alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    1917 – Crítica sem spoilers

    Longa de Sam Mendes é uma grande experiência imersiva que merece toda a atenção que vem recebendo

    Placeholder - loading - news single img
    Poster oficial do filme 1917 ANTENA1/Divulgação

    Publicada em  

    Quantas vezes você já assistiu a um filme que prometia discorrer sobre homens, guerras e violência? A resposta, imagino, deve conter um número altíssimo.  

     

    Leia também: Entre Facas e Segredos - Crítica Sem Spoilers
     
    Sam Mendes sabe disso, por isso, ao invés de trazer mais um filme de guerra para o público, decidiu levar o público até a guerra. Entre tantos pontos altos, como a trilha sonora cheia de batidas fortes, o maior deles é a impressão que o filme passa de ter sido completamente gravado em apenas um take. 
     
    Com plot localizado em um dos momentos mais críticos da Primeira Guerra Mundial, 1917 conta a história de William Schofield e Blake, dois soldados que recebem a missão praticamente impossível de levar uma mensagem até Coronel Mackenzie. A mensagem é clara: Se o ataque programado para tal manhã acontecer, mais de 1.600 homens poderão morrer, incluindo o irmão de Blake. 
     
    Os dois protagonistas sendo seguidos pela câmera durante todo o tempo, faz com que o espectador tenha tamanha experiência imersiva no cinema como poucas. O que nos leva a outro fato: 1917 é um filme feito para ser visto nas salas de cinema. Apesar de poder adquirir o longa em serviços de streaming futuramente, é nula a possibilidade de competir com a sensação de assistir aos dois soldados em perigo eminente por duas horas.  
     
    Apesar da premissa, aparentemente, simples, é a crueza do dia a dia dos soldados na Primeira Guerra que torna o filme um poço cheio de emoções, ainda que em meio a tanta brutalidade.  
     
    E é preciso tempo para digerir tudo o que 1917 apresenta. Em pouco menos de duas horas, o longa de Sam Mendes entrega violência brutal, jogo rápido e o estrago real que a Primeira Guerra Mundial fez em seus soldados.  
     
    Bastante premiado durante a temporada de premiações, o filme se encaminha para as indicações ao Oscar 2020 e, sem esforço, conquistará sua posição ao menos nas categorias de Melhor Filme, Diretor e Trilha Sonora Original.  
     
    1917 é poderoso, grandioso e “tudo aquilo que falam” mesmo. 1917 é a sétima arte em seu auge, merecedor de Oscar e, com toda a certeza, vale o ingresso.  
     
    1917 estreia nos cinemas brasileiros em 23 de janeiro de 2020. Confira o trailer oficial abaixo: 

     

    1. Home
    2. noticias
    3. 1917 critica sem spoilers

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.