alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE nasa

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Trump pede verba adicional de U$1,6 bi para programa da Nasa de voltar à lua até 2024

    Trump pede verba adicional de U$1,6 bi para programa da Nasa de voltar à lua até 2024

    Por Joey Roulette

    WASHINGTON (Reuters) - O governo Trump pediu ao Congresso na segunda-feira que aumente o orçamento da Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa) no ano que vem em 1,6 bilhão de dólares, em uma 'primeira parcela' para alançar a meta de levar os norte-americanos de volta à superfície da lua até 2024.

    O pedido de aumento de fundos, anunciado pelo presidente no Twitter, vem quase dois meses depois de o vice-presidente Mike Pence declarar o objetivo de encurtar em quatro anos o cronograma anterior da Nasa para colocar astronautas na lua pela primeira vez desde 1972.

    O aumento proposto elevaria o nível total de gasto da Nasa para o ano fiscal de 2020 a 22,6 bilhões de dólares. A maior parte do aumento está reservada para pesquisa e desenvolvimento de um sistema de pouso lunar humano, segundo um sumário fornecido pela agência.

    'No meu governo, estamos recuperando a grandeza da Nasa e voltaremos à lua, e depois Marte', tuitou Trump na segunda-feira. 'Estou atualizando meu orçamento para incluir 1,6 bilhão de dólares adicionais para que possamos voltar ao espaço com tudo!'.

    A princípio a Nasa almejava levar uma espaçonave tripulada à superfície lunar até 2028, depois de colocar uma estação de 'Abertura' na órbita da lua até 2024.

    A nova meta --uma empreitada que deve custar dezenas de bilhões de dólares-- chega no momento em que a Nasa se empenha, com a ajuda de parceiros privados, em retomar missões espaciais humanas partindo dos EUA pela primeira vez desde que o programa de ônibus espaciais foi encerrado em 2011.

    O administrador da Nasa, Jim Bridenstine, classificou o pedido de aumento revisado como uma 'primeira parcela de confiança' da Casa Branca.

    'Nossa meta aqui é construir um programa que nos leve à lua o mais rápido possível', disse Bridenstine a repórteres em uma teleconferência na noite de segunda-feira. 'Nos próximos anos, precisaremos de fundos adicionais', disse. 'Mas esta é uma boa quantia que nos coloca em movimento de uma maneira muito forte'.

    O programa Apollo, antecessor da Nasa ao esforço de levar humanos de volta ao satélite natural da Terra, realizou seis missões tripuladas à lua entre 1969 e 1972.

    1

    0

    13

    6 D

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Nasa cancela primeira caminhada espacial totalmente feminina por falta de trajes adequados

    Nasa cancela primeira caminhada espacial totalmente feminina por falta de trajes adequados

    Por Sonia Elks

    LONDRES (Thomson Reuters Foundation) - O que deveria ter sido um salto gigantesco para a humanidade virou um tropeço no caminho da igualdade, depois que a Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa) cancelou a primeira caminhada espacial só de mulheres por falta de trajes do tamanho certo.

    Anne McClain e Christina Koch entrariam nos livros de história na sexta-feira, durante a última semana do Mês das Mulheres. No entanto, Anne terá que dar lugar na missão para seu colega Nick Hague, anunciou a Nasa na noite de segunda-feira.

    'Os administradores da missão decidiram ajustar as tarefas, devido em parte à disponibilidade de trajes espaciais na estação', disse a Nasa em um comunicado.

    'McClain percebeu durante sua primeira caminhada espacial que um torso duro de tamanho médio --essencialmente a camisa do traje espacial-- lhe serve melhor. Como só um torso de tamanho médio pode ser preparado até a sexta-feira, 29 de maço, Koch o usará'.

    Quase 60 anos após o primeiro ser humano ir ao espaço, menos de 11 por cento das mais de 500 pessoas que já fizeram viagens espaciais foram mulheres, e as equipes de caminhada espacial sempre foram ou masculinas ou mistas.

