alexametrics
Conectando

    A convivência social pode influenciar a personalidade das crianças

    Estudo mostra que a personalidade recebe influência da convivência, principalmente no período da pré-escola.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    A discussão sobre como é determinada a personalidade de uma pessoa é antiga. Enquanto alguns acreditam que ela seja determinada pela genética, outros creem que ela seja moldada pelas experiências adquiridas ao longo da vida. Uma pesquisa recente, feita por uma equipe da Universidade de Michigan, sugere que a personalidade recebe influências da convivência – principalmente no período da pré-escola.

    Nos anos 1990, estudos da neurogenética descobriram que os genes influenciavam na personalidade, mas que interagiam de forma imprevisível com o ambiente externo.

    Considerando que a convivência social possa ser um dos fatores ligados à formação da personalidade logo nos primeiros anos de vida, pesquisadores analisaram crianças de 3 a 4 anos durante o ano escolar.

    Crianças que se envolviam com outras mais extrovertidas e estudiosas, por exemplo, se tornavam semelhantes aos colegas ao longo do tempo, mesmo que não tivessem tais características no início do ano. No entanto, as características e comportamentos ruins dos colegas pareciam ser herdados com maiores dificuldades. Entender como absorvemos cada atributo, sendo ele bom ou ruim, seria o próximo passo para o estudo.

    O estudo mostra que a personalidade não está tão enraizada como era imaginado e pode ser alterada através do convívio com outras pessoas. “Os pais gastam muito tempo tentando ensinar o filho a ser mais paciente, a ser menos impulsivo… Mas o que se sabe agora é que não são os pais ou os professores que afetam a personalidade, e sim os amiguinhos.”

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.