alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    ‘Acesso especial’ aos dados de usuários do Facebook foram liberados ao Tinder e outros apps do tipo

    De acordo com documentos, rede social propiciou que essas plataformas fossem enquadradas em ‘lista de permissões’

    Placeholder - loading - news single img
    Apps como Tinder podem ter sido beneficiados pelo Facebook. Crédito: iStock

    2828

    Publicada em  

    Segundo documentos vazados e divulgados na última quarta-feira, 06 de novembro, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg forneceu ao Tinder e a outros aplicativos similares acesso aos dados de seus usuários.

    Pautado em publicação da renomada revista norte-americana, Forbes, troca de e-mails entre executivos mostraram isso. Aliás, esse material integra um processo em andamento entre o Facebook e o Six4Three, extinto desenvolvedor de aplicativos, que processou a rede social em 2015 por restringir o acesso aos dados dos usuários, alegando que as ações não eram competitivas.

    Em 2014, a plataforma começou a impedir que aplicativos de terceiros tivessem acesso às informações de seus usuários, envolvendo- listas de amigos, data de nascimento, fotos, e páginas curtidas. O prazo dado a maioria dos app para se enquadrar na nova medida era até maio de 2015. Mas, alguns deles, como o Tinder, Bumble, Hinge e Coffee Meets Bagel, receberam privilégios, e foram colocados em uma espécie de “lista de permissões”, assim, conseguiam ter acesso ao conteúdo. Uma das justificativas dadas, de acordo com os documentos, foi que eles estavam ganhando destaque.

    Mais um escândalo, além do Cambridge Analytica, envolvendo o nome da empresa norte-americana associado à falta de privacidade, e ao compartilhamento de dados pessoais de modo inapropriado.

    Lembrando que recentemente, Mark passou pelo congresso norte-americano por causa da sua intenção de rodar a libra, moeda digital da instituição, bastante criticada pelos parlamentares que também, questionaram o gestor sobre esse tipo de comportamento errôneo adotado pela organização. Inclusive, nos Estados Unidos, o Facebook vem sendo investigado por ‘anticompetitividade’ e até mesmo por supostas violações das leis de privacidade do consumidor.

    1. Home
    2. noticias
    3. acesso especial aos dados de …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.