    Anne e Christina foram parte da classe de 2013 da Nasa, que tinha 50 por cento de mulheres.

    A Nasa disse que a decisão de mudar o plano foi tomada juntamente com Anne após uma caminhada espacial na semana passada.

    'Anne treinou com M e G e achou que poderia usar um grande, mas depois da caminhada espacial de sexta-feira decidiu que um médio veste melhor', escreveu a porta-voz Stephanie Schierholz no Twitter.

    'Neste caso, é mais fácil (e mais rápido!) mudar os caminhantes espaciais do que reconfigurar o traje espacial'.

    O anúncio da Nasa causou decepção e revolta em muitas pessoas que acompanhavam a missão muito aguardada nas redes sociais, e algumas argumentaram que uma caminhada espacial só de mulheres já deveria ter acontecido.

    Outras disseram que estão tristes por ver um momento marcante na exploração espacial feminina ser adiado, mas que a segurança vem em primeiro lugar.

    Mas 'uma caminhada espacial só de mulheres irá acontecer eventualmente', escreveu Emily Lakdawalla, editora-sênior da entidade norte-americana sem fins lucrativos The Planetary Society.

    0

    0

    39

    1 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Telescópio da Nasa descobre dois novos planetas cinco meses após lançamento

    Telescópio da Nasa descobre dois novos planetas cinco meses após lançamento

    Por Joey Roulette

    ORLANDO, Flórida (Reuters) - Um telescópio orbital desenvolvido para detectar mundos fora do sistema solar descobriu dois planetas distantes nesta semana, cinco meses após o lançamento do Cabo Canaveral, no Estado norte-americano da Flórida, disseram autoridades na quinta-feira.

    O Satélite de Pesquisa de Exoplanetas em Trânsito da Nasa, mais conhecido como Tess, fez uma descoberta precoce de 'super-Terras' e 'Terras quentes' em sistemas solares a não menos de 49 anos-luz de distância, a primeira descoberta do satélite desde o lançamento em abril.

    A missão de dois anos e 337 milhões de dólares do Tess almeja ampliar o catálogo dos chamados exoplanetas, mundos que circulam estrelas distantes, conhecidos pelos astrônomos.

    Embora os dois planetas sejam quentes demais para comportar vida, a vice-diretora de ciência do Tess, Sara Seager, acredita em muitas outras descobertas deste tipo.

    'Teremos que esperar para ver o que mais o Tess descobre', disse Sara à Reuters. 'Sabemos que há planetas lá fora, enchendo o céu noturno, só esperando para ser encontrados'.

    O Tess foi concebido para capitalizar o trabalho de seu antecessor, o telescópio espacial Kepler, que descobriu a maior parte dos cerca de 3.700 exoplanetas documentados durante os últimos 20 anos e que está ficando sem combustível.

    A Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa) espera localizar milhares de mundos até agora desconhecidos, talvez centenas deles do tamanho da Terra ou 'super-Terras' – não maiores do que duas vezes o tamanho de nosso planeta.

    Acredita-se que nestes é mais provável encontrar superfícies rochosas ou oceanos, e por isso eles são considerados os melhores candidatos para a evolução da vida. Cientistas disseram crer que futuramente o Tess ajudará a catalogar ao menos outros 100 exoplanetas rochosos para estudos posteriores do que se tornou um dos campos de exploração mais novos da astronomia.

    Na quarta-feira pesquisadores do MIT anunciaram a descoberta do Pi Mensae c, uma 'super-Terra' a 60 anos-luz de distância orbitando seu sol a cada 6,3 dias. A descoberta do LHS 3844 b, uma 'Terra quente' situada a 49 anos-luz de distância que orbita seu sol a cada 11 horas, foi anunciada na quinta-feira.

    Os dois planetas novos, que ainda precisam ser analisados por outros pesquisadores, oferecem uma chance para estudos posteriores, disseram autoridades.

    0

    0

    36

    8 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. nasa

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.