alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Vitamina C pode servir como combustível para células de tumores

    Mesmo assim, especialista alerta: não se deve parar de consumir a vitamina em nenhuma circunstância.

    Placeholder - loading - news single img
    Suco de laranja (Foto: Shutterstock)

    2866

    Publicada em  

    A vitamina C traz muitos benefícios, principalmente ao proteger contra o dano oxidativo causado pelos radicais livres. Por isso, incluí-la na dieta sempre foi indicado por especialistas na área da saúde. No entanto, uma equipe de pesquisadores chilenos acaba de demonstrar que a substância também pode servir como combustível para células tumorais de diferentes tipos de câncer.

    Docentes da Universidade de Concepción, liderados pela doutora Coralia Rivas, publicaram os resultados de duas décadas de pesquisa na revista Free Radical Biology and Medicine.

    Os pesquisadores concluíram que os cerca de 20 cânceres estudados satisfazem suas necessidades de grandes quantidades de nutrientes através da reciclagem da vitamina C.

    Até então, duas formas de vitamina C haviam sido estabelecidas no organismo: a oxidada (ácido desidroascórbico ou DHA), que se encontra em altas concentrações em ambientes pró-oxidantes ao redor de tumores e a reduzida (AA, ácido ascórbico), que possui a benéfica função antioxidante.

    Segundo os pesquisadores, as células tumorais adquirem esse DHA e o transportam para o seu interior e o convertem em vitamina C reduzida. A molécula permite com que elas continuem vivendo.

    As células tumorais de mama, próstata e leucemia “eram capazes de acumular intracelularmente muito mais vitamina C que as células normais”, revela Rivas. Para a pesquisadora, essa descoberta é de “suma importância porque significa que a vitamina C está fortalecendo as células tumorais e as deixa mais resistentes aos tratamentos”.

    “A célula tumoral consome altas quantidades de antioxidante que, nesse caso, é a vitamina C, que é usada para inibir esse ambiente oxidativo”, aplica a pesquisadora.

    Estudos anteriores

    Outros estudos já apontavam que a vitamina C pode inibir os tratamentos de quimioterapia e radioterapia. Ao que tudo indica, o passo seguinte é “poder inibir a captação desse transportador de vitamina C que está localizado na mitocôndria”, organela onde é gerada a energia de que as células necessitam para sobreviver, duplicar-se e realizar todas as suas funções, afirma a pesquisadora.

    Outro elemento-chave seria a presença de um transportador de vitamina C mitocondrial denominado SVCT2, que seria o “veículo” que permitiria à mitocôndria do tumor trasladar a vitamina ao seu interior e, dessa forma, evitar sua própria morte.

    Mas Rivas alerta que não se deve parar de tomar a vitamina C sob nenhuma circunstância, já que ela previne doenças e é essencial para o corpo.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

     

    1. Home
    2. noticias
    3. vitamina c pode servir como …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.