alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE ministros

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Ministros eurocéticos renunciam e afetam planos de premiê britância para saída da UE

    Ministros eurocéticos renunciam e afetam planos de premiê britância para saída da UE

    Por Elizabeth Piper e William James e Andrew MacAskill

    LONDRES (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, e o negociador do Brexit pelo lado do governo britânico, David Davis, renunciaram nesta segunda-feira em protesto contra os planos da primeira-ministra Theresa May de manter laços próximos com a União Europeia após o país deixar o bloco, gerando rebelião dentro do partido governista.

    Principal rosto do Brexit para muitos dentro e fora do Reino Unido, Johnson renunciou poucas horas após o pedido de demissão do ministro do Brexit Davis, encorajando alguns dentro do Partido Conservador a organizarem um plano para afastar May a menos de nove meses da saída oficial do Reino Unido da UE, em março do ano que vem.

    May nomeou Jeremy Hunt, que era ministro da Saúde há bastante tempo, como ministro das Relações Exteriores após a saída de Johnson.

    As duas demissões aparentam despedaçar a proclamação de May na sexta-feira de unidade de seu gabinete, quando ela disse acreditar que havia conseguido, após dois anos de esforços, assegurar um acordo sobre a maior mudança de política externa e comercial do Reino Unido em quase meio século.

    No entanto, May foi aplaudida e elogiada por muitos parlamentares conservadores em encontro particular nesta segunda-feira, após ter passado mais de duas horas no Parlamento respondendo questões muitas vezes hostis.

    Tanto eurocéticos quanto legalistas disseram que ela havia se mantido firme e aparenta ter conseguido manter o cargo, ao menos por ora.

    As renúncias não ajudam May a mostrar a unidade que desejava apresentar em Bruxelas na próxima fase de negociações sobre os futuros laços do Reino Unido com o bloco.

    Ao invés disso, as demissões fomentaram uma profunda descrença entre muitos eurocéticos dentro do partido de May, prejudicando sua posição e levantando dúvidas sobre o processo do Brexit.

    “O Brexit deveria ser sobre oportunidade e esperança”, disse Johnson em sua carta de renúncia. “O sonho está morrendo, sufocado por insegurança desnecessária”.

    Ele se queixou sobre como “decisões cruciais” haviam sido adiadas, levando ao que descreveu como um “semi-Brexit”, com o Reino Unido incapaz de desviar, ou se afastar, de regras e regulações estabelecidas em Bruxelas. “No que diz respeito a isso, nós estamos verdadeiramente seguindo para o status de colônia”.

    O agora ex-ministro do Brexit Davis havia anteriormente chamado o plano de May de perigoso, e disse que daria “muitas coisas, muito rápido” para negociadores da União Europeia. May o substituiu por outro defensor do Brexit, Dominic Raab, que disse estar pronto para “os desafios do Brexit”.

    (Reportagem adicional de Michael Holden, Alistair Smout e Kate Holton)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Ministros suíços apoiam comemorações políticas de Xhaka e Shaquiri em jogo contra Sérvia

    Ministros suíços apoiam comemorações políticas de Xhaka e Shaquiri em jogo contra Sérvia

    Por Brian Homewood

    MOSCOU (Reuters) - Dois ministros do governo da Suíça apoiaram os jogadores Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri, da seleção suíça, depois de suas polêmicas comemorações de gol após a vitória por 2 x 1 contra a Sérvia na Copa do Mundo. 

    A Fifa, entidade que comanda o futebol mundial, abriu processos disciplinares contra os dois jogadores, que têm origem étnica albanesa kosovar e comemoraram seus tentos com gestos que pareciam imitar a águia desenhada na bandeira albanesa. 

    Qualquer um que experimente a atmosfera elétrica do jogo pode apreciar mais o desempenho da nossa seleção e pode entender as emoções que tomam conta de cada jogador , disse o ministro de Defesa, Proteção Civil e Esportes, Guy Parmelin, ao jornal Neue Zurcher Zeitung (NZZ). 

    O ministro suíço das Relações Exteriores, Ignazio Cassis, também simpatizou com o gesto. 

    Eu não tenho dúvidas de que você pode sentir emoções patrióticas pela terra que o recebeu, sem esquecer das suas raízes , disse. 

    O regulamento disciplinar da Fifa determina que jogadores culpados por provocar o público podem enfrentar suspensões de dois jogos, e o presidente da Federação Suíça de Futebol, Peter Gillieron, disse que tinha esperanças de que os dois pudessem ser absolvidos. Seria um golpe muito grande se eles fossem suspensos , disse. 

    A Sérvia se recusa a reconhecer a independência de sua antiga província de Kosovo, cuja população de 1,8 milhão é composta majoritariamente por albaneses étnicos e se separou há dez anos. 

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia STF amplia restrição de foro a ministros de Estado com decisão sobre Blairo Maggi

    STF amplia restrição de foro a ministros de Estado com decisão sobre Blairo Maggi

    BRASÍLIA (Reuters) - A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ampliar o entendimento que restringiu o alcance do foro privilegiado para ministros de Estado e conselheiros de Tribunal de Contas do Estado (TCEs), ao analisar o questionamento sobre uma denúncia contra o ministro da Agricultura e senador licenciado, Blairo Maggi (PP-MT).

    O colegiado foi na linha do entendimento adotado, no início do mês passado, pelo plenário do STF de que o alcance dessa prerrogativa para os parlamentares servia apenas para os crimes cometidos no exercício do cargo e que tinham relação direta com a função.

    O novo entendimento da 1ª Turma ocorreu na análise de questionamento sobre se uma denúncia contra Maggi deveria ficar no Supremo ou ser remetida a instâncias judiciais inferiores.

    Maggi foi acusado criminalmente de corrupção ativa sob a acusação de participar --quando era governador de Mato Grosso, em 2009-- de um esquema de compra e venda de cadeiras no Tribunal de Contas do Estado.

    A maioria da Turma decidiu remeter o caso de Blairo para a Justiça Federal de Mato Grosso.

    Em nota, a assessoria de Maggi disse que quando o ministro decidiu abrir mão de disputar à reeleição ao Senado, antes do julgamento do STF restringindo o foro, mostrou desconsiderar qualquer hipótese de se valer de foro privilegiado em julgamentos .

    A remessa do caso à Justiça de Mato Grosso é um desdobramento natural da investigação. O ministro reafirma sua confiança na Justiça, onde provará sua inocência , acrescenta a nota.

    Um conselheiro do TCE do Mato Grosso, Sérgio Ricardo de Almeida, denunciado com Maggi, também responderá na primeira instância, com a adoção do mesmo entendimento da Turma do STF.

    (Por Ricardo Brito; Edição de Alexandre Caverni)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. tags
    6. /
    7. ministros
    8. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.