no canto esquerdo de baixo do goleiro Jordan Pickford e converteu a cobrança aos 35 minutos. 

    A Inglaterra reclamou alguns pênaltis para si mas manteve a mesma intensidade no ataque no segundo tempo. A Tunísia parecia mais confortável na defesa, e se contentava com o empate até o gol de Kane aos 46 minutos. 

    Depois de uma cobrança de escanteio de Trippier, um desvio de Harry Maguire encontrou o atacante do Tottenham Hotspur na segunda trave e ele não desperdiçou, levando a Inglaterra à vitória na estreia.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. inglaterra

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.