alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1

    Austrália pede que 250 mil pessoas deixem suas casas

    Autoridades declaram emergência e acreditam que esta sexta-feira será “um dia difícil para os estados do leste do país”

    Placeholder - loading - news single img
    Fogo na Austrália pode se alastrar na noite desta sexta-feira. Crédito da imagem: iStock

    Publicada em  

    Mais de 250 mil pessoas devem deixar suas casas, após alerta de autoridades australianas. A previsão é que na noite desta sexta-feira (10) aconteça um amplo incêndio na fronteira de Nova Gales do Sul e Victoria.

    De acordo com o primeiro-ministro Scott Morrison, hoje seria “um dia difícil para os estados do leste do país”. O estado de emergência é consequência das previsões de calor, ventos fortes e raios secos.

    Bombeiros já estão se preparando para esta noite. A ordem é que não haja operações de aeronaves depois do entardecer. Agentes de defesa, também, já estão de prontidão para avançar sobre terrenos incendiados, em caso de grande proporção.

    As autoridades do país enviaram mensagens de texto de emergência a pelo menos 240 mil pessoas em Victória, pedindo que elas evacuassem o local.

    O lugar mais atingido da Austrália é o estado NSW. No entanto, Victoria, que fica ao lado, também corre o mesmo perigo. O serviço de bombeiros de Victoria emitiu diversos avisos para que as pessoas saiam do local.

    Vale lembrar que há uma semana, as autoridades australianas, também, declararam estado de emergência. Na ocasião, tropas se prepararam para evacuar o local com um navio da marinha.

    O transporte chegou à cidade costeira de Mallacoota, próxima à fronteira com New South Wales. A população foi alertada devido à previsão de altas temperaturas e ventos fortes do último sábado (04).

    Dois dias depois, apesar da boa condição climática, os bombeiros tiveram dificuldades nos regastes, por causa da grande quantidade de fumaça.

    Além de NSW e Victoria, os incêndios florestais chegaram em uma cidade da ilha sul da Austrália, Kingnoste. Ontem (quinta-feira, 09), fortes ventos fizeram com que o fogo se alastrasse. Por isso, o lugar foi isolado durante a madrugada desta sexta-feira (10).

    O país vizinho, Nova Zelândia, enviou helicópteros para ajudar nos resgates. Além disso, os Estados Unidos e Canadá enviaram bombeiros para auxiliar no resgate da população australiana.

    Os incêndios que tomam conta de grande parte da Austrália, desde setembro de 2019, são consequências das altas temperaturas (que ultrapassaram os 44º) e da vegetação seca - por causa da pouca chuva.  

    Como nessa época do ano os ventos são extremamente fortes, a situação se agravou. Até o momento, 27 pessoas e 1 bilhão de animais morreram. No total, 10,3 milhões de hectares de terras australianas foram atingidos pelas queimadas.

    1. Home
    2. noticias
    3. australia pede que 250 mil …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.