Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    'A América voltou': Bruxelas mostra otimismo na véspera da viagem de Biden à Europa

    Placeholder - loading - Presidente dos EUA, Joe Biden, em Rehoboth Beach, no Estado norte-americao de Delaware 04/06/2021 REUTERS/Kevin Lamarque
    Presidente dos EUA, Joe Biden, em Rehoboth Beach, no Estado norte-americao de Delaware 04/06/2021 REUTERS/Kevin Lamarque

    Publicada em  

    BRUXELAS (Reuters) - A viagem do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, à Europa nesta semana assinalará que o multilateralismo sobreviveu aos anos Trump, e preparará o cenário para uma cooperação transatlântica em desafios que vão de China e Rússia à mudança climática, disse o presidente das cúpulas da União Europeia.

    'A América voltou', disse o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, usando o bordão que Biden adotou depois que o ex-presidente Donald Trump retirou Washington de várias instituições multilaterais e, a certa altura, ameaçou romper com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

    'Isto significa que voltamos a ter um parceiro muito forte para promover a abordagem multilateral... uma grande diferença do governo Trump', disse Michel a um grupo de repórteres em Bruxelas na noite de segunda-feira.

    Michel e a chefe do Executivo da UE, Ursula von der Leyen, encontrarão Biden no dia 15 de junho, o que acontecerá após uma cúpula do G7 no Reino Unido e uma reunião de presidentes de nações da Otan em Bruxelas no dia 14 de junho.

    Michel disse que a ideia de que 'o multilateralismo voltou' é mais do que um slogan, é um reconhecimento de que uma abordagem global é necessária para resolver problemas, sejam cadeias de suprimento para vacinas contra Covid-19 ou impostos corporativos mais justos na era digital.

    Ele disse que a cúpula de três dias do G7 na Cornualha, Inglaterra, pode ser um 'divisor de águas importante' que mostraria um compromisso político sério por trás das promessas de Biden de 'reconstruir melhor' na esteira da devastação econômica da pandemia de coronavírus.

    Também seria uma oportunidade de tratar da pressão sentida por democracias liberais, disse Michel, que espera haver um debate do G7 sobre a necessidade de o Ocidente adotar uma abordagem mais proativa na defesa de seus valores frente à ascensão da China e a assertividade russa.

    Michel disse que conversou durante 90 minutos com o presidente russo, Vladimir Putin, na segunda-feira, dizendo-lhe que Moscou precisa mudar de comportamento se quiser relações melhores com as 27 nações da UE.

    A UE e a Rússia discordam em diversos temas, como os direitos humanos, a intervenção russa na Ucrânia e o tratamento de Moscou a Alexei Navalny, crítico do Kremlin atualmente preso, e Michel disse que as relações entre as partes estão em baixa.

    (Por John Chalmers)

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    Neste mês de setembro foi lançado Cry Macho, o mais novo filme do consagrado ator e diretor, Clint Eastwood. Mesmo com 91 anos e com uma certa fragilidade na aparência, o astro se mostra incansável, chegando a montar a cavalo e cavalgar em uma cena. “Trate o cavalo como um amigo e ele vai cuidar de você", disse sobre a tensão sentida por todos no set ao verem um homem dessa idade subir no animal.

    No longa, Clint assume o papel de Mike Milo, um ex-peão de rodeio que está velho e bem distante de seus dias de glória. Devendo um favor a seu chefe, Mike aceita a tarefa de resgatar seu filho, Rafo, de sua mãe abusiva. O único porém é que o garoto mora no México.

    A obra, baseada no livro homônimo de 1975 escrito por N. Richard Nash, já teve outras diversas tentativas frustradas de adaptação para as telonas, das quais se destacam duas: uma que seria estrelada por Roy Scheider (ator de Tubarão) em 1991 e uma por Arnold Schwarzenegger em 2011, após seu mandato como governador da Califórnia. 

    Durante a produção, que sofreu com a pandemia do coronavírus, houve um grande susto com a ocorrência de um caso de infecção entre uma das atrizes - que, felizmente, era um falso positivo e não atrapalhou o processo de filmagem.

    Cry Macho está em cartaz nos cinemas e disponível no serviço de streaming HBO Max. Veja o trailer:

    Clint Eastwood e sua trajetória em Hollywood

    Eastwood começou sua carreira em 1955, mas ascendeu ao estrelato com seus papéis em filmes de faroeste, como a consagrada Trilogia dos Dólares do diretor italiano Sergio Leone, com Por um Punhado de Dólares (1964), Por uns Dólares a Mais (1965) e Três Homens em Conflito (1966)

    Tal como em suas últimas realizações como diretor, como Gran Torino (2008) e A Mula (2018), ele aproveita para refletir a relação entre o Clint ícone - imponente e classicamente sério - e o Clint homem, agora mais velho e com a simples preocupação de contar uma história.

    Dê play no vídeo abaixo para conferir os trailers de Gran Torino (2008) e A Mula (2018):

    ‘Gran Torino’ (2008) 



    ‘A Mula’ (2018)

    51 min
    1. Home
    2. noticias
    3. a america voltou bruxelas …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.