Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    Adele homenageia álbum visual de Beyoncé nas redes sociais

    "Obrigada, rainha, por sempre nos fazer sentir tão amados por meio de sua arte", escreveu a artista britânica em publicação no Instagram

    Placeholder - loading - news single img
    Photoshoot/Divulgação

    Publicada em  

    Após mais de um mês de inatividade nas redes sociais, a cantora britânica Adele usou o Instagram no último sábado (1) para homenagear o novo álbum visual de Beyoncé, “Black Is King” – obra que pretende celebrar a cultura africana a partir de uma releitura de cenas de “O Rei Leão” (2019), refilmagem hiperrealista na qual a cantora norte-americana deu voz à leoa Nala. "Obrigada, rainha, por sempre nos fazer sentir tão amados por meio de sua arte", escreveu a artista britânica.

    Veja também: Beyoncé divulga trailer oficial de Black Is King, seu próximo álbum visual

    Na foto compartilhada com o público, Adele aparece apontando para uma cena do álbum visual em sua TV, vestindo uma blusa de estampa parecida com a que Beyoncé aparece na imagem. Dirigido, roteirizado e produzido pela artista norte-americana, o recém lançado projeto – ainda indisponível no Brasil – explora ao longo de 85 minutos de filme uma narrativa musical em que todas as pessoas negras são reis e rainhas. 

    O projeto surgiu há cerca de um ano como uma continuação de “Lion King: The Gift” – disco inteiramente musical inspirado na obra da Disney de título homônimo, lançado em julho do ano passado –, mas evoluiu para algo maior depois dos protestos do Black Lives Matter, acentuados nos Estados Unidos e em diversos países do mundo como resposta ao assassinato brutal do afro-americano George Floyd – morto por um policial civil branco na cidade de Minneapolis em 25 de maio deste ano. 

    "Os eventos de 2020 tornaram a visão e a mensagem do filme ainda mais relevantes, à medida que pessoas de todo o mundo embarcam em uma jornada histórica", escreveu Beyoncé via Instagram no dia 29 de maio, quando foram publicados os primeiros trechos da obra. "Estamos todos em busca de segurança e luz. Muitos de nós querem mudanças. Acredito que quando negros contam nossas próprias histórias, podemos mudar o eixo do mundo e contar nossa REAL história de riqueza geracional e riqueza de alma que não são contadas em nossos livros de História”.

    Admiração de longa data

    Não é a primeira vez que Adele homenageia a artista norte-americana, dona de uma carreira musical e cinematográfica que teve início ainda na adolescência, nos anos 1990, com o grupo Destiny’s Child. Na edição do Grammy de 2017, que rendeu à britânica os principais prêmios da noite, ela decidiu dedicar o troféu de melhor álbum do ano, “25” (2015), à Beyoncé – sua concorrente na categoria com o disco “Lemonade” (2016).

    Eu não posso aceitar esse prêmio. O álbum ‘Lemonade’ foi tão monumental, Beyoncé. Foi tão bem pensado, lindo e honesto. Nós somos gratos por isso. Todos nós artistas aqui te amamos. Você é a nossa luz. O jeito que você faz eu e meus amigos se sentir. O jeito que você faz os meus amigos negros se sentirem é tão empoderador. Eu te amo“, discursou ela durante a cerimônia.

    Uma de suas principais inspirações no meio artístico, Beyoncé também tem apoiado Adele na trajetória de emagrecimento saudável da artista, que já perdeu 45 quilos nos últimos anos. "Beyoncé é o grande ícone de Adele e elas se uniram em sua jornada de perda de peso", revelou uma fonte à revista Heat. "Ela a ajudou com suas próprias dicas de condicionamento físico, além de lhe dar uma visão diferente de tudo, ensinando-a a aproveitar o trabalho que está colocando nisso", acrescentou.

    1. Home
    2. noticias
    3. adele homenageia album visual …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.