Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Ícone seta para a esquerda Veja todos os Artistas.

    Tom Speight

    news single img

    Um garoto tímido nascido no chuvoso Reino Unido, que elevou sua música a níveis internacionais. Podemos nessa singela frase descrever a trajetória de Tom Speight, um cantor e compositor que apesar de ter entrado de fato na indústria musical há pouco, já acumula milhões de streams no Spotify.

    Imagem de conteúdo do artista Tom Speight #1
    Toque para aumentar

    Thomas J Speight começou a traçar seus passos na carreira musical com apenas 8 anos. O artista tinha grandes influências musicais enraizadas dentro de casa, como os Beatles e, a partir daí, começou a criar em seu violão, melodias semelhantes às que ouvia.

    Com mais idade, foi estudar música no “Liverpool Institute for Performing Arts”, coincidentemente ou não, instituto fundado pelo ex-Beatle, Paul McCartney, uma de suas influencias e ídolos. Lá, foi um aluno destaque e ganhou o prêmio de Melhor Compositor do Ano.

    Depois de sua passagem pela instituição, Tom começou a investir pesado em sua carreira musical. Em 2016, lançou seu primeiro EP contendo quatro canções e, de lá para cá, oito discos foram colocados no ar.

    Consagrando-se um pouco mais no cenário musical, principalmente em seu país, o músico conquistou grandes feitos após seus primeiros trabalhos: abriu shows para artistas como Mumford & Sons e Ed Sheeran.

    O primeiro álbum veio somente em 2019. “Collide” trouxe 13 faixas inéditas compostas pelo cantor e foi um dos grandes responsáveis pelo alcance internacional de Tom. Um dos países que ele visitou, inclusive, foi o Brasil, onde uma legião de fãs o abraçou.

    Imagem de conteúdo do artista Tom Speight #2
    Toque para aumentar

    Foi nesse contexto de grande sucesso na vida profissional que Tom passou por um momento delicado em sua vida pessoal: foi diagnóstico com a doença de Crohn, um distúrbio que causa inflamação e cicatrizes no intestino.

    No caso de Tom, a doença atingiu o órgão de modo muito agressivo, resultando em úlceras e perfurações. A saída encontrada foi submeter o cantor a cirurgias, o que desacelerou, e muito o ritmo que sua carreira estava traçando.

    Já no ano de 2020 e com todo o contexto pandêmico, diversas composições foram o resultado da reclusão de Tom. Só naquele período, cinco singles e um EP foram lançados.

    Atualmente, Speight segue firme com suas composições sensíveis, melancólicas e românticas. Suas principais referências são Simon & Garfunkel e Elton John e, deste modo, Tom cresce cada vez mais.

    Por Fernanda Aranha

    1. Home
    2. artistas
    3. tom speight

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.