alexametrics
Conectando

    NOTÍCIAS SOBRE ministros

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Ministros suíços apoiam comemorações políticas de Xhaka e Shaquiri em jogo contra Sérvia

    Ministros suíços apoiam comemorações políticas de Xhaka e Shaquiri em jogo contra Sérvia

    Por Brian Homewood

    MOSCOU (Reuters) - Dois ministros do governo da Suíça apoiaram os jogadores Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri, da seleção suíça, depois de suas polêmicas comemorações de gol após a vitória por 2 x 1 contra a Sérvia na Copa do Mundo. 

    A Fifa, entidade que comanda o futebol mundial, abriu processos disciplinares contra os dois jogadores, que têm origem étnica albanesa kosovar e comemoraram seus tentos com gestos que pareciam imitar a águia desenhada na bandeira albanesa. 

    Qualquer um que experimente a atmosfera elétrica do jogo pode apreciar mais o desempenho da nossa seleção e pode entender as emoções que tomam conta de cada jogador , disse o ministro de Defesa, Proteção Civil e Esportes, Guy Parmelin, ao jornal Neue Zurcher Zeitung (NZZ). 

    O ministro suíço das Relações Exteriores, Ignazio Cassis, também simpatizou com o gesto. 

    Eu não tenho dúvidas de que você pode sentir emoções patrióticas pela terra que o recebeu, sem esquecer das suas raízes , disse. 

    O regulamento disciplinar da Fifa determina que jogadores culpados por provocar o público podem enfrentar suspensões de dois jogos, e o presidente da Federação Suíça de Futebol, Peter Gillieron, disse que tinha esperanças de que os dois pudessem ser absolvidos. Seria um golpe muito grande se eles fossem suspensos , disse. 

    A Sérvia se recusa a reconhecer a independência de sua antiga província de Kosovo, cuja população de 1,8 milhão é composta majoritariamente por albaneses étnicos e se separou há dez anos. 

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia STF amplia restrição de foro a ministros de Estado com decisão sobre Blairo Maggi

    STF amplia restrição de foro a ministros de Estado com decisão sobre Blairo Maggi

    BRASÍLIA (Reuters) - A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ampliar o entendimento que restringiu o alcance do foro privilegiado para ministros de Estado e conselheiros de Tribunal de Contas do Estado (TCEs), ao analisar o questionamento sobre uma denúncia contra o ministro da Agricultura e senador licenciado, Blairo Maggi (PP-MT).

    O colegiado foi na linha do entendimento adotado, no início do mês passado, pelo plenário do STF de que o alcance dessa prerrogativa para os parlamentares servia apenas para os crimes cometidos no exercício do cargo e que tinham relação direta com a função.

    O novo entendimento da 1ª Turma ocorreu na análise de questionamento sobre se uma denúncia contra Maggi deveria ficar no Supremo ou ser remetida a instâncias judiciais inferiores.

    Maggi foi acusado criminalmente de corrupção ativa sob a acusação de participar --quando era governador de Mato Grosso, em 2009-- de um esquema de compra e venda de cadeiras no Tribunal de Contas do Estado.

    A maioria da Turma decidiu remeter o caso de Blairo para a Justiça Federal de Mato Grosso.

    Em nota, a assessoria de Maggi disse que quando o ministro decidiu abrir mão de disputar à reeleição ao Senado, antes do julgamento do STF restringindo o foro, mostrou desconsiderar qualquer hipótese de se valer de foro privilegiado em julgamentos .

    A remessa do caso à Justiça de Mato Grosso é um desdobramento natural da investigação. O ministro reafirma sua confiança na Justiça, onde provará sua inocência , acrescenta a nota.

    Um conselheiro do TCE do Mato Grosso, Sérgio Ricardo de Almeida, denunciado com Maggi, também responderá na primeira instância, com a adoção do mesmo entendimento da Turma do STF.

    (Por Ricardo Brito; Edição de Alexandre Caverni)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.