Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Bloomberg venderá empresa se for eleito presidente dos EUA, diz campanha

    Placeholder - loading - news single img
    Michael Bloomberg durante evento de campanha em Houston 13/02/2020 REUTERS/Go Nakamura

    Publicada em  

    Por Jason Lange

    WASHINGTON (Reuters) - O pré-candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos Michael Bloomberg venderá a Bloomberg LP, empresa de informações financeiras que o tornou bilionário, se for eleito presidente dos EUA, confirmou sua campanha na terça-feira.

    Bloomberg subiu rapidamente nas pesquisas de opinião desde que entrou na corrida para a indicação democrata, e participará de seu primeiro debate do ciclo eleitoral nesta quarta-feira em Las Vegas. Os democratas disputam a indicação do partido para enfrentar o presidente republicano Donald Trump na eleição de 3 de novembro.

    O ex-prefeito de Nova York já havia dito que provavelmente venderia a Bloomberg LP se eleito, o que sua campanha confirmou na terça-feira.

    'Se eleito presidente, Mike venderá a empresa', disse a porta-voz Galia Slayen.

    A Bloomberg LP fornece informações financeiras a empresas de Wall Street, além de notícias. A empresa, de propriedade privada e que não tem ações em bolsa, da qual Bloomberg é o principal proprietário, foi fundada por ele em 1981.

    Analistas da Burton-Taylor International Consulting estimam que a companhia gerou mais de 10 bilhões de dólares de receita em 2019.

    A Reuters News compete com o serviço de notícias da Bloomberg LP.

    Escrito por Reuters

    Vulcão Nyiragongo: Crianças esperam reencontrar famílias

    Transcrito: 
    Centenas de milhares de pessoas fugiram após a erupção do vulcão Nyiragongo. Naomi perdeu de vista a família no meio do caos. Ela jamais esquecerá o momento em que o céu ficou vermelho.
     
    Naomi (criança deslocada): ”Disse à minha mãe: ’Olha, mãe, o vulcão entrou em erupção.’ Nós saímos e muitos estavam a fugir. Foi aí que nos perdemos uns dos outros. Eu estava apavorada. Estava a tremer. Não conseguia sequer correr para casa.”
     
    Muitas das 400 mil pessoas que fugiram vieram para a cidade de Sake. De acordo com a ONU, há quase mil crianças desaparecidas. Bahati Batitsie trabalha como voluntário para a Cruz Vermelha. Ate agora, ele e os colegas conseguiram encontrar as famílias de 700 crianças. Bahati tem 6 filhos e acolhe outras 3 crianças. São muitas bocas para alimentar.
     
    Bahati Batitsie Fidel (Voluntário da Cruz Vermelha): “Eu sacrifico o pouco que tenho, o que Deus me deu. É assim que alimento as crianças, mas é uma luta.”
     
    Muitas pessoas estão desesperadas. Bebem a água do lago que pode causar cólera. A equipe humanitária tenta oferecer o básico, como farinha.
     
    Bahati Batitsie Fidel (Voluntário da Cruz Vermelha): “As condições de vida são muito más. Não há comida nos mercados. Pessoalmente, não estou a ganhar nada, sou pobre.”
     
    Naomi acha que sabe onde podem estar os seus pais. Mas esse sítio fica longe e o transporte é caro.
     
    Naomi (criança deslocada): ”Depois de encontrar a minha mãe e o meu pai, gostaria de me mudar para cá, porque gosto de aqui estar."

    A brincar sobre a lava de uma antiga erupção. As crianças esperam rever as suas famílias em breve. 
    Veja também:

    1 D

    1. Home
    2. noticias
    3. bloomberg vendera empresa se …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.