alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE sexta

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro segue na liderança com 28% e Haddad vai a 22%, diz Datafolha; petista venceria num 2º turno

    Bolsonaro segue na liderança com 28% e Haddad vai a 22%, diz Datafolha; petista venceria num 2º turno

    SÃO PAULO (Reuters) - O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, segue na liderança da disputa do primeiro turno da eleição presidencial, mantendo 28 por cento das intenções de voto, seguido pelo presidenciável do PT, Fernando Haddad, com 22 por cento, mas na segunda rodada a vitória seria do petista, mostrou pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira.

    O petista tinha 16 por cento no levantamento anterior, do dia 20.

    Na nova pesquisa, divulgada pela TV Globo, o candidato do PDT, Ciro Gomes, apareceu com 11 por cento, ante 13 por cento, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), com 10 por cento, ante 9 por cento, e Marina Silva (Rede) com 5 por cento, ante 7 por cento antes.

    Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, Alckmin e Ciro estão em empate técnico.

    O levantamento mostra ainda João Amoêdo (Novo) com os mesmos 3 por cento da pesquisa anterior, seguido por Henrique Meirelles (MDB), que também repetiu a taxa anterior, de 2 por cento, e Alvaro Dias (Podemos), com 2 por cento (ante 3 por cento).

    Os votos nulos e brancos somaram 10 por cento, ante 12 por cento na última pesquisa, enquanto os entrevistados que disseram não saber em quem irão votar se mantiveram em 5 por cento.

    SEGUNDO TURNO

    Em simulações de segundo turno, Ciro é o único candidato que venceria todos os rivais. Em uma eventual disputa com Bolsonaro, o candidato do PDT ganharia por 48 a 38 por cento (ante 45 a 39 por cento).

    Numa simulação entre Bolsonaro e Haddad, o petista venceria por 45 por cento a 39 por cento. Na semana passada, os dois estavam empatados em 41 por cento.

    Em um confronto do candidato do PSL contra Alckmin, o tucano venceria por 45 a 38 por cento. No último levantamento o placar havia sido numericamente favorável a Alckmin, por 40 a 39 por cento, mas em um empate técnico.

    Na simulação entre Haddad e Alckmin, os dois aparecem empatados em 39 por cento. O placar anterior era favorável ao tucano por 39 a 35 por cento.

    O Datafolha também pesquisou a rejeição dos candidatos, e apontou que Bolsonaro segue o mais rejeitado pelos eleitores, com 46 por cento, ante 43 por cento no levantamento anterior.

    A seguir aparecem Haddad, com 32 por cento (ante 29 por cento), Marina, com 28 por cento (ante 32 por cento); Alckmin, com os mesmos 24 por cento anteriores; e Ciro, com 21 por cento (ante 22 por cento).

    O Datafolha ouviu 9 mil eleitores em 343 municípios brasileiros entre quarta e sexta-feira.

    (Por Alexandre Caverni)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro teve elevação isolada de temperatura e deve receber alta no fim de semana, diz hospital

    Bolsonaro teve elevação isolada de temperatura e deve receber alta no fim de semana, diz hospital

    SÃO PAULO (Reuters) - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, apresentou uma alta isolada da temperatura, sem outros sinais de infecção, e deve ter alta no fim de semana se as condições atuais se mantiverem, informou nesta sexta-feira o hospital Albert Einstein, onde o presidenciável está internado desde 7 de setembro.

    Segundo boletim médico do hospital, após a realização de exames laboratoriais, de culturas no sangue e na urina, e de imagem, se verificou 'crescimento de uma bactéria de baixa virulência no sangue, sem focos de infecção no abdome' de Bolsonaro. O presidenciável está recebendo antibioticoterapia.

    '(Bolsonaro) apresentou um episódio isolado de elevação da temperatura (37,8 C°), sem outros sintomas de infecção', disse o hospital.

    'O paciente mantém-se sem picos febris, sem alterações nos exames de imagem e com boa evolução clínica. Persiste com alimentação por via oral e, mantidas as condições clínicas atuais, há programação de alta para este final de semana', conclui o boletim.

    Na véspera, após a divulgação do boletim médico diário de Bolsonaro, notícias na mídia relatavam que o candidato do PSL estaria com uma infecção.

    Bolsonaro foi esfaqueado no dia 6 de setembro durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG). Ele foi submetido a uma cirurgia de emergência na Santa Casa de Misericórdia da cidade mineira antes de ser transferido para São Paulo. No Einstein, passou por uma segunda cirurgia para resolver uma aderência na parede intestinal e uma obstrução no órgão.

    (Por Alexandre Caverni)

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia TSE marca sessão extra na 6ª-feira que pode analisar participação de Lula na TV

    TSE marca sessão extra na 6ª-feira que pode analisar participação de Lula na TV

    Por Ricardo Brito

    BRASÍLIA (Reuters) - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai realizar uma sessão extraordinária na sexta-feira que pode incluir na pauta a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na propaganda no rádio e na TV, informou uma fonte com conhecimento do assunto à Reuters.

    O edital de convocação da sessão foi assinado pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber, mas a pauta não foi anunciada oficialmente ainda.

    Segundo a fonte, a corte pode também se debruçar sobre as impugnações ao registro de candidatura de Lula.

    Líder nas pesquisas de intenção de voto, o ex-presidente está preso desde abril cumprindo pena na Polícia Federal em Curitiba após ter sido condenado em segundo grau no processo do tríplex do Guarujá (SP). Por essa condenação, ele deve ter a candidatura barrada na Lei da Ficha Limpa.

    A propaganda no rádio e na TV para os presidenciáveis começa no sábado e a coligação do petista pediu ao TSE que garanta o direito do ex-presidente de gravar áudios e vídeos para o horário eleitoral.

    O partido Novo, do presidenciável João Amoêdo, apresentou nesta quarta-feira uma petição ao TSE para que decida logo a respeito da possibilidade de Lula participar da propaganda eleitoral e usar recursos públicos, do Fundo Partidário e do Fundo Eleitoral, para bancar a sua campanha.

    A reportagem procurou o advogado da coligação de Lula para comentar a possível realização da sessão na sexta, mas não obteve retorno de imediato.

    (Reportagem de Ricardo Brito)

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. sexta

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.